Porto conta com André Silva para domar a Roma

Sem marcar há quatro jogos na UEFA, o Porto conta frente à Roma com a veia goleadora do jovem atacante André Silva para manter o impressionante registo de presenças na fase de grupos.

André Silva festeja o primeiro golo na Liga portuguesa pelo Porto frente ao Boavista em 2015/16
André Silva festeja o primeiro golo na Liga portuguesa pelo Porto frente ao Boavista em 2015/16 ©AFP/Getty Images

O Porto tem uma tarefa complicada para tentar manter o impressionante registo de presenças na fase de grupos da UEFA Champions League, numa altura em que se prepara para receber a Roma no Estádio do Dragão, esta quarta-feira, na primeira mão do "play-off" de 2016/17.

Sem marcar qualquer golo na UEFA há quatro jogos, o Porto – a disputar esta fase da prova pela segunda vez nas últimas três épocas – possui história rica na competição (campeão europeu em 1987 e 2004) e é um dos segundos clubes com mais participações na fase de grupos do torneio (20), desde que este assumiu a nova designação, em 1992/93. À sua frente com 21 estão apenas Real Madrid e Barcelona, encontrando-se a par de outros colossos, como Bayern e Manchester United.

André Silva bisou na na final da Taça de Portugal
André Silva bisou na na final da Taça de Portugal©AFP/Getty Images

A atravessar uma das piores séries sem títulos da sua história, na qual se destacam os três anos sem o troféu de campeão nacional, a vitória no "play-off" pode catapultar o Porto para uma campanha 2016/17 de sucesso. E, para tal, conta com o acerto do ponta-de-lança André Silva, principal revelação desta pré-temporada e depois de ter impressionado no final da época passada.

O jovem de 20 anos, formado no clube, deu nas vistas pela equipa principal dos "dragões" quando se estreou a marcar na última jornada da Liga portuguesa, numa goleada por 4-0 ao Boavista, a que se seguiram dois golos na final da Taça de Portugal, perdida para o Braga no desempate por grandes penalidade. Após sete golos em outros tantos jogos amigáveis em 2016/17, André Silva começou a nova época igualmente de pé quente, na sexta-feira, ao fechar o triunfo do Porto no terreno do Rio Ave, por 3-1, na ronda inaugural do campeonato.

André Silva em acção na final do EURO Sub-19 de 2014
André Silva em acção na final do EURO Sub-19 de 2014©Sportsfile

A titularidade na equipa chegou na sequência de dois bons anos, em 2014 e 2015, período no qual foi finalista vencido do Campeonato da Europa de Sub-19 da UEFA de 2014 – com cinco golos em cinco jogos –, antes de quatro remates certeiros em cinco partidas no Campeonato do Mundo de Sub-20 da FIFA, na caminhada até aos quartos-de-final. Em 2015/16 ajudou o Porto B a sagrar-se campeão da II Liga, prova na qual teve um arranque impressionante, com nove golos nos seus primeiros dez jogos.

Esta regularidade e veia goleadora podem colocá-lo ao nível dos melhores avançados que o Porto conheceu em épocas recentes, mas como Nuno Espírito Santo fez questão de frisar, "[O André] tem muitas qualidades e agora tem de fazer o seu trabalho e continuar a crescer". No entanto, essas qualidades poderão ser essenciais já frente ao conjunto orientado por Luciano Spalletti. Na equipa da Roma destacam-se alguns nomes: o defesa Thomas Vermaelen, os médios italianos Daniele De Rossi e Alessandro Florenzi, e os avançados Juan Iturbe (antigo jogador do Porto), Edin Džeko, Mohamed Salah, Stephan El Shaarawy e Francesco Totti, o eterno capitão da Roma, com 39 anos.

André Silva fechou a vitória sobre o Rio Ave
André Silva fechou a vitória sobre o Rio Ave©AFP/Getty Images

Com a aposta no treinador Nuno Espírito Santo, o Porto procura recuperar a mística que esteve na base de tantos sucessos no passado. O próprio técnico, aliás, disse recentemente que o clube "não pode estar um quarto ano sem conquistar títulos". Sobre o confronto com a Roma, após o sorteio, afirmou: "Sabemos das dificuldades que podemos encontrar, mas motivação não nos falta."

Sem conhecer revolução profunda, a equipa parece ter começado a ser renovada. Nuno injectou nova confiança e manteve a aposta em grande parte dos jogadores mais utilizados na temporada anterior, como Iker Casillas, Maxi Pereira, Danilo, Hector Herrera e Jesús Corona. Além de André Silva, é também elevada a expectativa que recai sobre outro jovem, o médio brasileiro Otávio, de 21 anos, regressado de empréstimo ao Vitória de Guimarães.

Todos têm a palavra a partir das 19h45 (hora de Portugal Continental) desta quarta-feira, no Estádio do Dragão, por ocasião do arranque do difícil embate com a Roma.

Topo