Atlético e Real Madrid anulam-se e deixam tudo em aberto

Club Atlético de Madrid 0-0 Real Madrid CF
Houve muita animação no Vicente Calderón, mas nenhum golo, na reedição da final da época passada.

Atlético e Real Madrid empatam sem golos na primeira mão dos quartos-de-final
Fantástica exibição do guarda-redes do Atlético, Jan Oblak, mantém campeão europeu em branco
Gareth Bale falha melhor oportunidade do jogo logo aos três minutos
Atlético invicto em sete jogos frente ao rival citadino
• A segunda mão terá lugar na próxima quarta-feira no Estadio Santiago Bernabéu. 

Club Atlético de Madrid e Real Madrid CF empataram sem golos em encontro da primeira mão dos quartos-de-final da UEFA Champions League, que reeditava a final da época passada, então ganha pelos "merengues" após prolongamento.

O Real Madrid teve uma entrada fortíssima no encontro, ao contrário do que vinha acontecendo nos últimos encontros realizados no Vicente Calderón entre as duas equipas. Tanto assim foi que, nos primeiros dez minutos, já Jan Oblak havia efectuado três defesas em lances de perigo.

O ex-guarda-redes do Benfica começou por encaixar com segurança um remate na passada de Daniel Carvajal, negando, de seguida, aos três minutos, o golo a Gareth Bale, que ficara isolado após uma clamorosa falha de Diego Godín. Aos nove minutos, O guardião esloveno defendeu com segurança um forte livre directo de Cristiano Ronaldo.

Até à meia-hora, o Real Madrid controlou o jogo, aproveitando o recuo para a frente da defesa dos médios-centro do Atlético, Koke e Gabi, mas foi precisamente essa disposição táctica do campeão espanhol que praticamente condenou ao fracasso as iniciativas ofensivas dos "merengues".

Quando o "tampão" defensivo do Atlético não funcionava, lá estava Oblak, conforme ficou demonstrado à meia-hora, quando deteve um fortíssimo e colocadíssimo remate na passada de Bale.

Cinco minutos depois, foi também Oblak a negar um golo de fora da área ao ex-jogador do FC Porto, James Rodríguez, com um remate com a parte exterior do pé. No lance seguinte, um mau passe de Sergio Ramos acabou em Antoine Griezmann, que não perdeu tempo e rematou para defesa segura de Iker Casillas.

Ainda antes do intervalo, Oblak travou nova iniciativa de James Rodríguez com uma defesa apertada, depois de um disparo de Luka Modrić ligeiramente por cima.

O Atlético veio do intervalo com a sua linha média mais subida e só então conseguiu importunar a defesa do Real com maior regularidade. O primeiro lance de perigo do segundo tempo resultou num cabeceamento de Arda Turan ao lado, ao qual Toni Kroos respondeu com remate forte para defesa de Oblak.

Após a entrada de Raúl García para o Atlético, o pendor "colchonero" tornou-se ainda mais ofensivo e o assédio à área de Casillas intensificou-se com a entrada de Fernando Torres. O jogo tornou-se mais directo e os visitados apenas não marcaram porque Casillas defendeu um pontapé acrobático de Mario Suárez (que, tal como Marcelo, falhará o jogo da segunda mão por ter visto o cartão amarelo) sob a pressão de Mario Mandžukić.

O balneário do Atlético antes do jogo
O balneário do Atlético antes do jogo©Getty Images
A camisola de Cristiano Ronaldo no balneário do Real Madrid
A camisola de Cristiano Ronaldo no balneário do Real Madrid©Getty Images
Gareth Bale foge a Guilherme Siqueira
Gareth Bale foge a Guilherme Siqueira©AFP/Getty Images
Cristiano Ronaldo ameaça de livre
Cristiano Ronaldo ameaça de livre©AFP/Getty Images
Arda Turan (à esquerda) e Marcelo lutam pela bola
Arda Turan (à esquerda) e Marcelo lutam pela bola©AFP/Getty Images
Cristiano Ronaldo nas alturas
Cristiano Ronaldo nas alturas©AFP/Getty Images
O guarda-redes do Atlético, Jan Oblak, faz outra defesa
O guarda-redes do Atlético, Jan Oblak, faz outra defesa©AFP/Getty Images
Topo