Ronaldo fala sobre novo recorde na goleada do Real Madrid

"São coisas como esta que me fazem continuar", avisou Cristiano Ronaldo em declarações ao UEFA.com, após atingir mais um recorde, graças aos quatro golos pelo Real Madrid.

Cristiano Ronaldo estabeleceu esta terça-feira um novo recorde de golos na fase de grupos
Cristiano Ronaldo estabeleceu esta terça-feira um novo recorde de golos na fase de grupos ©AFP/Getty Images

Cristiano Ronaldo já venceu duas vezes a UEFA Champions League, por isso podemos dizer que tem uma ligação especial com esta competição. O português de 30 anos já era o melhor marcador de sempre da prova, com 84 golos, mas terça-feira marcou quatro vezes ao Malmö na goleada de 8-0 imposta pelo Real Madrid, no Grupo A. Ronaldo aumentou o seu registo para 88 golos e tornou-se no primeiro jogador a apontar 11 tentos na fase de grupos.

Esta proeza é ainda mais notável pelo facto de ter ficando em branco na terceira e na quarta jornada, com todos os golos na edição deste ano a acontecerem em apenas quatro encontros, frente a Malmö (dois fora, quatro em casa) e Shakhtar Donetsk (três em casa e dois fora).

"Estou muito feliz", afirmou o atacante ao UEFA.com. "Os recordes são para ser batidos e sinto-me satisfeito. Estou muito bem, tenho muita confiança e isso foi bastante importante para mim esta noite".

O madeirense, que também é o melhor marcador de sempre do Real Madrid, partilhava o recorde de golos na fase de grupos com Luiz Adriano, do Shakhtar Donetsk, que tinha igualado os nove golos marcados por Ronaldo em 2013/14.

Em seguida, o capitão de Portugal estabeleceu o máximo de 17 golos numa campanha, na época em que os "merengues" conquistaram "La Décima". Já com 11 remates certeiros e com, pelo menos, mais dois jogos para disputar, nos oitavos-de-final, o avançado pode pensar em novos recordes.

"Jogámos com muita personalidade", afirmou Ronaldo, que esteve directamente envolvido nos primeiros seis golos da sua equipa, incluindo um devastador "hat-trick" em apenas 12 minutos durante a segunda parte, que lhe permitiu tornar-se no primeiro jogador do Real Madrid a marcar por quatro vezes num desafio da UEFA Champions League.

"Desde o início que queríamos marcar, ganhar e fazer uma exibição completa, e foi isso que conseguimos. Marcar oito golos é sensacional, independentemente do adversário. A nível pessoal, estou muito feliz por conseguir marcar e ajudar a equipa", acrescentou.

Marcar golos na Liga espanhola não tem sido uma problema para o Real Madrid esta época, mas os dez golos conseguidos por Ronaldo em 14 jornadas parecem modestos, quando comparados com as proezas na UEFA Champions League, estando neste momento no quarto lugar da tabela, com menos quatro golos que o líder Neymar.

No entanto, depois de ter marcado nos últimos quatro jogos em todas as competições, Ronaldo tem motivos para acreditar que pode ultrapassar o brasileiro e, não querendo descansar sobre os louros conquistados, deixou um alerta aos futuros adversários: " São coisas como esta que me fazem continuar a trabalhar muito e a querer melhorar".

Topo