Benfica e Porto vitoriosos, Barça foge ao Real

Benfica e Porto venceram, Neymar ajudou o Barcelona a fugir ao Real e Manchester City e Arsenal perderam pontos. Saiba como se portaram as equipas da UEFA Champions League a nível interno.

©Getty Images

Grupo A
Sevilla 3-2 Real Madrid (Immobile 36, Banega 61, Llorente 74; Ramos 22, James Rodríguez 90+3)
O Real Madrid parte para o "El Clásico", a 21 de Novembro, a três pontos do líder Barcelona, após sofrer a primeira derrota nesta edição do campeonato. Sergio Ramos colocou os visitantes em vantagem, mas o Sevilha respondeu com três golos, de nada servindo o tento de James Rodríguez, recuperado de lesão, em tempo de compensação.

Paris 5-0 Toulouse (Di María 6, Ibrahimović 18, 75, Lucas 66, Lavezzi 78)
O bis de Zlatan Ibrahimović elevou a sua conta pessoal nesta edição do campeonato para nove golos, com a equipa de Laurent Blanc a somar a sétima vitória consecutiva na Ligue 1 e a manter a vantagem de dez pontos na liderança.

Olexandriya 2-3 Shakhtar (Zaporozhan 16pen, Ponomar 90+1; Dentinho 14, Gladkiy 43, Alex Teixeira 54)
O líder do campeonato ucraniano alcançou a sua oitava vitória seguida na prova, com a ajuda do 19º golo de Alex Teixeira em apenas 13 partidas esta temporada. No entanto, o avançado brasileiro foi expulso em tempo de compensação.

Gotene 0-5 Malmö (Taça da Suécia, Rodić 1, 10, Berget 45, 86, Kroon 87)
O campeão sueco de 2014 apurou-se facilmente para a terceira eliminatória da taça, com uma goleada ao Gotene, do quinto escalão.

Grupo B
Manchester United 2-0 West Brom (Lingard 52, Juan Mata 90+1pen)
O golo inaugural do desafio, apontado por Jesse Lingard – a sua estreia a marcar pelo clube – foi o primeiro golo do Manchester United nos últimos 260 minutos na Premier League, com Juan Mata a fazer o 2-0 nos instantes finais, deixando a equipa de Louis van Gaal a dois pontos da dupla de líderes, composta por Manchester City e Arsenal.

PSV Eindhoven 3-1 Utrecht (Moreno 2, Arias 58, De Jong 72; Ramselaar 49)
Luuk de Jong falhou uma grande penalidade na segunda parte mas compensou o erro minutos depois, apontando o seu 30º golo na Eredivisie pelo campeão PSV, que está agora a dois pontos do líder Ajax.

Mainz 2-0 Wolfsburg (De Blasis 31, Malli 75)
O Wolfsburgo perdeu mais terreno em relação ao Bayern, líder da Bundesliga, em consequência da segunda derrota no espaço de cinco dias. Os "lobos", terceiros na classificação, batidos pelo PSV a meio da semana, ficaram sem Julian Draxler, expulso na primeira parte.

Krasnodar 2-1 CSKA Moskva (Smolov 18,30; Dzagoev 28)
Os "militares" perderam na Premier League russa pela primeira vez esta temporada, com o Krasnodar a ser responsável pelo fim da invencibilidade. O CSKA lidera com seis pontos de vantagem.

O Benfica de Rui Vitória entra em campo no domingo
O Benfica de Rui Vitória entra em campo no domingo©AFP/Getty Images

Grupo C
Benfica 2-0 Boavista (Gonçalo Guedes 39, Carcela-González 88)
O Benfica somou a segunda vitória consecutiva na Liga portuguesa mas teve de lutar bastante pela conquista dos três pontos, apesar de Gonçalo Guedes ter feito o 1-0 na primeira parte. As "águias" só ficaram mais tranquilas após o suplente Mehdi Carcela-González dilatar a vantagem, nos instantes finais, e ocupam agora o terceiro lugar.

Atlético 1-0 Sporting Gijón (Griezmann 90+3)
Antoine Griezmann evitou o terceiro empate consecutivo dos "colchoneros", todas as competições incluídas, após marcar de cabeça em tempo de compensação e dar a vitória à sua equipa. O Atlético revelou dificuldades para criar perigo durante todo o desafio, mas respirou de alívio quando o francês facturou o seu quinto golo na Liga espanhola.

Rizespor 4-3 Galatasaray (Akyuz 19 45, Kweuke 90+2, Kadah 90+5; Sneijder 4, Podolski 65, Olcan Adın 75)
A formação de Hamza Hamzaoğlu perdeu apenas o segundo jogo nesta edição do campeonato – o primeiro desde o final de Agosto – de forma emocionante, com a expulsão de Umut Bulut, aos 88 minutos, a preceder dois golos dos anfitriões em tempo de compensação. A última vez que  o Galatasaray tinha sofrido quatro golos na Super Liga turca foi em Outubro passado.

Astana 1-0 Aktobe (Kabananga 87)
A primeira equipa cazaque a participar na competição sagrou-se bicampeã, graças a um triunfo fora na última jornada. Junior Kabananga garantiu os três pontos a três minutos do fim, momentos após o Aktobe ter ficado sem Sergey Khizhnichenko, expulso. Os anfitriões terminam a campanha com um ponto de vantagem sobre o Kairat Almaty, seu mais directo perseguidor.

A Juve está a nove pontos da liderança da Serie A
A Juve está a nove pontos da liderança da Serie A©AFP/Getty Images

Grupo D
Aston Villa 0-0 Manchester City
O último classificado impôs um nulo ao líder da Premier League na estreia de Rémi Garde, antigo treinador do Lyon, em Villa Park. Fernando acertou no ferro da baliza em tempo de compensação, com o conjunto de Manuel Pellegrini a somar o segundo empate a zero consecutivo fora no campeonato.

Empoli 1-3 Juventus (Maccarone 19; Mandžukić 32, Evra 38, Dybala 84)
O campeão italiano recuperou de desvantagem para averbar a sua primeira vitória fora na Serie A desde 20 de Setembro, subindo assim ao sétimo posto. A Juve está a nove pontos da liderança.

Sevilla - Real Madrid (Immobile 36, Banega 61, Llorente 74; Ramos 22, James Rodríguez 90+3)
O Sevilha ascendeu à primeira metade da tabela da Liga espanhola após se tornar no primeiro clube esta época a marcar três golos ao Real Madrid, feito conseguido pela última vez pelo Getafe, em Maio. A formação andaluz viu-se em desvantagem a meio da primeira parte, mas respondeu através de Ciro Immobile, que se estreou a marcar pelo clube. Na etapa complementar, Éver Banega e Fernando Llorente marcaram os golos que derrotaram os "merengues".

Mönchengladbach 0-0 Ingolstadt
A série de seis vitórias consecutivas do Mönchengladbach sob o comando do treinador-interino André Schubert chegou ao fim, por culpa do empate a zero com o Ingolstadt, recém-promovido à Bundesliga. Granit Xhaka viu o segundo cartão amarelo e foi expulso aos 86 minutos.

Dez anos desde o primeiro golo de Messi na Champions League
Dez anos desde o primeiro golo de Messi na Champions League

Grupo E
Barcelona 3-0 Villarreal (Neymar 60, 85, Suárez 70pen)
O líder da Liga espanhola alcançou um triunfo confortável no último jogo antes de enfrentar o rival Real Madrid no "El Clásico". Neymar (nove golos em sete jogos) e Luis Suárez (oito em sete) marcaram os últimos 17 golos do Barcelona no campeonato.

Roma 2-0 Lazio (Džeko 10pen, Gervinho 62)
Os "giallorossi" ficaram a um ponto do topo da Serie A após baterem a vizinha Lázio no 179º derby de Roma, no Stadio Olimpico. Gervinho selou o resultado final com o seu sexto golo em sete partidas.

Leverkusen 1-2 Köln (Hernández 33; Maroh 17,72)
Os "werkself" sofreram a terceira derrota seguida, todas as competições incluídas, com o Colónia a levar a melhor no derby do Reno. O décimo golo de Javier Hernández nos últimos 13 jogos pelo clube foi insuficiente para evitar o desaire.

BATE Borisov 4-1 Slutsk (Rios 20, 54, Nikolić 31pen, Karnitski 80)
Já sagrado campeão bielorrusso, pela 12ª vez, o BATE terminou o campeonato com 12 pontos de vantagem sobre o Dinamo Minsk, que lhe infligiu a única derrota em 26 jogos.

Grupo F
Bayern München 4-0 Stuttgart (Robben 11, Douglas Costa 18, Lewandowski 37, Müller 40)
Holger Badstuber regressou à competição 200 dias após se ter lesionado numa coxa, com o campeão a aumentar para oito pontos a sua liderança na Bundesliga. Arjen Robben igualou o registo de Mario Gomez pelo Bayern, com o seu 113º golo pelos bávaros. Os 34 pontos que o Bayern averbou nas primeiras 12 jornadas constitui um recorde da competição.

Olympiacos 2-0 Iraklis (Milivojević 20, Ideye 61)
A formação de Marco Silva, ainda sem perder, continua a um ritmo impressionante na Grécia, marcando um golo em cada parte para restabelecer a vantagem de oito pontos sobre o Panathinaikos, graças à décima vitória consecutiva na prova.

Arsenal 1-1 Tottenham (Gibbs 77, Kane 32)
O Arsenal parecia encaminhar-se para a segunda derrota no espaço de uma semana, após a goleada por 5-1 sofrida frente ao Bayern, quando Harry Kane foi colocado em jogo por Laurent Koscielny e adiantou o Tottenham no marcador. Depois do intervalo os visitantes continuaram a dominar o derby londrino, mas os "gunners" fizeram pela vida e chegaram ao empate, graças ao suplente Kieran Gibbs, que concluiu um cruzamento de Mesut Özil.

Dinamo Zagreb 1-0 Istra 1961 (Junior Fernandes 81)
Após derrotas consecutivas no campeonato, o Dínamo, segundo classificado, regressou às vitórias para manter viva a esperança de ganhar o título croata. Os anfitriões estão a três pontos do líder Rijeka ao cabo de 16 jornadas.

Grupo G
Porto 2-0 Setúbal (Aboubakar 70, Layún 84)
O invicto Porto, segundo classificado, está a cinco pontos do Sporting, mas com um jogo a menos, após registar a sua sexta vitória em nove jogos da Liga portuguesa. Os "dragões" não sofreram golos nos últimos 16 jogos caseiros na prova.

John Terry, capitão do Chelsea
John Terry, capitão do Chelsea©Getty Images

Stoke 1-0 Chelsea (Arnautović 53)
O Chelsea, 16º classificado, perdeu pela quarta vez nos últimos cinco jogos de campeonato e sofreu a terceira derrota seguida na Premier League pela primeira vez desde 1999. José Mourinho, técnico dos "blues", conta com sete desaires no campeonato pela primeira vez na sua carreira.

Dynamo Kyiv 2-0 Dniprodzerzhynsk (Yarmolenko 88,90+4)
O Dínamo, campeão ucraniano, continua em igualdade com o Shakhtar na liderança do campeonato, depois do bis tardio de Andriy Yarmolenko ter garantido a 11ª vitória em 13 jogos.

Maccabi Tel-Aviv 2-1 Maccabi Netanya (Zahavi 4pen, Ben Haim 69; Mishchenko 90)
O conjunto de Telavive passou a ter três pontos de vantagem na liderança da Premier League israelita após bater o Maccabi Netanya, último classificado, com Eran Zahavi a converter uma grande penalidade pela segunda vez no espaço de quatro dias.

Grupo H
Lokomotiv Moskva 2-0 Zenit (Lombaerts 48ag, Samedov 58)
Os pupilos de André Villas-Boas estão a dez pontos do primeiro lugar na Rússia, após sofrerem a sua terceira derrota em 15 jogos. Um autogolo de Nicolas Lombaerts abriu caminho para o desaire, no recomeço da segunda parte, cabendo a Aleksandr Samedov confirmar o triunfo do Lokomotiv, que ocupa o segundo lugar.

O Valência venceu de forma confortável
O Valência venceu de forma confortável©AFP/Getty Images

Celta Vigo 1-5 Valencia (Fernandez 24; Paco Alcácer 13, 46, Parejo 45, 64, Mustafi 79)
O Valência colocou um travão na euforia do Celta – terceiro classificado à entrada para esta jornada – mercê de uma goleada, com a equipa de Nuno Espírito Santo a marcar cinco golos na Liga espanhola pela primeira vez desde Abril de 2014.

Gent 1-3 Charleroi (Saief 28; Perbet 23,61, Nielsen 25og)
A equipa de Hein Vanhaezebrouck perdeu a liderança da Primeira Liga belga na sequência da sua primeira derrota esta época. Está agora a um ponto do Oostende, novo líder, com 15 jornadas decorridas.

Lyon 3-0 St-Étienne (Lacazette 41, 59, 90+3)
O último derby realizado no Stade de Gerland terminou com um triunfo convincente da equipa da casa, graças a três golos de Alexandre Lacazette. Ausente dos convocados da França para os amigáveis com Alemanha e Inglaterra, o avançado assinalou o seu 150º jogo na Ligue 1 com o seu segundo "hat-trick" enquanto profissional.

Topo