Ronaldo com novo recorde, Benfica falha liderança

Cristiano Ronaldo e o Real Madrid quebraram recordes, numa noite em que o Benfica falhou o primeiro lugar e Vieirinha ajudou o Wolfsburgo a eliminar o Manchester United.

Naldo celebra o golo que deu a vitória ao Wolfsburgo
Naldo celebra o golo que deu a vitória ao Wolfsburgo ©Getty Images
  • Wolfsburgo e PSV afastam Manchester United dos oitavos-de-final após uma ponta final emocionante
  • Atlético e Manchester City batem Benfica e Juventus na luta pelo primeiro lugar dos respectivos grupos
  • Cristiano Ronaldo e Real Madrid quebram recordes de golos
  • Vote no Jogador da Semana a partir das 09h00 (de Portugal Continental) de quinta-feira
  • Grupos E a G terminam na quarta-feira; sorteio dos oitavos-de-final realiza-se às 11h00 de segunda-feira

Ponto de situação
Vencedores dos grupos:
Real Madrid, Wolfsburg, Atlético Madrid, Manchester City, Barcelona, Bayern München, Zenit
Segundos classificados dos grupos:
Paris Saint-Germain, PSV Eindhoven, Benfica, Juventus
Podem apurar-se na quarta-feira:
Roma, Bayer Leverkusen, BATE Borisov; Olympiacos, Arsenal; Chelsea, Porto, Dynamo Kyiv; Gent, Valencia (1 group winner, 4 group runners-up, 4 UEFA Europa League places tbc)
Transitam para a UEFA Europa League:
Shakhtar Donetsk, Manchester United, Galatasaray, Sevilla
Eliminados das competições europeias:
Malmö, CSKA Moskva, Astana, Borussia Mönchengladbach, Dinamo Zagreb, Maccabi Tel-Aviv, Lyon

Clique nos links para aceder a resumos vídeo (a partir da meia-noite de Portugal Continental), crónicas e reacções.

Grupo A
Paris Saint-Germain 2-0 Shakhtar Donetsk
O Paris já sabia que ia terminar no segundo posto, mesmo antes dos golos de Lucas e Zalatan Ibrahimović frente ao Shakhtar. Ainda assim, a formação ucraniana transita para os 16 avos-de-final da UEFA Europa League, após beneficiar da derrota do Malmö para segurar o terceiro lugar.

Real Madrid 8-0 Malmö
Karim Benzema marcou dois golos madrugadores para o já confirmado vencedor do grupos, mas depois o protagonismo passou para Cristiano Ronaldo. O extremo luso elevou para 3-0 aos 39 minutos e depois apontou três golos no primeiro quarto-de-hora da segunda parte, elevando a sua conta pessoal esta temporada para 11, mais dois do que o recorde anterior na fase de grupos, que partilhava com Luiz Adriano. Mateo Kovačić fez o sétimo dos "merengues", antes de Benzema completar o seu "hat-trick", igualando a vitória mais dilatada na história da competição.

Grupo B
Wolfsburg 3-2 Manchester United
O Wolfsburgo apurou-se no primeiro posto e o Manchester United terminou no terceiro, após uma partida verdadeiramente alucinante. Anthony Martial colocou o Manchester United em vantagem, logo aos dez minutos, no entanto Naldo empatou quase de seguida, cabendo a Vieirinha operar a reviravolta, concluindo uma óptima jogada colectiva, perto dos 30 minutos. Por esta altura, o Manchester United estava eliminado, apesar da breve réstia de esperança conferida pela vantagem do CSKA, mas voltou ao segundo lugar quando o cabeceamento de Marouane Fellaini foi desviado para a própria baliza por Josuha Guilavogui. Isto foi aos 82 minutos. No entanto, praticamente a seguir, Naldo bisou e decidiu a contenda.

PSV Eindhoven 2-1 CSKA Moskva
O PSV sabia que seguia em frente em caso de vitória, apesar de com a derrota do Manchester United um empate servir para o emblema holandês. A 14 minutos do fim, o CSKA, que nunca sairia do quarto lugar, conquistou uma grande penalidade, convertida por Sergei Ignashevich. Ainda assim, Luuk de Jong empatou de pronto, abrindo caminho para a primeira presença do PSV nos oitavos-de-final desde 2006/07, a última vez em que um clube da Eredivisie chegou tão longe na prova.

Grupo C
Benfica 1-2 Atlético de Madrid
O Atlético precisava de vencer para afastar o anfitrião, também já qualificado, do primeiro lugar, e conseguiu o objectivo graças a golos de Saúl Ñíguez e Luciano Vietto, um em cada parte. Apesar de Kostas Mitroglou ter reduzido a 15 minutos do fim, os "colchoneros" seguraram o triunfo.

Galatasaray 1-1 Astana
Durante dois minutos, parecia que o Astana podia ser a primeira equipa cazaque numa fase a eliminar das competições europeias – no caso, a UEFA Europa League – quando Patrick Twumasi o colocou em vantagem. Mas Selçuk İnan empatou quase de imediato e deu o terceiro lugar ao Galatasaray.

Grupo D
Sevilla 1-0 Juventus
O Sevilha pode tentar somar o terceiro título consecutivo da UEFA Europa League após o golo de Fernando Llorente lhe ter dado os três pontos, que permitiram ultrapassar o Mönchengladbach no terceiro lugar, atrás da Juventus.

Manchester City 4-2 Borussia Mönchengladbach
Esse desaire da Juve significa que o Manchester City podia terminar no primeiro lugar, apesar de ter deixado a vitória para ofim. David Silva colocou os "citizens" em vantagem, mas os visitantes chegaram ao intervalo a vencer por 2-1, graças a Julian Korb e Raffael. A dez minutos do fim, Raheem Sterling empatou e segundos depois deu a volta ao marcador, assinalando o seu 21º aniversário de forma memorável. O suplente Wilfried Bony selou o resultado final, encerrando a campanha europeia do Mönchengladbach.

Topo