Benfica e Real Madrid mantêm vantagens

O Benfica manteve os cinco pontos de avanço ao empatar 1-1 na visita ao Porto, que foi apanhado pelo Sporting no segundo posto, com Barcelona e Real Madrid a vencerem.

O Porto deixou-se empatar perto do fim pelo Benfica
O Porto deixou-se empatar perto do fim pelo Benfica ©AFP/Getty Images

Grupo A
Arsenal 1-1 Tottenham (Wimmer 42ag; Kane 51p)
O Arsenal desperdiçou a ocasião de atingir a liderança da Premier League, depois de não conseguir levar a melhor sobre o Tottenham no derby de Londres. Kevin Wimmer marcou de cabeça na sua própria baliza, na sequência de um livre de Mesut Özil, mas Harry Kane impediu a derrota dos "spurs" de penalty, após falta de Laurent Koscielny sobre Mousa Dembélé.

Paris 4-0 Rennes (Fernandes 31ag, Cavani 42, Rabiot 67, Verratti 79)
O Paris venceu sem grandes problemas o Rennes e está agora a três pontos do lider da Ligue 1, o Nice. Adrien Rabiot apontou o primeiro golo da temporada e Edinson Cavani marcou o 11º em 11 partidas do campeonato, mas lesionou-se a seguir e saiu ao intervalo.

Basileia 2-1 Lausanne (Suchý 90+1, Janko 90+2; Margiotta 42)
Os campeões suíços aumentaram o seu registo sem derrotas no campeonato para 14 jogos num encontro pleno de emoção. Marek Suchý fez o empate já nos descontos, depois de Francesco Margiotta ter inaugurado o marcador, com o antigo jogador do Porto, Marc Janko, a marcar o tento da vitória um minuto depois.

Ludogorets 2-1 CSKA-Sofia (Wanderson 28, Moţi 62; Culma 90+2)
O Ludogorets venceu os últimos nove jogos a nível interno, com um remate de Wanderson de longe e um cabeceamento de Cosmin Moţi a fazerem a diferença ante o CSKA, que chegou ao golo depois de reduzido a dez jogadores.

Marek Hamšík após marcar pelo Nápoles
Marek Hamšík após marcar pelo Nápoles©AFP/Getty Images

Grupo B
Nápoles 1-1 Lazio (Hamšík 52; Keita 54)
Marek Hamšík inaugurou o marcador com um golo fantástico, ao passar um adversário e rematar a seguir entre as pernas de outro, mas o Nápoles não soube segurar a vantagem e empatou 1-1 pela segunda partida consecutiva, estando numa série de apenas dois triunfos nos últimos oito jogos de todas as competições.

Beşiktaş 2-1 Trabzonspor (Rhodolfo 7, Cenk Tosun 17p; Yusuf Erdoğan 41)
A formação de Ricardo Quaresma não perde há 14 jogos oficiais esta época (8V 6E) – que serão 15 se contarmos com a SuperTaça da Turquia, com o tento madrugador de cabeça de Rhodolfo e o penalty de Cenk a colocarem os campeões turcos na senda de mais um triunfo.

Porto 1-1 Benfica (Diogo Jota 15; Lisandro López 90+2)
O defesa Lisandro López empatou a contenda já nos descontos, no 235º "clássico", numa partida em que substituiu o lesionado capitão Luisão aos 17 minutos de jogo. Com o terceiro golo do argentino na prova, o Benfica manteve os cinco pontos de avanço no topo da Liga portuguesa.

Dnipro 1-2 Dynamo Kyiv (Rotan 24; Besedin 21, Sydorchuk 69)
A formação de Serhiy Rebrov está de novo no segundo lugar na Ucrânia - com melhor diferença de golos ante o Zorya – depois de Serhiy Sydorchuk ter marcado o tento da vitória sobre o Dnipro.

Sergio Agüero marca o seu 150º golo pelo City
Sergio Agüero marca o seu 150º golo pelo City©Getty Images

Grupo C
Sevilha 1-2 Barcelona (Vitolo 15; Messi 43, Suárez 61)
O conjunto de Luis Enrique reagiu da melhor maneira ao desaire na visita ao Manchester City e está agora a dois pontos do Real Madrid numa partida bem complicada. Lionel Messi iniciou a reviravolta ao fazer o tento 27 ante o Sevilha e fez a assistência para Luis Suárez após uma grande arrancada. 

Man. City 1-1 Middlesbrough (Agüero 43; De Roon 90+1)
Sergio Agüero fez o golo 150 pelo City após um belo lance de Kevin De Bruyne, mas um dia especial para o argentino ficou ensombrado pelo tento do Middlesbrough nos descontos.

Hertha 3-0 Mönchengladbach  (Kalou 18, 33, 84)
A formação de André Schubert vai em cinco jogos sem marcar na Bundesliga - a um da pior série de sempre, em 1996 - e viu Christophe Kramer ser expulso no minuto 39.

Celtic 3-0 Inverness (Sinclair 48, Griffiths 63, Rogic 83)
Os "hoops" estão a cimentar uma vantagem considerável na liderança do campeonato escocês, ao averbar o quinto triunfo seguido na prova. Scott Sinclair marcou o seu nono golo do campeonato, com o Inverness reduzido a dez a partir do minuto 65.

A desilusão dos jogadores do Atlético em San Sebastian
A desilusão dos jogadores do Atlético em San Sebastian©AFP/Getty Images

Grupo D
Real Sociedad 2-0 Atlético (Vela 54p, Willian José 75p)
Dois penalties em San Sebastian ditaram a segunda derrota fora seguida para os comandados de Diego Simeone no campeonato. Este foi o terceiro encontro da temporada em que não marcou.

Bayern 1-1 Hoffenheim (Zuber 34og; Demirbay 16)
Steven Zuber marcou na própria baliza a centro de Douglas Costa e deu o empate ao Bayern na recepção a um audacioso Hoffenheim, pelo que a série de cinco vitórias seguidas da equipa de Carlo Ancelotti chegou ao final.

Rostov 4-1 Arsenal Tula (Erokhin 26 90, Azmoun 36, Poloz 85; Burmistrov 8)
O Rostov terminou uma série de cinco jogos sem perder em todas as provas com uma goleada, numa partida em que começou a perder. A equipa de Ivan Daniliants venceu seis dos sete jogos em casa para o campeonato.

PSV 1-1 Twente (Moreno 62; Enes Ünal 53)
O PSV não perde há seis jogos na Eredivisie (3V 3E) depois de o defesa Héctor Moreno ter aproveitado um ressalto, após o primeiro remate de Gastón Pereiro ter sido defendido. Este foi o segundo tento do mexicano pelo PSV esta época.

Radamel Falcao depois de marcar o seu primeiro golo
Radamel Falcao depois de marcar o seu primeiro golo©AFP/Getty Images

Grupo E
Mónaco - Nancy (Falcao 25 30p, Mbappé 65, Carrillo 87 90+2, Fabinho 90p)
Radamel Falcao bisou pelo segundo jogo seguido, com a equipa Leonardo Jardim, que contou com Bernardo Silva de início, a conseguir outra goleada, depois dos 7-0 no começo da temporada. O Mónaco não perde há cinco jogos (3V 2E).

Arsenal 1-1 Tottenham (Wimmer 42ag; Kane 51p)
Harry Kane marcou no seu regresso após sete semanas de paragem, com os "spurs" a trazerem um ponto do derby londrino. O atacante inglês marcou de penalty e teve outras ocasiões para o voltar a fazer, com os visitantes a terminarem o jogo por cima, tendo visto Christian Eriksen acertar no poste perto do final, na transformação de um livre directo.

Leverkusen 3-2 Darmstadt (Çalhanoğlu 32, Brandt 56, Aránguiz 69; Čolak 47, Vrančić 85)
O Bayer venceu pela terceira vez seguida, com um tento de fora da área de Hakan Çalhanoğlu, um cabeceamento de Julian Brandt e um poderoso remate de Charles Aránguiz a fazerem a diferença no encontro. Estes foram os primeiros golos da temporada de Brandt e Aránguiz.

CSKA Moskva 2-2 Amkar (Ignashevich 18p, Tošić 45+1; Jikia 25, Kostyukov 27)
A equipa do exército caiu para o quarto lugar na Rússia, ao não conseguir segurar a vantagem inicial, sendo que, após consentir a reviravolta, logrou empatar, ainda na primeira parte, por Zoran Tošić.

Thomas Tuchel agradece a Pierre-Emerick Aubameyang
Thomas Tuchel agradece a Pierre-Emerick Aubameyang©AFP/Getty Images

Grupo F
Hamburgo 2-5 Dortmund (Müller 55 81; Aubameyang 4 23 27 48, Dembélé 76)
Dois golos à boca da baliza e dois remates rasteiros deram a Pierre-Emerick Aubameyang o primeiro póquer da carreira, aumentando para 11 o seu pecúlio na Bundesliga. Foi também sua a assistência para o quinto do Dortmund, da autoria de Ousmane Dembélé.

Real Madrid 3-0 Leganés (Bale 38 45+1, Morata 76)
Gareth Bale comemorou da melhor maneira o novo contrato com o Real Madrid, ao consolidar a sua posição como melhor marcador da Liga espanhola graças aos dois golos apontados na primeira parte, com Álvaro Morata a encerrar a contagem. Luka Modrić regressou à competição, depois de uma lesão no joelho, na segunda parte.

Sporting 3-0 Arouca (Dost 9,68 Campbell 55)
O Sporting regressou às vitórias após uma sucessão de empates numa noite que ficou marcada também pela titularidade de Adrien Silva, que falharia um penalty. Bas Dost mostrou o caminho ante um Arouca que terminou com dez jogadores.

Légia 2-0 Cracóvia (Nikolić 43, Radović 90+2)
O Légia cimentou o bom momento na sequência do empate com o Real Madrid ao averbar o terceiro triunfo seguido no campeonato, tendo marcado no final de cada parte.

Grupo G
Leicester 1-2 West Brom (Slimani 55; Morrison 52, Phillips 72)
Apesar do bom desempenho na UEFA Champions League, o Leicester continua a desiludir no campeonato, sofrendo, desta feita, a primeira derrota caseira na Premier League deste Setembro de 2015.

København 4-0 SønderjyskE (Cornelius 18, Toutouh 25 66, Delaney 28)
Dois golos de Youssef Toutouh ajudaram o FCK a manter os seis pontos de avanço no campeonato dinamarquês.

Porto 1-1 Benfica (Diogo Jota 15; Lisandro López 90+2)
O Porto desperdiçou a possibilidade de ficar a apenas dois pontos do rival na classificação. Diogo Jota colocou os "dragões" na frente, com o quarto golo em seis jogos, mas Lisandro López faria o empate já nos descontos.

Club Brugge 1-1 Genk (Vossen 85; Buffel 49)
Jelle Vossen evitou perto do final aquela que seria a quinta derrota em 14 jogos esta temporada, com o Club Brugge a estar agora a seis pontos do líder Zulte Waregem.

Grupo H
Chievo 1-2 Juventus (Pellissier 66p; Mandžukić 53, Pjanić 75)
Miralem Pjanić garantiu o triunfo da líder Juventus com um belo tento de livre directo, num dia em que o guardião Gianluigi Buffon se tornou o quarto jogador a atingir as 600 presenças na Serie A. 

Sevilha 1-2 Barcelona (Vitolo 15; Messi 43, Suárez 61)
O Sevilha perdeu pela primeira vez em oito partidas de todas as provas, apesar de se ter adiantado no marcador graças a um tento madrugador de Vitolo, que aproveitou um erro de Sergi Roberto. Apesar de os andaluzes terem tido ocasiões para aumentar a liderança, um Barcelona que contou com um inspirado Lionel Messi acabaria por dar a volta ao marcador.

Lyon 2-1 Bastia  (Lacazette 37p, Bengtsson 86 ag; Crivelli 90+2)
Alexandre Lacazette aumentou para dez os golos na Ligue 1, ao converter o quinto penalty da temporada. O autogolo de Pierre Bengtsson confirmaria o resultado, com a equipa de Anthony Lopes a não perder há três encontros em todas as competições, igualando o seu melhor registo de uma época abaixo das expectativas.

Split 0-1 Dinamo Zagreb (Stojanović 17)
O primeiro golo da temporada para o defesa esloveno Petar Stojanović manteve o Dínamo a seis pontos do líder da liga croata, o Rijeka.

Topo