Salvio promete "lutar até ao fim" pelo apuramento

Em entrevista ao UEFA.com, Eduardo Salvio fala sobre o orgulho de representar o Benfica na UEFA Champions League, a sua recente veia goleadora e o Nápoles, "um grande jogo entre duas grandes equipas".

Eduardo Salvio festeja um dos três golos já marcados pelo Benfica na UEFA Champions League 2016/17
Eduardo Salvio festeja um dos três golos já marcados pelo Benfica na UEFA Champions League 2016/17 ©AFP/Getty Images

UEFA.com: O que significa para si representar o Benfica, que já foi bicampeão europeu? Sente-se orgulhoso por disputar a Champions League pelo clube?

Eduardo Salvio: Representar o Benfica é motivo de grande orgulho para mim. Ter a possibilidade de fazer parte deste clube maravilhoso, com a sua história e adeptos incríveis. Para além disso, disputar a Champions League ao serviço do Benfica é incrível. Tenho orgulho em estar aqui e espero ficar muitos anos.

UEFA.com: Falemos sobre a actual campanha na UEFA Champions League. Como avalia o desenvolvimento da equipa sob o comando de Rui Vitória?

Salvio: Penso que estamos constantemente a melhorar e neste momento estamos a um nível muito bom. O nosso treinador torna as coisas verdadeiramente fáceis para nós. Estou-lhe grato por isso. Estamos a evoluir e ainda podemos melhorar, claro. Vamos lutar até ao fim.

UEFA.com: Marcou em três jogos consecutivos na fase de grupos, ajudando o Benfica a somar vitórias. Qual a sensação de marcar numa competição tão importante?

Salvio: É sempre óptimo marcar golos mas fazê-lo na Champions League sabe ainda melhor, por isso gostaria de marcar mais.

UEFA.com: Como analisa o Grupo B, onde à entrada para a última jornada existem três equipas separadas por apenas um ponto?

Salvio: Sabíamos que este grupo ia ser muito complicado e que todas as equipas tinham uma qualidade aproximada. Ao fim de dois jogos tínhamos apenas um ponto e isso mostrou-nos que a nossa tarefa não ia ser fácil. Sabemos que dependemos de nós e basta vencermos na última jornada para seguir em frente. Vamos dar o nosso melhor nesse jogo e estaremos preparados.

UEFA.com: Que lições acha que o Benfica retirou do empate na Turquia, na jornada anterior?

Salvio: Temos de aprender com os erros. É preciso melhorar após os jogos, seja qual for o resultado. Há sempre aspectos a corrigir. Nunca damos uma vitória como adquirida, estejamos a vencer por 3-0 ou 1-0. Estamos na Champions League, onde é preciso manter a concentração até ao apito final e disputar cada jogada como se fosse a última.

UEFA.com: Segue-se o Nápoles. Os jogadores aguardam com expectativa por este jogo? Encaram-no como uma final?

Salvio: Sim, temos de estar tranquilos e sabemos que o jogo vai ser difícil para nós, mas para o adversário também, pois vamos preparar o desafio com o máximo cuidado. Sabemos que o jogo será realmente complicado e que vão estar frente-a-frente duas grandes equipas. Também temos consciência que, no fim de contas, há a hipótese de uma delas falhar o apuramento.

UEFA.com: Falou sobre as dificuldades que o Nápoles pode enfrentar no Estádio da Luz. Como descreve o ambiente durante os jogos caseiros?

Salvio: Penso que para os nossos adversários não é fácil jogar no Estádio da Luz, com os nossos adeptos a apoiarem durante os 90 minutos. Ficamos muito satisfeitos quando jogamos em casa, diante do nosso público, por quem daremos o máximo para alcançar os oitavos-de-final.

Topo