Lewandowski e Bayern travam série do Atlético

Um fantástico livre de Robert Lewandowski valeu ao Bayern, que contou com Renato Sanches a titular, uma vitória sobre o Atlético, impedido assim de chegar ao sexto triunfo em seis jogos.

O Atlético não conseguiu terminar 100 por cento vitorioso no Grupo D da UEFA Champions League ao perder por 1-0 no terreno do Bayern München. Um livre directo superiormente marcado por Robert Lewandowski valeu à turma bávara, que contou com o português Renato Sanches durante os 90 minutos, um merecido triunfo.

Yannick Carrasco desperdiçou duas boas oportunidades para colocar os visitantes em vantagem nos minutos iniciais, mas depressa os campeões alemães responderam. A turma bávara tomou conta do jogo e Douglas Costa ficou perto de marcar antes de Lewandowski, com o seu livre a 25 metros do alvo, coroar esse período de acentuado domínio dos anfitriões.

Já na segunda parte, Thiago Alcántara quase ampliou a vantagem do Bayern e, apesar de o Atlético ter pressionado nos minutos finais, acabou mesmo por ser um final de fase de grupos vitorioso para os homens da casa.

Figura: Arturo Vidal (Bayern)
Sabia-se à partida que a batalha do meio-campo iria ser determinante neste jogo e o Bayern acabou por se mostrar mais forte nesse sector, em grande parte graças a Vidal. O chileno esteve em todo o lado, não dando um minuto de descanso ao habitualmente seguro duo do meio-campo do Atlético formado por Koke e Gabi. Ao mesmo tempo, mostrou-se também importante no ataque.

4-3-3 resulta no Bayern
Carlo Ancelotti fez questão de defender o seu sistema táctico em 4-3-3 na conferência de imprensa de antevisão do jogo e a exibição da sua equipa esta noite deu-lhe razão. Os bávaros conseguiram controlar o meio-campo, foram pacientes no ataque e souberam travar o contra-ataque do Atlético.

Atlético contrariado
O Atlético não foi capaz de chegar à sexta vitória em seis jogos, mas isso não tira mérito à sua prestação nesta fase de grupos. Diego Simeone ficará, certamente, desiludido com este primeiro desaire na presente edição da prova - e com o domínio a que foi submetido por parte do Bayern - mas pode encontrar consolação no facto de as equipas que, no passado, venceram os seis jogos do seu grupo não terem sido capazes de serguer o troféu.

©AFP/Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©AFP/Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
©Getty Images
Topo