Barcelona faz história com segunda "tripla"

O Barcelona completou a oitava "tripla" composta por vitórias na Taça dos Campeões, liga e taça nacionais, tornando-se também no primeiro clube a alcançá-la por duas vezes.

Luis Enrique venceu a tripla de troféu na primeira época como treinador do Barcelona
Luis Enrique venceu a tripla de troféu na primeira época como treinador do Barcelona ©Getty Images

O FC Barcelona garantiu a conquista da oitava "tripla", composta por Taça dos Clubes Campeões Europeus, campeonato e taça nacionais, e pode agora orgulhar-se de ser o único clube a ter alcançado esse feito duas vezes, após impedir a Juventus de conseguir a sua primeira.

Os dois clubes partiram para a final da UEFA Champions League, em Berlim, apostados em juntar a conquista da prova ao campeonato e taça já alcançados 2014/15, e acabou por ser o Barça a prevalecer. Dessa forma, repetiu o feito de 2008/09, quando se tornou na única equipa espanhola a conseguir vencer os três troféus numa só época. Os recém-coroado campeão europeu fixa assim um novo marco, após levar a melhor sobre o Real Madrid CF na luta pela Liga espanhola, e sobre o Athletic Club, na final da Taça de Espanha, no mês passado. O UEFA.com olha para as sete "triplas" anteriores.

Celtic FC: 1966/67
Ninguém, nem mesmo a grande equipa do Real Madrid CF que venceu as primeiras cinco Taças Europeias, conseguiu completar uma tripla na década de abertura da competição – e o Real Madrid não conclui a sua primeira "dobradinha" doméstica até 1961/62. Mas em 1967 o Celtic viajou para Lisboa com a Liga escocesa e a Taça já na sua sala de troféus e derrotou o Inter por 2-1. Na mesma temporada, o Celtic também levantou a Taça da Liga Escocesa e a Taça de Glasgow, tudo com uma equipa de jogadores nascidos num raio de 40 km de Glasgow.

AFC Ajax: 1971/72
O Inter foi novamente a vítima na final em que o Ajax defendeu com sucesso a Taça dos Campeões Europeus, com uma vitória por 2-0 em Roterdão e dois golos de Johan Cruyff. A estrela holandesa também tinha conseguido 25 dos 104 golos na Eredivisie, ganha pelo Ajax, e duas semanas antes da final europeia fez o gosto ao pé na vitória sobre o FC Den Haag, na final da Taça da Holanda, que também se realizou no Feyenoord Stadion.

PSV Eindhoven: 1987/88
A terceira tripla, como a segunda, foi para um clube holandês. O PSV de Guus Hiddink teve uma temporada doméstica ainda mais espectacular do que o Ajax em 1971/72, marcando 117 golos rumo à terceira Eredivisie consecutiva, batendo por 3-2 na final da Taça da Holanda o Roda JC. No entanto, após 120 minutos, a final da Taça dos Campeões contra o SL Benfica em Estugarda manteve-se sem golos. Mas o PSV converteu todos os seis penalties e venceu o desempate por 6-5, quando António Veloso não conseguiu bater Hans van Breukelen.

Manchester United FC: 1998/99**
A primeira equipa a conseguir a tripla na era da UEFA Champions League, foi também a primeira a vencer a competição sem ter entrado como campeão do seu país ou detentor do troféu. Apesar da sua posição dominante na Premier League com Alex Ferguson, o United tendia a ficar aquém das expectativas na UEFA Champions League. Porém, venceu ambos os troféus domésticos e conseguiu a sua primeira final da Taça dos Campeões Europeus desde 1968, depois de passar a fase de grupos como melhor segundo colocado e fazendo uma reviravolta impressionante na segunda mão das meias-finais frente à Juventus.

Sem Roy Keane e Paul Scholes, por castigo, o United perdia a final contra o Bayern desde o sexto minuto e até aos descontos, quando os substitutos Teddy Sheringham e Ole Gunnar Solskjær viraram o jogo.

FC Barcelona: 2008/09**
Uma década depois de o United completar a "tripla" em Barcelona, o Barça completou a sua frente aos "red devils". Alex Ferguson estava aos comandos há 13 anos em 1999, mas desta vez perdeu para um treinador na sua primeira temporada, Josep Guardiola. Pep já tinha conduzido o Barcelona à "dobradinha" quando viajaram para Roma para defrontar os detentores do título, o United, e golos de Samuel Eto'o e Lionel Messi garantiram a supremacia geral do Barcelona.

FC Internazionale Milano: 2009/10*
Não foi preciso esperar muito tempo pela seguinte, e Eto'o também esteve presente, depois de ter mudado de Barcelona para o Inter no Verão de 2009. O Inter venceu a Taça de Itália, por 1-0, frente à AS Roma, no Stadio Olimpico, com golo de Diego Milito, e menos de duas semanas depois o argentino voltaria a marcar numa vitória por 1-0 em casa do AC Siena que garantiria aos comandados de José Mourinho a Serie A na última jornada. Tudo o que faltava à equipa era a UEFA Champions League, seis dias depois, em Madrid, frente a uma formação do Bayern também capaz de completar uma "tripla". Milito foi novamente o herói com dois golos, que bateram o Bayern por 2-0.

FC Bayern München: 2012/13**
Assim como o Inter, o Bayern já tinha sido derrotado em duas finais que permitiram "triplas". Mas chegou à final em grande estilo, estabelecendo um recorde de 91 pontos e uma vantagem recorde de 25 na Bundesliga, garantindo-a a seis jornadas do fim, a 6 de Abril, depois de ter sido superior a cada jornada, com um número recorde de vitórias, menor número derrotas e maior saldo de golos.

O Bayern venceu os seis jogos da Taça da Alemanha, embora a final, a 1 de Junho, contra o VfB Stuttgart, tenha acontecido uma semana de defrontar o Borussia de Dortmund, em Wembley, na final da UEFA Champions League. Um golo no perto do fim de Arjen Robben foi suficiente para uma vitória por 2-1, e o 3-2 sobre o Estugarda, em Berlim, colocou Jupp Heynckes no rol dos conquistadores de "triplas" – um quadro de honra que inclui ainda Jock Stein, Ştefan Kovács , Hiddink, Ferguson , Mourinho e Guardiola.

*Também ganhou SuperTaça Europeia da UEFA
**Também ganhou a SuperTaça Europeia da UEFA e o Campeonato do Mundo de Clubes

• Cinco clubes também ganharam a Taça UEFA/UEFA Europa League na mesma temporada de uma "dobradinha" – o Porto fê-lo duas vezes, incluindo uma sob a batuta de Mourinho, em 2002/03.

IFK Gotemburgo: 1981/82 (Época sueca 1982)
Galatasaray AŞ: 1999/2000*
FC Porto: 2002/03
PFC CSKA Moscovo: 2004/05 (Época russa 2005)
FC Porto: 2010/11

*Também ganhou a SuperTaça Europeia da UEFA

• Nenhum clube conseguiu vencer a Taça dos Vencedores das Taças na mesma temporada em que conquistou uma "dobradinha" interna.

Topo