Arsenal - Mónaco: factos e reacções

Leonardo Jardim diz que o Mónaco não será favorito nos oitavos-de-final contra o Arsenal, numa eliminatória que marca o regresso de Arsène Wenger ao Principado.

Arsène Wenger vai regressar em Março ao Mónaco
Arsène Wenger vai regressar em Março ao Mónaco ©AFP/Getty Images

• Enquanto o Arsenal e o Mónaco nunca se defrontaram em jogos oficiais, Arsène Wenger treinou o clube monegasco entre 1987 e 1994, conquistando a Ligue 1 (1988) e a Taça de França (1991). Wenger conduziu ainda o Mónaco à final da Taça dos Vencedores das Taças, em 1992, onde perdeu por 2-0 com o SV Werder Bremen, em jogo disputado no Estádio do Sport Lisboa e Benfica.

• As equipas defrontaram-se na pré-temporada, a 3 de Agosto, no Norte de Londres, com o Mónaco a vencer por 1-0 graças a um golo do entretanto transferido Radamel Falcao.

• O Mónaco perdeu apenas uma das seis partidas em casa contra equipas da Premier League, ganhando quatro, incluindo as últimas duas. O primeiro desses confrontos produziu um triunfo por 8-0 ante o Swansea City AFC, na segunda mão da primeira eliminatória da Taça das Taças 1991/92, ainda hoje o melhor registo nas provas europeias; Wenger era o treinador.

• O Mónaco bateu o Chelsea FC por 3-1 na primeira mão da meia-final da UEFA Champions League 2003/04, apurando-se para a final após recuperar de uma desvantagem de dois golos em Stamford Bridge, para terminar empatado 2-2.

• O Arsenal nunca perdeu fora contra equipas francesas, registando sete triunfos e três empates. Na viagem mais recente registou um triunfo por 2-1 na visita ao Olympique de Marseille na fase de grupos da época passada da UEFA Champions League.

Andrea Raggi, defesa do Mónaco
Vai ser uma eliminatória enorme. Vai ser bom poder iniciar a eliminatória em casa do Arsenal e depois jogar a decisão em casa. Estou convencido de que temos uma grande oportunidade. O mais importante será estarmos focados, ser determinados e jogar com toda a qualidade que temos vindo a demonstrar esta época na Champions League. Temos uma das melhores defesas da competição e temos de continuar assim para reduzir as lacunas. Teremos de estar muito concentrados e jogar com humildade e carácter.

©Getty Images

Leonardo Jardim, treinador do Mónaco
O Arsenal é uma equipa muito boa. São os favoritos para esta eliminatória. Estão habituados a jogar este tipo de jogos, em grandes competições. É por isso que são favoritos ao apuramento. Têm jogadores muito experientes, como o Olivier Giroud e o Alexis Sánchez, mas nós vamos jogar, como sempre, para ganhar.  

David Miles, secretário do Arsenal
Primeiro que tudo estamos contentes por estar aqui. Quando se pensa que esta é a nossa 17ª presença consecutiva na Champions League e a 12ª vez seguida que nos apuramos na fase de grupos, trata-se de um feito fantástico para o Arsène Wenger e para o clube. Estamos encantados por continuar a jogar na principal competição de clubes da Europa.

Fosse quem fosse o adversário seria difícil. E conheço quem diga que tivemos um sorteio favorável mas, ainda assim, vai ser complicado. O Mónaco ganhou o direito de estar aqui, tal como nós, e estou certo que o Arsène está encantado por poder voltar a um dos seus clubes anteriores. Estamos toddos ansiosos por jogar.

Topo