Porto volta a empatar, Mónaco tropeça em casa

Nos jogos desta terça-feira, o Porto voltou a empatar a zero com o Belenenses, Kerim Frei bisou na Taça da Turquia pelo Beşiktaş e o Mónaco não foi além de uma igualdade na Ligue 1.

O Mónaco deixou-se empatar em casa
O Mónaco deixou-se empatar em casa ©AFP/Getty Images

Darıca Gençlerbirliği 1-2 Beşiktaş (Goktas 63; Kerim Frei 61 86)
As "águias negras" seguem invictas no tempo regulamentar nos 18 jogos oficiais que disputaram esta época desde o início da Liga turca (10V 8E). Kerim Frei marcou os seus primeiros golos da temporada, no primeiro jogo da fase de grupos da Taça da Turquia: um lance individual e um remate poderoso para o primeiro, e um toque subtil no segundo.

Dijon 1-1 Mónaco (Sammaritano 87; Carrillo 17)
O Mónaco, de Leonardo Jardim, ultrapassou o Nice no topo da Ligue 1 graças a uma melhor diferença de golos, mas pode ver-se cair esta quarta-feira para o terceiro lugar caso Paris e Nice vençam os respectivos jogos. Os monegascos pareciam a caminho da quinta vitória consecutiva em todas as competições quando Guido Carrillo finalizou na recarga a um primeiro remate de Djibril Sidibé, que o guarda-redes do Dijon não conseguiu travar.

Porto 0-0 Belenenses
Os "dragões" apresentaram uma equipa com muitas alterações para o primeiro jogo do Grupo B da Taça da Liga portuguesa, mas apesar de o Belenenses ter visto um seu jogador expulso aos 41 minutos, os homens da casa não conseguiram marcar - apesar de terem atirado uma bola ao poste já nos descontos. Duas vezes finalista vencido, o Porto nunca venceu esta competição.

København 4-0 Viborg (Greguš 27 82, Kusk 38, Ankersen 72)
Ainda sem derrotas em 19 jogos da Liga esta temporada, o Copenhaga tem agora mais 12 pontos que os mais directos perseguidores. Os primeiros golos de Ján Greguš desde que chegou no Verão oriundo do Jablonec surgiram antes e depois de um tento de Kasper Kusk, que facturou pela primeira vez desde Setembro, e outra contratação do FCK, Peter Ankersen, também fez o gosto ao pé.

Eupen 3-2 Club Brugge (Luis García 22, Onyekuru 48, Blondelle 90; Vanaken 61, Vossen 66)
Vencedor em 2015 e finalista vencido em 2016, o Club Brugge não conseguiu chegar aos quartos-de-final da Taça da Bélgica da presente temporada, após sofrer um golo ao cair do pano ante o Eupen. A equipa de Michel Preud'homme esteve a perder 2-0, mas Hans Vanaken e Jelle Vossen (que marcou quatro golos na Liga na passada sexta-feira) conseguiram chegar ao empate, antes do tento decisivo.

Topo