Foto: Ronaldo aplaudido de pé em Old Trafford

Em 2003, o brasileiro Ronaldo, do Real Madrid, marcou um "hat-trick" que fez os adeptos do Manchester United aplaudirem-no de pé: veja onde param os protagonistas.

Ronaldo é felicitado pelos colegas de equipa no Real Madrid
Ronaldo é felicitado pelos colegas de equipa no Real Madrid ©Getty Images

Nem mesmo o facto de David Beckham ter passado mais de uma hora sentado no bando de suplentes do Manchester United FC conseguiu desviar a atenção do feito do brasileiro Ronaldo em Old Trafford naquele 24 de Abril de 2003. O avançado do Real Madrid CF assinou um "hat-trick" tão memorável que granjeou os aplausos da maioria dos espectadores presentes – os do United incluídos. Revelou-se suficiente para os "merengues" vencerem nessa noite – não obstante o bis de Beckham na ponta final do encontro – e garantirem um lugar nas meias-finais da UEFA Champions League.

A ovação em pé que Ronaldo recebeu é um dos 60 Momentos Lendários da UEFA: vote agora de modo a ter oportunidade de ganhar bilhetes para a final da presente edição da UEFA Champions League.

Recorde o
Recorde o

1. Ronaldo
Dois remates colocados de longe e oportunismo à boca da baliza – todos os golos marcados frente ao United revelaram a classe do Futebolista Europeu. Ronaldo assinou mais de 100 tentos pelo Real Madrid, embora as lesões tenham feito decrescido a frequência dos festejos antes de deixar o clube, em 2007. Passou depois por AC Milan e SC Corinthians Paulista, mas já não era o mesmo. Embaixador do Campeonato do Mundo de 2014, no Brasil, Ronaldo afirmou em Janeiro que poderia volta a jogar aos 38 anos.

2. Steve McManaman
Tem estado ligado à produção de filmes, trabalho em empresas, treinador de futebol jovem e comentador de televisão.

Momento de glória de Figo
Momento de glória de Figo

3. Luís Figo
Vencedor da Bola de Ouro em 2000, Jogador do Ano para a FIFA no ano seguinte, vencedor da UEFA Champions League 12 meses depois – nunca faltou sucesso a Figo numa carreira que passou por Real e FC Barcelona. O antigo extremo de Portugal acabou no FC Internazionale Milano e teve vários cargos no emblema de San Siro desde que pendurou as chuteiras. O posto mais significativo, no entanto, poderá estar para vir: Figo anunciou em Janeiro que era candidato à presidência da FIFA.

4. Roberto Carlos
Dotado de temível pontapé com pé esquerdo, o lateral brasileiro Roberto Carlos fez mais de 500 jogos pelos "merengues". Deixou o clube em 2007 e passou pela Turquia (Fenerbahçe SK), pelo Brasil (Corinthians) e pela Rússia (FC Anzhi Makhachkala) antes de enveredar pela carreira de treinador. Começou no Anzhi, passou pelo Sivasspor e está actualmente nos turcos do Akhisar Belediyespor.

Veja o remate de Zidane
Veja o remate de Zidane

5. Zinédine Zidane
Zidane será sempre lembrado pela fotografia do remate perfeito na final da UEFA Champions League de 2002, ganha pelos "merengues" por 1-0. Permaneceu ligado ao clube do Santiago Bernábeu como conselheiro especial, director desportivo e treinador-adjunto de Carlo Ancelotti, antes de assumir o comando da equipa de reservas.

6. Ole Gunnar Solskjær
A final de 1999 – quando Solskjær saltou do banco para marcar o golo da vitória do United nos descontos – estará sempre na lembrança do avançado da Noruega, jogador de Alex Ferguson nos "red devils" durante mais de uma década. Treinou as reservas do United e regressou ao país de nascimento para comandar o Molde FK, em 2010, tendo passado também pelo Cardiff City AFC, o qual deixou no decorrer de 2014/15.

do Futebolista Europeu

Topo