Destaques desta semana na Champions League

Cristiano Ronaldo, Diego Costa e André Schürrle vão tentar manter a veia goleadora, enquanto o Benfica defronta um Zenit bem mais rotinado: o UEFA.com analisa os jogos desta semana.

Cristiano Ronaldo somou mais quatro golos à sua conta pessoal este sábado
Cristiano Ronaldo somou mais quatro golos à sua conta pessoal este sábado ©AFP/Getty Images

Quantos golos irá marcar Ronaldo?
A Roma não precisa de ser recordada sobre a classe de Cristiano Ronaldo, mas o internacional português voltou a dar mostras do seu valor ao marcar por quarto vezes na goleada por 7-1 ao Celta Vigo, passando a ser o segundo melhor marcador de sempre da Liga espanhola, bem como o líder dos marcadores na presente edição da prova, com 27 tentos. Ronaldo também lidera este "ranking" na UEFA Champions League, com 12 golos, 11 deles na fase de grupos, registo recorde, antes de ter marcado à Roma e passado a ter 88 na competição – tabela que também lidera.

Cristiano Ronaldo frente à Roma
Cristiano Ronaldo frente à Roma

No entanto, Luciano Spalletti, treinador da Roma, espera que Mohamed Salah e Stephan El Shaarawy possam contrariar Ronaldo, afirmando: "Se a bola chegar rapidamente ao ataque, El Shaarawy e Salah podem ser devastadores." El Shaarawy contabiliza cinco golos em seis jogos da Serie A desde Janeiro, enquanto Salah tem cinco nos últimos quatro jogos de campeonato – estatísticas que sugerem que a Roma ainda tem uma palavra a dizer.
Real Madrid - Roma, terça-feira

Schürrle a regressar à boa forma? 
Antes de defrontar o Hannover a meio da semana, André Schürrle tinha dois golos em 33 jogos na Bundesliga, números pouco consentâneos após a avultada contratação ao Chelsea. No entanto, um "hat-trick" no espaço de 27 minutos deu-lhe bastante moral. "Muito foi dito e escrito, mas penso que dei a resposta certa", explicou Schürrle.

Resumo: Gent 2-3 Wolfsburgo
Resumo: Gent 2-3 Wolfsburgo

Do lado do Gent, o treinador Hein Vanhaezebrouck diz que as hipótese de apuramento são escassas", mas sente que a formação germânica pode "começar a entrar em pânico" caso sofra um golo primeiro: "Ainda assim, penso que têm mais classe. Mas não vamos desistir e espero que os jogadores pensem como eu", concluiu.
Wolfsburgo - Gent, terça-feira

Costa tenta reencontrar veia goleadora na Europa
A derrota na primeira mão continua a ser a única do Chelsea em 16 jogos sob o comando de Guus Hiddink esta temporada, e o treinador-interino quer que os "blues" estejam ao mais alto nível no segundo jogo. "Vamos precisar de ser agressivos desde o início, mas de forma controlada", disse. "Vamos defrontar uma equipa de classe que nos castigará se cometermos erros."

Resumo: Paris 2-1 Chelsea
Resumo: Paris 2-1 Chelsea

Diego Costa pode ser crucial para o Chelsea, depois de marcar dez golos desde a chegada de Hiddink, contra os quatro conseguidos antes. Mas na UEFA Champions League tem sido mais complicado ultimamente, já que registou apenas um em 14 jogos europeus pelo clube de Londres.
Chelsea - Paris, quarta-feira

Zenit a todo o gás
Uma derrota por 1-0 na primeira mão frente ao Benfica não se pode considerar um desastre para o Zenit, dado que foi o seu primeiro jogo do ano. Agora mais rotinado, após o sucesso sobre o Kuban na Taça da Rússia e um empate com o Krasnodar no primeiro jogo da Liga russa em 2016, o médio Danny sente que a sua equipa está preparada. "Aumentámos a nossa confiança e ritmo, e estamos prontos a 100 por cento", notou. "O Benfica é uma equipa de qualidade muito elevada, mas nós somos fortes, jogamos em casa e queremos vencer."

A formação russa espera que o Benfica esteja um pouco distraído após a vitória por 1-0 no derby com o Sporting, resultado que colocou o campeão luso na liderança. "Estamos felizes, mas ainda faltam nove finais", disse o treinador Rui Vitória.
Zenit - Benfica, quarta-feira

Horas de Portugal Continental

Topo