Retrospectiva: Bayern - Shakhtar Donetsk

Bayern e Shakhtar, que nunca se haviam defrontado antes da primeira mão na Ucrânia, continuam a luta por um lugar nos quartos-de-final.

©AFP/Getty Images

FC Bayern München e FC Shakhtar Donetsk, que até à partida da primeira mão nunca se haviam defrontado, continuam na luta por um lugar nos quartos-de-final da UEFA Champions League.

• Não há nada a separar as duas equpas à entrada para este segundo jogo, depois do nulo na primeira mão na Ucrânia, resultado que aumentou a série de jogos do Shakhtar sem vencer na UEFA Champions League para três. No entanto, os "mineiros" não perdem há três jogos fora nas competições europeias esta época.

Retrospectiva

Bayern
• Os dez jogos anteriores do Bayern contra equipas ucranianas foram todos contra o FC Dynamo Kyiv, que bateu a equipa de Munique por 3-0 (2-0 em Kiev) nas duas mãos da SuperTaça Europeia, em 1975.

• Tirando essa competição, o Bayern venceu nas quatro ocasiões em que recebeu a formação de Kiev. No total, o seu registo é de V5 E1 D4.

• Na última temporada, nesta fase e pelo segundo ano consecutivo, o campeão Europeu de 2012/13 eliminou o Arsenal FC por 3-1 no somatório da eliminatória, na caminhada para a terceira presença consecutiva nas meias-finais.O Bayern venceu 2-0 em Londres com Thomas Müller a ser um dos marcadores; na Alemanha, registou-se um 1-1, com Bastian Schweinsteiger a inaugurar o marcador.

• O Bayern ganhou todos menos dois dos 19 embates na UEFA nos quais empatou fora de casa na primeira mão, sendo as excepções frente ao Liverpool FC nas meias-finais da Taça doss Clubes Campeões Europeus de 1980/81 (0-0 fora, 1-1 em casa) e AC Milan nos quartos-de-final de 2006/07 da UEFA Champions League (2-2 fora, 0-2 em casa).

• O registo do Bayern em seis desempates por penalties nas provas da UEFA é de 5V 1D:
5-4 frente ao Chelsea FC, SuperTaça Europeia, 2013
3-4 frente ao Chelsea FC, final da UEFA Champions League, 2011/12
3-1 frente ao Real Madrid CF, meias-finais da UEFA Champions League, 2011/12
5-4 frente ao Valencia CF, final da UEFA Champions League, 2000/01
9-8 frente ao PAOK FC, segunda eliminatória da Taça UEFA, 1983/84
4-3 frente ao Åtvidabergs FF, primeira eliminatória da Taça dos Campeões Europeus, 1973/74

Shakhtar
• O Shakhtar perdeu na Alemanha nesta fase em 2012/13 ao ser batido por 3-0 com o Borussia Dortmund. Em casa empatou 2-2, tendo estado a vencer por duas vezes graças aos golos de Darijo Srna e Douglas Costa, após o que Robert Lewandowski fez os tentos do primeiro empate do Dortmund. 

• Na fase de grupos da UEFA Champions League da época passada, o campeão ucraniano perdeu por 4-0 na visita ao Bayer 04 Leverkusen, tendo empatado 0-0 em casa.

• A vitória mais recente do Shakhtar na Alemanha foi na visita ao VfB Stuttgart na fase de grupos de 2005/06 da Taça UEFA, com Fernandinho e Ciprian Marica a marcarem na vitória por 2-0 com Srna também a alinhar. O registo dos ucranianos na Alemanha é de V2 E1 D4.

• O embate mais memorável do Shakhtar diante de um adversário alemão foi a vitória por 2-1 sobre o SV Werder Bremen, após prolongamento, na final da SuperTaça Europeia, de 2009, em Istambul. Luiz Adriano fez o golo inaugural para o Shakhtar que incluía também Andriy Pyatov, Srna, Olexandr Kucher e Ilsinho.

• Esta é a terceira presença do Shakhtar nos oitavos-de-final, todas elas nas últimas cinco épocas. À parte o desaire com o Dortmund, eliminou a AS Roma por um total de 6-2 para chegar aos quartos-de-final em 2010/11.

• Na presente época, os homens de Mirceu Lucescu terminaram em segundo lugar no Grupo H, cinco pontos atrás do FC Porto. Nas duas deslocações, empataram 0-0 com o Athletic Club, venceram 7-0 o FC BATE Borisov e empataram 1-1 em Portugal.

• O Grupo H permitiu um triunfo pessoal a Luiz Adriano que igualou o recorde de Cristiano Ronaldo – fixado em 2013/14 – de nove golos.

• O Shakhtar empatou em casa na primeira mão das seis anteriores eliminatórias das provas da UEFA e perdeu três delas, mais recentemente ante o Borussia Dortmund nos oitavos-de-final de 2012/13 (2-2 em casa, 0-3 fora). O único nulo caseiro na primeira mão, frente ao RC Celta de Vigo, na terceira eliminatória da Taça UEFA de 2000/01, antecedeu uma derrota por 1-0 fora.

• O Shakhtar saiu derrotado do único desempate por penalties que disputou até à data nas provas da UEFA, ao perder por 4-1 nas grandes penalidades no terreno do Club Brugge KV, na terceira pré-eliminatória da UEFA Champions League, em 2002/03.

Ligações entre treinadores e jogadores

• O Shakhtar de Lucescu defrontou por cinco vezes o FC Barcelona de Guardiola e sofreu quatro derrotas (incluindo o desaire por 1-0 na SuperTaça Europeia de 2009). A vitória ocorreu na fase de grupos da UEFA Champions League, em  2008/09, com dois tentos de Olexandr Gladkiy a valerem aos visitantes ganhar por 3-2 em Camp Nou.

• Thomas Müller marcou o derradeiro golo do empate da Alemanha 3-3 num amigável com a Ucrânia, em Kiev, em Novembro de 2011. Jérôme Boateng, Holger Badstuber e Götze também alinharam nessa partida pelos visitantes enquanto Kucher e Yaroslav Rakitskiy estiveram em campo pela Ucrânia.

• Srna fez um dos golos no triunfo por 2-1 da Croácia sobre a Alemanha de Philipp Lahm e de Bastian Schweinsteiger, na fase de grupos do UEFA EURO 2008, em Klagenfurt. Já nos descontos, Schweinsteiger acabou expulso.

• Kucher fez um autogolo e foi expulso na vitória no amigável da Ucrânia contra a Áustria de David Alaba, em Lviv, a 15 de Novembro de 2011. Rakitskiy alinhou também pelos locais.

• Kucher foi igualmente expulso nos descontos da partida da primeira mão do “play-off” de qualificação para o Campeonato do Mundo 2014, contra a França de Franck Ribéry, a 15 de Novembro de 2013, em Kiev. Pyatov, Vyacheslav Shevchuk e Taras Stepanenko também jogaram nessa noite enquanto Rakitskiy ficou no banco.

Factos

Bayern
• Xabi Alonso cumpre castigo após ter sido expulso na primeira mão.

• O Bayern recuperou de desvantagem para vencer o Hannover 96 por 3-1, no sábado, e aumentar para 11 pontos a sua vantagem na liderança da Bundesliga.

• O suplente Mitchell Weiser marcou o seu primeiro golo pelo Bayern na goleada dos bávaros sobre o SC Paderborn 07, por 6-0, a 21 de Fevereiro.

• Arjen Robben marcou no triunfo por 4-1 sobre o 1. FC Köln, a 27 de Fevereiro. O extremo holandês, melhor marcador do Bayern nesta edição do campeonato, com 17 golos, facturou em oito dos seus últimos dez jogos na Bundesliga, incluindo nos cinco anteriores à vitória de sábado em casa do Hannover.

• O triunfo em Hannover foi o 126º jogo de Robben na Bundesliga e a sua 100ª vitória, atingindo esta marca mais rápido do que qualquer outro jogador.

• O Bayern apurou-se para os quartos-de-final da Taça da Alemanha a 4 de Março, mercê de uma vitória caseira por 2-0 sobre o TSV Eintracht Braunschweig, do segundo escalão. Na próxima eliminatória, a 7 ou 8 de Abril, defronta o Bayer 04 Leverkusen.

• Medhi Benatia falhou os últimos quatro jogos do Bayern devido a problemas musculares nas costas e coxa, apesar de ter sido suplente não-utilizado no fim-de-semana.

• Philipp Lahm (ausente desde 18 de Novembro, tornozelo), Javi Martínez (13 de Agosto, joelho) e Thiago Alcántara (29 de Março, joelho) são lesionados de longa data.

Shakhtar
• Stepanenko está disponível após cumprir um jogo de suspensão. Srna está a um cartão amarelo de cumprir castigo.

• Os "mineiros" não perdem há sete encontros, todas as competições incluídas, desde uma derrota caseira por 1-0 com o Athletic, na quinta jornada.

• O Shakhtar empatou a dois na recepção ao FC Metalist Kharkiv no fim-de-semana, com Alex Teixeira a falhar a partida devido a doença.

• O Shakhtar derrotou o FC Vorskla Poltava por 3-0, em casa, a 28 de Fevereiro, no seu primeiro jogo de campeonato em 2015. Shevchuk inaugurou o marcador, naquele que foi o seu primeiro golo, em qualquer competição, desde Novembro de 2011.

• O primeiro golo de Kucher esta temporada colocou a equipa de Lucescu rumo a uma vitória por 2-0 sobre o FC Metalist Kharkiv, na primeira mão dos quartos-de-final da Taça da Ucrânia. O segundo jogo tem lugar a 8 de Abril.

• O Shakhtar não tinha sofrido golos nos três jogos anteriores em 2015 até ao empate de sábado.

Topo