Antevisão: Arsenal - Dortmund

Arsène Wenger pediu ao Arsenal para "mostrar solidariedade", enquanto Jürgen Klopp diz que o Dortmund vai usar o jogo para esquecer os problemas na Bundesliga.

Laurent Koscielny (à direita) está novamente disponível no Arsenal
Laurent Koscielny (à direita) está novamente disponível no Arsenal ©Getty Images

Arsène Wenger pede ao Arsenal para "responder às pessoas que colocam em causa a sua qualidade"
O Arsenal precisa de um ponto para ultrapassar a fase de grupos pela 15ª temporada consecutiva
O Dortmund bateu o Arsenal por 2-0 na primeira jornada e conta por vitórias os jogos disputados no torneio até ao momento
O Arsenal está a realizar o seu pior arranque de sempre na Premier League, com 17 pontos em 12 jogos
Jürgen Klopp: "O Arsenal tem problemas, mas nós temos mais"

Contas do apuramento: Arsenal (7 pontos) - Dortmund (12)
• O Arsenal apura-se se empatar ou se o outro jogo do grupo terminar empatado.
• O Dortmund já está apurado e precisa de apenas um ponto para selar o primeiro lugar do grupo.

Equipas prováveis
Arsenal: Martínez, Chambers, Koscielny, Mertesacker, Gibbs; Arteta, Ramsey; Oxlade-Chamberlain, Alexis Sánchez, Santi Cazorla; Welbeck.
Ausentes: Özil (joelho), Debuchy (tornozelo), Ospina (coxa), Szczęsny (anca), Walcott (virilha) Wilshere (tornozelo), Diaby (gémeos)
Em dúvida: Welbeck (estiramento na coxa)

Dortmund: Weidenfeller; Piszczek, Ginter, Subotić, Durm; Kehl, Gündoğan; Grosskreutz, Kagawa, Mkhitaryan; Aubameyang.
Ausentes: Papastathopoulos (perna), Bender (anca), Reus (tornozelo), Hummels (tornozelo), Kirch (coxa), Nuri Şahin (joelho)
Em dúvida: Błaszczykowski (joelho)

Arsène Wenger, treinador do Arsenal
Primeiro que tudo, se há algo que mostrei ao longo dos 18 anos que estou neste clube é que sei aceitar as críticas. Todos têm direito à sua opinião. Dito isto, é bom frisar que temos valores neste clube. O primeiro é a solidariedade entre todos quando passamos por momentos difíceis. Isso é fundamental. O segundo é que quando alguém tem algo a dizer a outro, fá-lo cara a cara. Não precisamos de recorrer aos jornais para isso.

O mais importante é a proximidade entre todos dentro do clube e a forma como respondemos a quem coloca em causa a nossa qualidade. Pessoalmente, sinto que existe uma forte ligação dentro do nosso clube e que temos uma excelente equipa esta temporada. Aposto isso com quem quiser apostar comigo.

O Dortmund é uma equipa de qualidade, com excelentes jogadores. São rápidos na transição, muito fortes quando partem para o ataque, e defendem em conjunto. Individualmente, muitos dos seus jogadores são internacionais pela Alemanha, sobretudo, e pela Polónia. São uma equipa realmente forte. Tiveram a infelicidade de ter demasiadas lesões no arranque da época.

Como grande clube que é, as questões não tardam a surgir – "por que razão estão a perder tantas vezes?" - e isso leva a que a confiança caia um pouco. Não estou preocupado com o lugar que eles ocupam no seu campeonato. Lutam contra um rival como o Bayern, que quando conquista demasiados pontos de avanço é praticamente impossível de alcançar. Não acredito que fiquem durante muito mais tempo na posição em que se encontram.

Jürgen Klopp, treinador do Dortmund
Estamos a procurar jogar o melhor futebol possível, mesmo não estando na nossa melhor forma. Todos passam por momentos menos bons – o Shinji [Kagawa] pode jogar melhor, mas isso é verdade para toda a gente. Ele realizou jogos bons e jogos menos bons, como acontece a qualquer um.

Não sei muito sobre a situação do Arsenal no futebol inglês. Não sei o que as pessoas pensam e o que esperam que eles sejam. Toda a gente pensa que este é o momento certo para seguir em frente. O Arsenal tem alguns problemas a nível de lesões, mas nós temos ainda mais. Não vale a pena entrar em comparações.

Nós também estamos sob pressão. Talvez não nesta competição, mas temos um grande objectivo. Queremos carimbar o primeiro lugar. Na Alemanha, contudo, estamos debaixo de muita pressão. Nos últimos jogos realizámos quatro boas partes e duas muito más. Essas duas partes más ditaram derrotas. Esta noite não podemos fazer nada em relação ao momento que vivemos na Bundesliga. É uma espécie de feriado para mim. É "só" a Champions League. Mas claro que há pressão. A pressão existe sempre, sobre todos.

Não quero que entremos em campo relaxados. Vamos ver o que conseguimos fazer aqui. Precisamos de todos os jogos para ganhar estabilidade. Temos de tirar proveito deste jogo para a Bundesliga. Necessitamos dessa estabilidade e esse é o nosso maior problema neste momento. Se jogarmos bem, isso vai ajudar-nos a melhorar na Bundesliga.

Resultados do fim-de-semana
Arsenal 1-2 Manchester United FC (Giroud 90+5; Gibbs ag 56, Rooney 85)
SC Paderborn 2-2 Dortmund (Rupp 60, Sağlık 81; Aubameyang 12, Reus 45+1)

Guia de forma (todas as competições)
Arsenal: DDEVVV
Dortmund: EVVDVD

Estatística
• O Dortmund venceu por 2-1 quando as duas equipas se encontraram no norte de Londres, na fase de grupos da última época, com o Arsenal a vencer no seu estádio o Dortmund, também por 2-1, em 2011/12.

Topo