Retrospectiva: Real Madrid - Schalke

O Real Madrid pode igualar o recorde de vitórias consecutivas em casa se voltar a bater o Schalke na segunda mão dos oitavos-de-final, alcançando pela quinta vez consecutiva os quartos-de-final.

©AFP/Getty Images

O Real Madrid CF pode igualar o recorde de vitórias consecutivas em casa na UEFA Champions League se voltar a bater o FC Schalke 04 na segunda mão dos oitavos-de-final.

Encontros anteriores
• As duas equipas medem forças nesta fase da prova pela segunda temporada consecutiva. Na época passada a eliminatória ficou praticamente decidida após o encontro da primeira mão, na Alemanha, o qual o Real Madrid venceu por 6-1. Karim Benzema, Gareth Bale e Cristiano Ronaldo bisaram; com Klaas-Jan Huntelaar, antigo ponta-de-lança "merengue", a fazer o golo de consolação do Schalke, já nos descontos.

• O Real venceu a partida da segunda mão por 3-1, com mais dois golos de Ronaldo, que acabaria a temporada com 17 remates certeiros nessa edição da prova.

• No Santiago Bernabéu, a 18 de Março de 2014, as equipas alinharam da seguinte forma:
Real Madrid: Casillas, Nacho, Varane, Ramos (Carvajal 70), Coentrão, Illarramendi, Xabi Alonso (Casemiro 46), Jesé (Bale 8), Isco, Morata, Ronaldo.
Schalke: Fährmann, Hoogland, Höwedes (K Papadopoulos 58), Matip, Kolasinac, Obasi, Ayhan (Annan 81), Neustädter, Draxler, Meyer, Huntelaar (Szalai 46).

Retrospectiva

Real Madrid
• A turma madrilena enfrentou três equipas da Bundesliga na sua caminhada rumo à conquista do título europeu de clubes na época passada. Para além do Schalke, nos oitavos-de-final, derrotou o Borussia Dortmund por 3-0 em casa nos quartos-de-final (3-2 no conjunto das duas mãos) e o FC Bayern München por 1-0 em casa nas meias-finais (5-0 no conjunto das duas mãos).

• O Real Madrid derrotou três equipas alemãs em finais europeias: o Eintracht Frankfurt por 7-3 na Taça dos Campeões de 1960 e o Bayer 04 Leverkusen por 2-1 na final de 2002 da UEFA Champions League, ambas em Glasgow. Venceu também o 1. FC Köln, por 5-3, no somatório das duas mãos do encontro decisivo da Taça UEFA de 1986.

• O triunfo por 4-0 do Real sobre o PFC Ludogorets Razgrad na sexta jornada constituiu o 11º triunfo caseiro consecutivo do clube na UEFA Champions League, apenas menos um do que o recorde da competição, fixado pelo Manchester United FC entre 13 de Setembro de 2006 e 29 de Abril de 2008.

• Os "merengues" bateram também o FC Basel 1863 (5-1) e o Liverpool FC (1-0) no Santiago Bernabéu durante a sua carreira 100 por cento vitoriosa no Grupo B. Na época passada o Real venceu todos os seis jogos que disputou em casa na competição, apontando 17 golos e sofrendo apenas três.

• O Real Madrid não perde em casa para a UEFA Champions League há 21 jogos, desde Abril de 2011, tendo vencido 19 desses encontros.

• O clube de Madrid procura tornar-se no primeiro a revalidar o troféu na era UEFA Champions League, depois se terem sagrado campeões europeus pela décima vez a 24 de Maio de 2014, em Lisboa, ao baterem o Club Atlético de Madrid por 4-1, após prolongamento, com golos de Sergio Ramos, Bale, Marcelo e Ronaldo.

• Os homens de Ancelotti estão há nove partidas consecutivas a vencer na UEFA Champions League: somam 25 golos marcados e três sofridos.

• O registo de Ancelotti contra equipas alemãs como treinador e jogador é de 8V 1E 4D.

• O Real Madrid perdeu apenas uma das 29 eliminatórias da UEFA em que venceu fora de casa na partida da primeira mão. Esse desaire ocorreu frente ao Odense BK, na terceira eliminatória da Taça UEFA 1994/95, quando foi derrotado por 2-0 em casa depois de vencer por 3-2 fora.

• O registo do Real Madrid em três desempates por penalties nas provas da UEFA é de 1V 2D:
1-3 frente ao FC Bayern München, meias-finais da UEFA Champions League, 2011/12
3-1 frente à Juventus, segunda eliminatória da Taça dos Campeões Europeus, 1986/87
5-6 frente ao FK Crvena zvezda, quartos-de-final da Taça dos Vencedores das Taças, 1974/75

Schalke
• O Schalke saiu derrotado das três visitas que efectuou até à data a Madrid – duas delas para defrontar o Atlético, antes do embate da época passada com o Real - e não venceu nenhum dos últimos oito encontros que disputou em solo espanhol (4E 4D), desde um triunfo por 3-0 em casa do RCD Espanyol nos 16 avos-de-final da Taça UEFA 2005/06.

• Os alemães defrontaram oposição espanhola na fase a eliminar por três vezes nos últimos quatro anos. Para além de eliminados pelo Real na época passada, empataram fora 1-1 com o Valência CF nos oitavos-de-final da UEFA Champions League de 2010/11 antes de vencerem por 3-1 em casa. Depois, nos quartos-de-final da UEFA Europa League de 2011/12, empataram 2-2 no terreno do Athletic Club após uma derrota caseira por 4-2.

• O registo do Schalke em 13 jogos disputados até à data em solo espanhol é de 2V 5E 6D.

• O suplente Max Meyer fez o único golo na visita ao NK Maribor na sexta jornada e assegurou que a equipa alemã terminasse em segundo lugar no seu grupo e, pela terceira época consecutiva, atingisse os oitavos-de-final.

• Foi a primeira vitória da equipa fora de casa em seis jogos na prova, desde o triunfo por 1-0 em casa do FC Basel 1893, na segunda jornada da temporada transacta.

• Os "königsblauen" começaram a sua campanha nesta edição da competição com um empate 1-1 no terreno do Chelsea FC e, na quarta jornada, perderam 4-2 na visita ao Sporting Clube de Portugal.

• A melhor participação do Schalke na UEFA Champions League ocorreu na época 2010/11, quando atingiu as meias-finais: perdeu 2-0 em casa e 4-1 fora com o Manchester United FC.

• O Schalke perdeu as quatro eliminatórias em que se viu derrotado em casa na partida da primeira mão e só por uma vez nessas quatro ocasiões evitou, depois, nova derrota na partida da segunda mão, ao empatar 2-2 no terreno do Athletic Club, em 2011/12.

• O registo do Schalke em quatro desempates por penalties nas provas da UEFA é de 2V 2D:
4-1 frente ao FC Porto, oitavos-de-final da UEFA Champions League, 2007/08
1-3 frente ao Brøndby IF, segunda eliminatória da Taça UEFA, 2003/04
4-5 frente ao SK Slavia Praha, primeira eliminatória da Taça UEFA, 1998/99
4-1 frente ao FC Internazionale Milano, final da Taça UEFA, 1996/97

Ligações entre treinadores e jogadores
• Huntelaar fez oito golos em 20 jogos na Liga espanhola pelo Real Madrid em 2009.

• Raúl González, antigo melhor marcador de sempre da UEFA Champions League com 71 golos e por três vezes vencedor da competição, marcou cinco desses tentos nas duas épocas passadas no Schalke, para onde rumou oriundo do Real em 2010; passou 16 anos em Madrid.

• Ronaldo fez o golo do empate 1-1 de Portugal num amigável contra a Holanda de Huntelaar, no Estádio do Algarve, a 14 de Agosto de 2013.

• Kevin-Prince Boateng, Modrić e Bale representaram o Tottenham Hotspur FC entre 2008 e 2009, tendo ganho a Taça da inglesa em 2008.

• Sami Khedira e Toni Kroos fizeram parte da selecção da Alemanha vitoriosa no Campeonato do Mundo de 2014 ao lado de Benedikt Höwedes e de Julian Draxler.

• Kroos marcou o golo da vitória da Alemanha por 1-0 num amigável com a Espanha, no Estádio de Balaídos, em Vigo, em Novembro de 2014, num jogo em que Khedira e Höwedes também estiveram em campo. Iker Casillas, Ramos e Isco foram titulares no lado espanhol.

• A Alemanha de Khedira, Kroos e Höwedes derrotou Portugal, com Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, na fase de grupos do Campeonato do Mundo, em Salvador; Pepe acabou expulso e Draxler foi suplente não utilizado.

Factos

Real Madrid
• Marcelo e Kroos cumprem um jogo de suspensão se virem mais um amarelo.

• O Real Madrid empatou pela primeira vez na La Liga desta época a 1 de Março, 1-1, em casa, com o Villarreal CF. O conjunto madrileno foi derrotado por 1-0 frente ao Athletic Club no sábado, perdendo a liderança do campeonato após a vitória do Barcelona. O Real venceu apenas dois dos últimos cinco jogos na Liga.

• Um penalty transformado por Ronaldo frente ao Villarreal tornou-o no primeiro jogador a marcar 30 ou mais golos em cinco temporadas consecutivas na Liga espanhola.

• Quatro dias depois da primeira mão em Gelsenkirchen, o capitão de Portugal ampliou a vantagem do Real na vitória por 2-0 na visita ao Elche CF.

• Ramos tem estado de fora desde que se lesionou numa coxa frente ao Sevilla FC, a 4 de Fevereiro. Khedira (também coxa) não joga desde que foi substituído ante o Club Atlético de Madrid, três dias depois.

• James Rodríguez fracturou o quinto metatarso do pé direito frente ao Sevilha, e vai falhar a segunda mão. Tal como Khedira, Modrić (de fora desde 16 de Novembro, por lesão numa coxa) regressou aos treinos.

Schalke
• Boateng está suspenso; Marco Höger e Huntelaar estão a um amarelo de castigo.

• O Schalke esteve quatro jogos sem vencer em todas as competições, antes da vitória por 3-1 em casa ante o TSG 1899 Hoffenheim, no sábado.

• Após a derrota com o Real, empatou 1-1 com o SV Werder Bremen, a 21 de Fevereiro.

• Uma semana depois os "royal blues" foram batidos por 3-0 no reduto do Borussia Dortmund. Huntelaar, que recuperou de uma contusão numa perna que sofreu frente ao Real, regressou à equipa depois de cumprir quatro jogos de castigo a nível interno.

• O guarda-redes Ralf Fährmann não joga mais até final da temporada, devido a uma lesão nos ligamentos do joelho direito, contraída a 8 de Janeiro. Fabian Giefer não joga desde 3 de Fevereiro devido a um problema num adutor.

• Joel Matip (de fora desde 21 de Fevereiro, coxa) e Jan Kirchhoff, que falhou os dois últimos jogos devido a uma lesão num tendão de Aquiles, estão indisponíveis, embora o último tenha já sido suplente no encontro frente ao Hoffenheim. 

• Chinedu Obasi (de fora desde Dezembro, tíbia), Draxler (31 de Outubro, coxa) e Jefferson Farfán (início de Julho, joelho) são ausências de longa data. Leon Goretzka (5 de Julho, coxa) foi utilizado no sábado, enquanto Sead Kolašinac (23 de Agosto, joelho) já regressou aos treinos.

Topo