Guardiola e Ribéry satisfeitos com o Bayern

Josep Guardiola ficou agradado com a forma como a sua equipa ultrapassou a defensiva da Roma, enquanto Franck Ribéry não escondeu a satisfação pelo golo marcado após ausência por lesão.

Os jogadores do Bayern comemoram com os adeptos no final do encontro
Os jogadores do Bayern comemoram com os adeptos no final do encontro ©AFP/Getty Images

• Josep Guardiola impressionado pela forma como o Bayern venceu a resistência da Roma
• Rudi Garcia satisfeito com "carácter e orgulho" demonstrados, apesar da derrota
• Franck Ribéry agradado pelo golo no regresso à competição após lesão
Crónica do jogo: Bayern 2-0 Roma
• Próximos jogos: Manchester City-Bayern, CSKA Moskva-Roma (25 de Novembro)

Josep Guardiola, treinador do Bayern
Estou muito satisfeito, parabéns à minha equipa. Conseguimos qualificar-nos após quatro jornadas e agora podemos concentrar-nos até Março na Taça da Alemanha e na Bundesliga. Respeito a Roma, tem um treinador muito bom e, naturalmente, depois de uma derrota por 7-1, jogou de forma um pouco mais na defensiva, por vezes com seis defesas. Tivemos de nos adaptar a isso e fomos capazes de controlar o ataque italiano. Era óbvio que o que aconteceu há duas semanas não se iria repetir. Não conseguimos encontrar o ritmo ideal na primeira parte, mas após o intervalo foi diferente e tudo correu bem.

Eu e os meus jogadores queremos sempre ter posse de bola. Queremos manter a bola, mas isso depende muito do adversário. A nossa equipa é muito estável, os adversários não conseguem criar muitas oportunidades. É algo que me deixa orgulhoso. Mas não podemos esquecer que estamos apenas no início de Novembro.

Rudi Garcia, treinador da Roma
Mostrámos carácter e orgulho. Poderíamos talvez ter feito um resultado melhor, mas defrontámos uma grande equipa. O Bayern é uma das melhores equipas do Mundo. Não conseguimos ter tanta posse de bola como eles, tal não é possível em Munique. Não lhes concedemos muito espaço e eles não criaram tantas situações de perigo como no primeiro jogo. Considero que podemos estar orgulhosos da nossa equipa e da exibição que fizemos. Tentámos jogar de forma muito compacta e agressiva. A pressão do Bayern é impressionante, às vezes parece que tem mais um jogador em campo.

Franck Ribéry, médio do Bayern
O jogo foi completamente diferente do de Roma. Trabalhámos muito, mas eles apostaram em seis jogadores na defesa e dificultaram muito a tarefa. Nunca desistimos de tentar e foi importante ter marcado o primeiro golo. Também foi importante para conseguirmos a vitória e garantir o primeiro lugar no grupo.

É sempre bom [estar em forma e jogar]. É bom psicologicamente, mas temos muitos bons jogadores e muitos encontros por disputar. A época é longa. Sinto-me bem neste momento e é bom jogar de início para ganhar ritmo. Sabíamos que este grupo não seria fácil, mas estivemos bem. Espero que seja possível manter este nível na Bundesliga.

Topo