Registo caseiro do Atlético é aviso para o Benfica

Atlético e Benfica defrontam-se pela primeira vez num jogo oficial e vão procuram somar mais três pontos depois de terem iniciado o Grupo C com vitórias por 2-0.

Sabri Sarıoğlu (Galatasaray) e Antoine Griezmann (Atlético)
Sabri Sarıoğlu (Galatasaray) e Antoine Griezmann (Atlético) ©AFP/Getty Images

Club Atlético de Madrid e SL Benfica defrontam-se pela primeira vez a nível oficial depois de terem vencido os respectivos jogos de abertura no Grupo C da UEFA Champions League.

Retrospectiva

Atlético
• Finalista vencido em 2014, o Atlético iniciou a sexta campanha na fase de grupos com uma vitória fora, por 2-0, sobre o Galatasaray AŞ.

• O Atlético participa na competição pela terceira ocasião, feito alcançado pela primeira vez.

• Na temporada passada, a equipa de Madrid averbou quatro triunfos sucessivos e venceu os três encontros da fase de grupos em Madrid com total de 10-0 em golos. Bateu o Bayer 04 Leverkusen em casa por 1-0 para empatar a eliminatória 1-1 e seguiu em frente ao vencer o desempate por penalties por 3-2.

• Os “rojiblancos” empataram depois 0-0 em casa frente ao rival da cidade Real Madrid CF nos quartos-de-final, antes de saírem de prova derrotados por 1-0 no total.

• O Atlético ganhou 21 dos últimos 24 desafios na Europa realizados no Vicente Calderón. O único desaire, por 2-0, aconteceu diante do FC Rubin Kazan nos 16 avos-de-final da UEFA Europa League, em Fevereiro de 2013.

•  O Atlético levou a melhor nas derradeiras ocasiões em que defrontou adversários de Portugal: venceu o FC Porto em casa (2-0) e fora (2-1) na fase de grupos de 2013/14. O registo total do Atlético frente a oposição portuguesa é de 5V 2E 1D.

Benfica
• A participar na 11ª campanha da fase de grupos da UEFA Champions League, o Benfica iniciou o percurso com um triunfo em casa, por 2-0, diante do estreante FC Astana.

• O campeão português perdeu dois dos jogos fora na fase de grupos da temporada transacta e empatou o outro 0-0, tendo terminado no quarto lugar do Grupo C com cinco pontos.

• Esses dois desaires são os únicos do Benfica nos derradeiros oito encontros na Europa como visitante.

• As “águias” qualificaram-se para a fase a eliminar somente em uma das últimas sete campanhas na UEFA Champions League, em 2011/12, época em que foram derrotadas pelo Chelsea FC nos quartos-de-final por 3-1 no total.

• O mais recente compromisso do Benfica frente a equipas de Espanha aconteceu na final da UEFA Europa League de 2013/14, quando empatou 0-0 com o Sevilla FC, em Turim, antes de perder por 4-2 no desempate por grandes penalidades.

• Essa foi a 23ª vez que o Benfica defrontou adversários espanhóis e o seu registo é de 5V 8E 10D. Não venceu nas derradeiras 15 partidas (7E 8D), desde a vitória, por 2-1, no terreno do Real Betis Balompié, rival citadino do Sevilha, a 29 de Setembro de 1982.

• As duas vitórias do Benfica na Taça dos Clubes Campeões Europeus, em 1961 e 1962, aconteceram diante de opositores espanhóis: FC Barcelona e Real Madrid.

Ligações de treinadores e jogadores
• Jan Oblak ajudou o Benfica a vencer a Liga portuguesa e a conquistar a Taça de Portugal e Taça da Liga em 2013/14 , tendo jogado os 120 minutos frente ao Sevilha na final da UEFA Europa League.

• Tiago marcou 19 golos em 75 jogos realizados pelo Benfica entre 2002 e 2004.

• Raúl Jiménez (2014/15 – 21 jogos, um golo), Eduardo Salvio (2010–12 – 44 jogos, cinco golos), Pizzi (2011 – 11 jogos), Sílvio (2011/12 – 10 jogos) ingressaram no Benfica após jogarem no Atlético.

• Sílvio está no Benfica emprestado pelo Atlético pela terceira época seguida.

• O guarda-redes Ederson foi colega de equipa e de sector de Jan Oblak no Rio Ave FC em 2012/13.

• Jonas marcou dois golos ao Atlético em oito desafios pelo Valencia CF, enquanto Eliseu apontou um tento durante a passagem por Málaga CF e Real Zaragoza.

• Jackson Martínez defrontou o Benfica ao serviço do Porto em nove ocasiões e marcou três golos.

• Colegas na selecção:
Nicolás Gaitán e Ángel Correa (Argentina)
Tiago e André Almeida, Eliseu, Pizzi (Portugal)
Filipe Luís e Luisão, Júlio César (Brasil 2009–11)
Filipe Luís e Talisca (Brasil)

Factos do jogo

Atlético
• O Atlético venceu cinco dos sete jogos disputados esta temporada em todas as competições; as excepções aconteceram na derrota com o Barcelona, por 2-1, a 12 de Setembro e no sábado, em que perdeu por 1-0 na visita ao Villarreal CF.

• Os tentos do Barcelona e do Villarreal foram os únicos que Oblak sofreu na presente temporada.

• Correa apontou o primeiro golo pelos "rojiblancos" no triunfo sobre o SD Eibar, por 2-0, a 19 de Setembro.

• Fernando Torres, igualmente autor de um golo nesse jogo, aumentou assim para 99 os tentos pelo Atlético em todas as competições.

• Koke (tendão da coxa) falhou a vitória por 2-0 sobre o Getafe CF a 22 de Setembro e o desaire frente ao Villarreal.

Benfica
• Incluindo a SuperTaça portuguesa, o Benfica não marcou nos três jogos fora disputados esta temporada e todos terminaram com derrota por 1-0.

• Ljubomir Fejsa não joga desde o desaire do Benfica no terreno do Porto, a 20 de Setembro, devido a um problema no pé direito.

• Júlio César lesionou-se no joelho direito no encontro do Estádio do Dragão, mas recuperou a tempo de jogar os 90 minutos na vitória de sábado, por 3-0, sobre o FC Paços de Ferreira.

• Jonas soma sete golos nas oito partidas disputadas esta época em todas as competições.

• Lesionado na última jornada da temporada de 2014/15, Salvio foi operado ao joelho direito a 9 de Setembro.

Topo