Porto e Benfica vencem, Bayern derrotado

Real Madrid e Atlético ganharam terreno ao Barcelona, Zlatan Ibrahimović soma novo recorde, Bayern e Chelsea perderam e Benfica e Porto venceram - veja como foi o fim-de-semana.

Jesús Corona fez o primeiro do Porto
Jesús Corona fez o primeiro do Porto ©AFP/Getty Images

Grupo A
Real Madrid 4-1 Getafe (Benzema 4 16, Bale 35, Ronaldo 38; Alexis 70)
Karim Benzema bisou nos primeiros 20 minutos e lançou o Real para uma vitória tranquila. O golo de Gareth Bale foi o seu segundo em outros tantos encontros, enquanto Cristiano Ronaldo somou o décimo na Liga espanhola e quarto nas últimas três partidas.

Zlatan Ibrahimović depois de marcar para o Paris
Zlatan Ibrahimović depois de marcar para o Paris©AFP/Getty Images

Nice 0-3 Paris (Cavani 35, Ibrahimović 44gp 61)
Zlatan Ibrahimović isolou-se como o melhor marcador de sempre da história do clube na Liga francesa, ao aumentar o seu pecúlio para 87 golos, tendo feito ainda a assistência para o outro tento da noite, assinado por Edinson Cavani.

Shakhtar Donetsk 3-0 Karpaty (Eduardo 56, Ismaily 85, Alex Teixeira 88)
Os mineiros somaram a 11ª vitória seguida, pelo que chegam à paragem de Inverno na liderança do campeonato. Alex Teixeira voltou a marcar e aumentou para 22 os golos na prova, 17 deles nos últimos dez jogos.

Malmö - a edição de 2015 da Allsvenskan terminou a 31 de Outubro.

Grupo B
Wolfsburg 1-2 Dortmund (Rodriguez 90+1gp; Reus 32, Kagawa, 90+3)
Um final frenético viu os "lobos" terminarem a sua série de 29 jogos em casa sem perder no campeonato. Um penalty convertido por Ricardo Rodriguez no minuto 91 parecia ter dado um ponto aos da casa, mas Shinji Kagawa deu a vitória aos visitantes, dois minutos depois.

Manchester United 0-0 West Ham 
O United está agora a três pontos do líder Leicester depois de não ir além de um empate ante os "hammers" em Old Trafford, naquele que foi o terceiro 0-0 em sete partidas da Premier League em casa, esta temporada.

Vitesse 0-1 PSV (Hendrix 90)
Um tento tardio de Jorrit Hendrix permitiu ao PSV manter a pressão sobre o Ajax na liderança da Eredivisie. O PSV não perde há nove jogos, tendo ganho sete, desde a derrota na terceira jornada com o Wolfsburgo.

Amkar 2-0 CSKA Moskva (Alikhan Shavaev 37, Salughin 80)
Apesar de ter garantida a liderança à entrada da paragem de Inverno na Rússia, os comandados de Leonid Slutski terão de esperar até 4 de Março para somar a próxima vitória, depois de esta derrota aumentar para quatro os jogos seguidos sem ganhar, perdendo três deles.

Grupo C
Granada 0-2 Atlético (Godin, 20, Griezmann 76)
Diego Godín marcou o seu primeiro golo da temporada e Antoine Griezmann o quinto em outros tantos encontros pelo Atlético, que não perde há 12 jogos em todas as competições e está numa série de seis vitórias seguidas.

Benfica 3-0 Académica (Jonas 35gp, 69gp Renato Sanches 85)
Os campeões portugueses somaram o quarto jogo consecutivo sem sofrer golos na Liga portuguesa ao baterem, em casa, a Académica por 3-0. Duas grandes penalidades convertidas por Jonas - que leva agora dez golos em 11 jogos na presente edição da prova - e um grande golo do jovem Renato Sanches, já perto do fim, ditaram o triunfo das "águias".

Galatasaray 3-0 Bursaspor (Podolski 68, Yasin Öztekin 80, Burak Yılmaz 89)
Com três golos nos últimos 22 minutos, o Galatasaray bateu o Bursaspor e somou a sua primeira vitória em quatro jogos na Liga turca. Lukas Podolski
e Burak Yılmaz marcaram ambos o sétimo golo no presente campeonato.

Astana - a edição de 2015 da Premier League do Cazaquistão terminou a 8 de Novembro.

Grupo D
Lazio 0-2 Juventus (Gentiletti 7(ag), Dybala 32)
Paulo Dybala marcou o seu sétimo golo e fez a assistência para o outro na vitória por 2-0 em casa da Lázio. Foi a quinta vitória consecutiva dos campeões em título na presente época na Serie A. 

Stoke 2-0 Manchester City (Arnautovic 7 15 )
Na frente à entrada do fim-de-semana, o City já vai em quatro jogos seguidos sem ganhar fora na Premier League - não marcando nos últimos três - depois de Xherdan Shaqiri ter feito a jogada dos dois golos apontados por Marko Arnautovic, num jogo em que Fernando saiu lesionado para os visitantes.

Mönchengladbach 3-1 Bayern (Wendt 54, Stindl 66, Johnson 68; Ribéry 81)
Os da casa continuam sem perder no campeonato desde que são comandados por André Schubert, infligindo a primeira derrota aos líderes, tendo-se tornado na primeira equipa a marcar mais que uma vez ao Bayern, esta época.

Deportivo 1-1 Sevilha (Lucas 22; Iborra 76)
Os vencedores de 2015 da UEFA Europa League não perdem há três jogos, desde a quinta jornada, com o tento de Vicente Iborra a dar-lhes um ponto na deslocação à Galiza. A formação de Unai Emery continua sem perder fora de casa na Liga espanhola desde 23 de Maio.

Santi Mina festeja o seu golo
Santi Mina festeja o seu golo©AFP/Getty Images

Grupo E
Valência 1-1 Barcelona (Santi Mina 86; Suárez 59)
Luis Suárez aumentou o seu pecúlio para 13 golos em 13 jogos pelo Barcelona esta época, mas não foi suficiente, pois um golo tardio terminou a série de sete jogos seguidos a vencer em todas as competições. O Barcelona está na frente, mas agora com apenas dois pontos de avanço.

Torino 1-1 Roma (Maxi López 90+4; Pjanić 83)
Aumentou para três a série dos "gialorossi" sem vitórias na Serie A, com um penalty convertido por Maxi López no minuto 94 a fazer o 1-1. Um livre de Miralem Pjanić  – o sétimo tento na competição –, no minuto 83, deu esperança à sua equipa em chegar à primeira vitória fora desde 25 de Outubro.

Hertha 2-1 Leverkusen (Darida 7, John Brooks 60; Hernández 29) 
Javier Hernández aumentou para 11 os golos marcados nos dez últimos encontros pelo Bayer em todas as competições, ao fazer o empate em Berlim, mas o Leverkusen – que viu Sebastian Boenisch ser expulso no minuto 17 – acabaria derrotada pela terceira vez nas últimas cinco partidas da Bundesliga.

BATE - a edição de 2015 da Premier League da Bielorrússia terminou a 8 de Novembro.

A festa dos jogadores do Mönchengladbach
A festa dos jogadores do Mönchengladbach©Getty Images

Grupo F
Mönchengladbach 3-1 Bayern (Wendt 54, Stindl 66, Johnson 68; Ribéry 81)
O Bayern foi derrotado pela primeira vez na Bundesliga esta temporada – onde perdeu pontos apenas pela segunda vez –, num encontro em que o regressado Franck Ribéry fez o jogo 300 pelo clube, marcando o tento de consolação da sua equipa.

Panthrakikos 3-4 Olympiacos (Diguiny 15 90+1, Iliadis 87; Durmaz 14, Fortounis 48p, Finnbogason 66p, Sebá 80)
Sebá estreou-se a marcar pela equipa de Marco Silva, na 12ª vitória seguida desde o começo da prova, batendo um recorde nacional estabelecido pela sua equipa de 1966/67.

Arsenal 3-1 Sunderland (Cambell 33, Giroud 63, Ramsey 90+3; Giroud ag45)
Os "gunners" são agora segundos da tabela, com Olivier Giroud a marcar o segundo da sua equipa, depois de ter feito o empate para o Sunderland, ao bater Petr Čech. Theo Walcott jogou pela primeira vez desde Outubro e esteve na jogada do terceiro.

Dinamo Zagreb 2-1 Hajduk Split (Junior Fernandes 6, Soudani 90+4; Cakyas 17)
O Dínamo desalojou o Rijeka da liderança ao derrotar o terceiro classificado, o Hajduk Split, por 2-1, graças a um tento de El Arabi Hilal Soudani no minuto 94, aumentando para sete as vitórias seguidas em casa. Foi o primeiro golo do argelino desde Agosto.

Bournemouth after their win at Chelsea
Bournemouth after their win at Chelsea©AFP/Getty Images

Grupo G
Chelsea 0-1 Bournemouth (Murray 82)
Glenn Murray finalizou à boca da baliza depois de um lance confuso na pequena área para dar o triunfo a um dos últimos, o Bournemouth, em Stamford Bridge. Com John Terry ausente pelo segundo encontro consecutivo, esta foi a quarta derrota em casa da formação de José Mourinho.

Porto 2-1 Paços Ferreira (Corona 29, Layún 64 gp; Moreira 8)
Sem derrotas no campeonato, o Porto vai agora em quatro vitórias seguidas na prova, ao dar a volta ao marcador na recepção ao Paços Ferreira, com uma grande penalidade batida por Miguel Layún, na segunda parte, a fazer o resultado final.

Metalurh Zaporizhya 0-6 Dynamo Kyiv (Yarmolenko 8, Petrović 22, Garmash 47, Teodorczyk 61, Gusev 86pen 90+2)
Dínamo vai partir para a paragem de Inverno em igualdade pontual com o Shakhtar no topo da Liga ucraniana, depois da vitória dilatada na visita ao Metalurh Zaporizhya, último classificado.

Hapoel Kfar-Saba 0-0 Maccabi Tel-Aviv 
A série de quatro vitórias do Maccabi Tel-Aviv na Premier League de Israel terminou com um nulo na visita ao Hapoel Kfar-Saba, que permitiu ao Hapoel Beer Sheva juntar-se-lhe na liderança, com 29 pontos.

Grupo H
Zenit 1-1 Ufa (Garay 86gp; Zinchenko 36)
A formação de André Villas-Boas entrou nos três meses da paragem de Inverno da Premier League russa a sete pontos do líder CSKA, depois de uma grande penalidade a quatro minutos do final lhe ter valido um ponto. Ezequiel Garay marcou dos onze metros, cinco minutos depois de Axel Witsel ter falhado do mesmo local.

Gent 2-2 Zulte Waregem (Kums 39pen, Simon 90+4; Lepoint 22, De Ridder 50)
Gent escapou à segunda derrota da época na Liga belga graças a um golo de Moses Simon ao cair do pano, num jogo em que por duas vezes se viu em desvantagem no marcador.

Valência 1-1 Barcelona (Santi Mina; Suárez 59)
O primeiro golo de Santi Mina pelo Valência - dois dias após o seu 20º aniversário - valeu um ponto ante o líder da Liga. Voro foi o treinador interino do Valência, com Gary Neville a assumir agora o comando da equipa.

Lyon 0-2 Angers (Cheikh Ndoye 17,81)
Lyon não vence há cinco jogos (1D 4E), depois de ser derrotado em casa por 2-0 ante o promovido Angers, que voltou a surpreender outro grande da Ligue 1 depois do 0-0 ante o Paris. O médio senegalês Cheikh Ndoye marcou os dois golos.

Topo