Legia surpreende Real Madrid e arranca empate

Gareth Bale colocou o Real Madrid a vencer bem cedo e Karim Benzema elevou para 2-0. Só que Vadis Odjidja, Miroslav Radovic e Thibaut Moulin operaram a reviravolta, cabendo a Mateo Kovacic evitar o desaire.

Watch all of the drama from Poland including Gareth Bale's stunning first-minute volley as the points were shared.

O Real Madrid foi surpreendido, em Varsóvia, pelo Legia, tendo empatado 3-3, após ter estado a ganhar por 2-0 e, depois, a perder por 3-2 no terreno do campeão polaco, em encontro realizado à porta fechada, devido à suspensão do recinto em virtude dos desacatos ocorridos no jogo da 1ª jornada do Grupo F entre adeptos polacos e do Borussia Dortmund.

Com este resultado, os merengues ainda não asseguraram matematicamente o apuramento para os oitavos-de-final, mas partem para as últimas duas jornadas com mais cinco pontos que o Sporting.

Estavam decorridos somente 55 segundos quando o Real Madrid se adiantou no marcador, com Gareth Bale a apontar o golo mais rápido de sempre dos "merengues" nas competições europeias. O galês recebeu uma lateralização de Cristiano Ronaldo da esquerda para a direita e rematou de primeira à meia-volta, junto à trave da baliza à guarda de Arkadiusz Malarz.

O Legia não acusou muito o golo madrugador e Thibaut Moulin teve um bom disparo, com a bola a passar perto do poste da baliza de Keylor Navas.
Os comandados de Zidane, que voltaram a contar com Fábio Coentrão como titular, fabricaram, depois, várias oportunidades, com Raphaël Varane a ver um seu cabeceamento salvo sobre a linha de golo e Karim Benzema a ter um remate em arco muito bem parado por Malarz. Cristiano Ronaldo podia até ter bisado antes do intervalo, mas quem marcou mesmo foi Benzema, aplicando o toque final, aos 35 minutos, a um passe de bandeja de Bale.

Já o Legia tanto rondou a uma permissiva defesa do Real Madrid, que acabou por marcar, com Vadis Odjidja-Ofoe a passar com inusitada facilidade por entre Toni Kroos e Mateo Kovacic, antes de rematar para um golaço de fora da área, com a bola a embater no poste antes de entrar.

A segunda parte foi, todavia, surpreendente e contou com a reviravolta no marcador do Legia, mais motivado frente a um adversário bastante passivo, conforme se viu bem no tento da igualdade, aos 57 minutos, da autoria de Miroslav Radovic. O médio sérvio foi andando pelo lado esquerdo, perante os testemunhos próximos de Bale e Carvajal e, sem ninguém a quem passar, rematou de fora da ´rea com a ponta da bota, batendo Navas, que se estirara demasiado tarde.

Atónito, o Real Madrid viu-se, depois, em desvantagem, quando, aos 83 minutos, Moulin bateu Navas de fora da área com categoria, após rápido contra-ataque. No entanto, o sonho do Legia só durou dois minutos, pois Kovacic empatou com um remate forte à entrada da área, após passe de calcanhar de Carvajal.

Momento do jogo
O terceiro golo do Legia foi um monumento ao contra-ataque, com uma rápida triangulação a preparar Moulin para um remate em arco, desta feita indefensável para Navas. Por instantes, fez o Legia sonhar.

Jogador-chave: Vadis Odjidja-Ofoe (Legia)
Foi o mais esclarecido elemento do Legia e culminou a sua actuação com um golo de enorme qualidade, aproveitando toda a permissividade dos jogadores do eixo central do Real Madrid.

Topo