Rui Vitória satisfeito com triunfo do Benfica

Apesar de ter marcado no final, Rui Vitória afirmou que tudo correu como planeado para o Benfica, enquanto André Villas-Boas acredita que o Zenit dará a volta na Rússia.

Watch the best of the action from Lisbon where Jonas headed a dramatic late goal to give Benfica the edge against Zenit.
  • Golo de Jonas nos descontos dá ao Benfica vantagem de 1-0 frente ao Zenit
  • Rui Vitória afirma que o Benfica foi justo vencedor
  • André Villas-Boas diz que Zenit irá dar a volta em casa
  • Segunda mão agendada para o Stadion Petrovskiy a 9 de Março

Rui Vitória, treinador do Benfica
Fomos justos vencedores frente a uma boa equipa. Não corremos muitos riscos, tivemos o jogo quase sempre controlado e tacticamente fomos perfeitos. Se calhar merecíamos marcar mais cedo. Sabíamos que o Zenit iria apostar no contra-ataque e que poderia ser perigoso. Circulámos a bola com paciência e vencemos graças à nossa persistência.

Forte elogio ao trabalho da equipa e dos meus jogadores, que evidenciaram grande maturidade na percepção de tudo o que lhes foi pedido. O Zenit queria jogar e forçar um erro nosso, mas fomos inteligentes em campo e marcámos perto do final, quando o deveríamos ter feito antes, tendo em conta o que fizemos em campo. A eliminatória está em aberto, nós estamos na frente e sabemos que temos a capacidade de marcar lá.

Será um jogo difícil na Rússia, mas vamos lutar até ao fim com determinação e acreditando sempre em nós. Conforme vimos hoje em que jogou um jogador que ainda é júnior e outro que é da equipa B, quem jogar lá dará conta do recado. Jogaremos com 11, sabendo que não será um jogo fácil. Confio totalmente nos jogadores que tenho à disposição. Vamos respeitar o adversário acreditando no que fazemos, que é jogar para criar ocasiões de golo, e lá vamos tentar fazer o mesmo. Não vou mudar as minhas ideias e a identidade da equipa na Rússia.

Estamos numa posição melhor do que quando começámos: 1-0 é sempre um bom resultado nas competições europeias, e tenho quase a certeza que marcaremos em São Petersburgo.

André Villas-Boas, treinador do Zenit
A equipa esteve competente táctica e fisicamente. Pensei que iríamos aguentar. Estivemos bem posicionados e equilibrados. Pensei que o jogo ia terminar sem golos. Os detalhes são importantes e o Benfica soube aproveitar e marcar. Se com 0-0 estaria tudo em aberto, o mesmo acontece com o 1-0. Vamos ser mais ofensivos e criar mais ocasiões do que hoje. Na primeira parte saímos bem para o ataque, mas na segunda não o conseguimos fazer tantas vezes. Infelizmente sofremos um golo num lance de bola parada e isso pareceu-me algo injusto. 

Até ao jogo da segunda mão vamos fazer dois jogos, o que nos vai permitir ganhar mais ritmo competitivo. Era esse o nosso objectivo, o de fazer um bom resultado aqui, mas foi pena sofrermos o golo tão perto do final, que nos tirou toda a parte emocional do esforço que fizemos. Queríamos o 0-0, mas agora no Petrovskiy, um estádio onde é complicado jogar, onde os adeptos nos vão ajudar frente a um adversário que irá fazer uma longa viagem, com outro fuso horário, pelo que vamos criar problemas ao Benfica e tentar dar a volta.

Vamos jogar mais abertos, tentar ter mais bola para criar ocasiões de golo. Conseguimos impedir o Benfica de criar perigo nas alas com cruzamentos, excepção feita para o lance de bola parada que deu o golo da vitória.

Topo