Retrospectiva do Porto - Roma

Porto e Roma defrontam-se pela primeira vez desde Novembro de 1981 no "play-off" da UEFA Champions League e o anfitrião ambiciona um início positivo com o novo treinador Nuno Espírito Santo.

Nuno Espírito Santo é o novo treinador do Porto
Nuno Espírito Santo é o novo treinador do Porto ©AFP/Getty Images

Nuno Espírito Santo, novo treinador do Porto, enfrenta uma estreia europeia complicada na tentativa de afastar a Roma no "play-off" da UEFA Champions League.

Confrontos anteriores
• O único confronto anterior entre os clubes nas competições da UEFA aconteceu na segunda eliminatória da Taça dos Vencedores das Taças em 1981/82. O Porto de Herman Stessl seguiu em frente ao vencer por 2-0 em casa e empatar 0-0 fora duas semanas depois.

• O registo do Porto em 26 jogos frente a equipas de Itália é de 7V 8E 11D (4V 5E 3D em casa – 3V 3E 6D fora). Nesta contabilidade incluem-se dois jogos realizados em campo neutro: derrota por 2-1 com a Juventus na final da Taça das Taças de 1984, em Basileia, e desaire por 1-0 diante do Milan na SuperTaça Europeia da UEFA de 2003, no Mónaco.

• O registo da Roma em 12 jogos frente a equipas portuguesas é de 5V 4E 3D (3V 2E 1D em casa – 2V 2E 2D em Portugal).

Retrospectiva do jogo
• O Porto perdeu os últimos quatro jogos disputados nas provas da UEFA sem marcar qualquer golo.

O Porto eliminou o LOSC no único
O Porto eliminou o LOSC no único©AFP/Getty Images

• Os "dragões" estrearam-se num "play-off" da UEFA Champions League em 2014/15, quando eliminaram o LOSC com vitórias fora por 1-0 e em casa por 2-0.

• A Roma não marcou nos últimos três jogos europeus. Os "giallorossi" alcançaram os oitavos-de-final na época passada, tendo sido eliminados pelo Real Madrid com um resultado total de 4-0.

• Esta é a primeira vez que a Roma participa num "play-off" da UEFA Champions League, embora tenha disputado duas vezes o equivalente na UEFA Europa League: eliminou confortavelmente o Košice, em 2009/10 (na primeira passagem de Luciano Spalletti pelo clube), mas foi afastada pelo Slovan Bratislava em 2011/12.

Ligações entre equipas e treinadores
• Juan Iturbe, avançado argentino da Roma, foi jogador do Porto entre Dezembro de 2011 e Agosto de 2013, mas fez apenas 11 jogos pelos "dragões", seis deles na Liga portuguesa.

• A Roma conta com um jogador português no plantel, o lateral Mário Rui. O jogador de 25 anos alinhou nos escalões de formação de Benfica e Sporting antes de rumar a Itália, onde está desde 2011.

• Danilo Pereira (Parma, 2010-2012) e Alex Telles (Inter, 2015-2016), do Porto, jogaram em Itália.

Juan Iturbe passou pelo Porto entre 2011 e 2013
Juan Iturbe passou pelo Porto entre 2011 e 2013©AFP/Getty Images

• Os brasileiros Otávio, médio do Porto, e Alisson Becker, guarda-redes da Roma, foram colegas no Internacional de Porto Alegre, do Brasil.

• Wojciech Szczęsńy, guarda-redes a cumprir a segunda época de empréstimo na Roma, foi suplente não utilizado na derrota da Polónia frente a Portugal, no qual jogou Danilo, nos quartos-de-final do UEFA EURO 2016.

• Iker Casillas, guardião do Porto, não saiu do banco de suplentes quando a Espanha perdeu por 2-0 com a Itália, de Daniele De Rossi e Alessandro Florenzi, nos oitavos-de-final do EURO 2016. Casillas também enfrentou De Rossi no EURO 2012, em duas ocasiões: a Espanha venceu a Itália por 4-0 na final, após ter empatado a um golo na fase de grupos.

• Casillas defrontou a Roma sete vezes como jogador do Real Madrid e contabiliza 4V 3E.

Perfil dos treinadores
• Nuno Espírito Santo, nascido em São Tomé e Príncipe, regressou ao Porto em Junho de 2016, após ter sido guarda-redes do clube em dois períodos distintos, para suceder a José Peseiro. Inicialmente treinador de guarda-redes depois de encerrar a carreira, impressionou como treinador do Rio Ave, a que se seguiram 16 meses no Valência entre Julho de 2014 e Novembro de 2015.

• Luciano Spalletti assumiu o comando técnico da Roma pela segunda vez na carreira em Janeiro de 2016. Antigo médio, deu-se a conhecer como treinador quando apurou a Udinese para a UEFA Champions League e ganhou duas vezes a Taça de Itália na Roma, entre 2005 e 2009. Guiou o Zenit à conquista de dois títulos na Rússia e uma Taça russa entre 2009 e 2014.

• Spalletti defrontou quatro vezes o Porto na fase de grupos de 2011/12 e 2013/14 como treinador do Zenit e nunca perdeu (2V 2E).

Topo