Celtic, Basileia e Salzburgo ganham, Rapid trava Ajax

Basileia, Celtic e Salzburgo somaram vitórias, enquanto os outros três jogos da primeira mão da terceira pré-eliminatória desta quarta-feira terminaram empatados.

Dedryck Boyata (ao centro) festeja depois de marcar o golo da vitória do Celtic frente ao Qarabağ
Dedryck Boyata (ao centro) festeja depois de marcar o golo da vitória do Celtic frente ao Qarabağ ©Getty Images

Celtic, Basileia e Salzburgo festejam triunfos nas partidas da primeira mão da terceira pré-eliminatória
A perder por 2-0 ao intervalo em Viena frente ao Ajax, Rapid reage e acaba por empatar 2-2
Steaua marca perto do fim e trava Partizan; Astana empata 0-0 no terreno do HJK Helsinki
 Encontros da segunda mão marcados para a próxima terça e quarta-feira; sorteio do "play-off" a 7 de Agosto, pelas 11h00 de Portugal Continental

Caminho das Ligas
Rapid Wien 2-2 Ajax

• O Rapid procura chegar à fase de grupos pela terceira vez, mas o sonho parecia prestes a cair por terra ao fim dos primeiros 45 minutos em Viena, onde o Ajax se sagrou campeão europeu em 1995; a turma holandesa saiu para o intervalo a vencer por 2-0, graças a dois golos de Davy Klaasen.
• Porém, a formação da casa reacendeu a esperança para a segunda mão, marcada para a próxima terça-feira, em Amesterdão, com Florian Kainz a reduzir a desvantagem logo no arranque do segundo tempo e Robert Berić a restabelecer a igualdade a 14 minutos do apito final, numa altura em que os anfitriões jogavam já com menos um elemento, em virtude da expulsão de Stefan Schwab.

Caminho dos campeões
Celtic 1-0 Qarabağ

• O defesa belga Dedryck Boyata ofereceu ao Celtic uma preciosa vantagem para a visita de quarta-feira ao Azerbaijão quando, com um cabeceamento certeiro, deu o melhor seguimento a um pontapé cobrado por Kris Commons a oito minutos do apito final, coroando assim uma actuação em que mostrou muita qualidade mas também alguma ingenuidade, própria da sua juventude.
• Virgil van Dijk tinha, antes, desperdiçado a melhor ocasião de golo até então, ao permitir a defesa ao guarda-redes contrário, Ibrahim Šehić, enquanto o médio espanhol Dani Quintana deu nas vistas do lado dos visitantes, apesar de não ter disposto de nenhuma situação clara para marcar.

Michael Lang marca pelo Basileia
Michael Lang marca pelo Basileia©Getty Images

Lech Poznań 1-3 FC Basel
• A caminhada do Basileia rumo a uma possível quinta presença na fase de grupos em sete anos começou da melhor maneira na Polónia. Michael Lang abriu, de cabeça, o activo para os visitantes aos 34 minutos, embora Denis Thomalla tenha restabelecido a igualdade para o Lech quase de seguida, na recarga a um primeiro remate de Szymon Pawłowski.
• Os anfitriões viram, depois, Tomasz Kędziora ser expulso à passagem do minuto 66 e, apesar de Jasmin Burić ainda ter defendido a grande penalidade que resultou desse lance, golos de Marc Janko, vindo do banco, e de Davide Callà permitiram ao Basileia tirar partido da superioridade numérica, antes de a formação helvética ficar, também ela, reduzida a dez, por expulsão de Taulant Xhaka, autor da assistência para o terceiro golo da sua equipa.

Steaua Bucureşti 1-1 Partizan
• O Steaua precisou de um golo de cabeça do seu capitão, Fernando Varela, para, aos 81 minutos, evitar uma derrota caseira frente ao Partizan.
• Os visitantes mostraram-se sempre muito perigosos no contra-ataque e foi num desses lances que ganharam vantagem, aos 62 minutos, com Andrija Živković a servir de forma sublime o lateral-direito Miroslav Vulićević, que com um remate rasteiro e cruzado abriu o activo.
• No último minuto ambas as equipas podiam ter ganho vantagem para a partida da segunda mão, quarta-feira, com Darko Brašanac a rematar à trave para os campeões sérvios e Hamroun a ver Živko Živković negar-lhe o golo na outra baliza.

A festa do Salzburgo
A festa do Salzburgo©AFP/Getty Images

Salzburgo 2-0 Malmö
• Um ano depois de ter vencido o Malmö por 2-1 em casa nos "play-off" para depois perder por 3-0 na Suécia, o Salzburgo conseguiu, desta feita, uma vantagem mais dilatada para defender na segunda mão, apesar da boa exibição realizada pelos visitantes, que viram o árbitro anular um golo a Markus Rosenberg logo aos 15 minutos.
• O defesa Andreas Ulmer inaugurou o marcador para os anfitriões com um forte disparo à passagem do minuto 51; o Salzburgo respondeu, mas Felipe Pires e Naby Keita viram os seus remates devolvidos pela trave da baliza da turma da casa e foi mesmo esta a voltar a marcar, já perto do final. Martin Hinteregger coroou a sua boa exibição com um golo, na conversão de uma grande penalidade a castigar falta de Felipe Carvalho sobre Havard Nielsen.

HJK Helsinki 0-0 Astana
• Jogo equilibrado, com poucas oportunidades de golo para cada lado e com as defesas a levarem sempre a melhor sobre os ataques.
• Demba Savage dispôs, na segunda parte, das duas melhores situações para dar ao HJK uma vitória que garantisse uma viagem mais tranquila ao Cazaquistão, na próxima quarta-feira.

Repórteres: Ernst Schneider, Emmanuelle Hingant, Kacper Zieliński, Stoyan Georgiev, Rok Šinkovc e Jukka Malm

Shakhtar e Fenerbahçe empataram a zero na terça-feira
Shakhtar e Fenerbahçe empataram a zero na terça-feira©Getty Images

Jogos da primeira mão de terça-feira:
Caminho das Ligas

Panathinaikos 2-1 Club Brugge
Fenerbahçe 0-0 Shakhtar Donetsk
Young Boys 1-3 AS Monaco*
CSKA Moskva 2-2 Sparta Praha

Caminho dos Campeões
Milsami Orhei 0-2 Skënderbeu

Midtjylland 1-2 APOEL*
Maccabi Tel-Aviv 1-2 Viktoria Plzeň
Videoton 1-1 BATE Borisov

Dinamo Zagreb 1-1 Molde*
Todas as partidas da segunda mão marcadas para quarta-feira, excepto as assinaladas com *, a disputar terça-feira

Topo