Zenit vence Benfica na estreia

SL Benfica 0-2 FC Zenit Reduzido a dez desde meio da primeira parte, o Benfica não resistiu a dois golos do Zenit marcados nos 24 minutos iniciais.

O SL Benfica estreou-se com uma derrota na fase de grupos da UEFA Champions League 2014/15, ao perder em casa frente ao FC Zenit, por 2-0. Hulk e Axel Witsel marcaram na primeira parte, fase em que os da casa ficaram reduzidos a dez elementos, por expulsão do guarda-redes Artur.

O conjunto russo entrou decidido e criou perigo logo no primeiro minuto, após iniciativa de Hulk pelo lado direito. O internacional brasileiro cruzou de pé esquerdo para o interior da área e Oleg Shatov, em boa posição, falhou a emenda por muito pouco. Depois da ameaça o Zenit chegou mesmo à vantagem, aos cinco minutos, após um passe mal medido de Jardel na zona central. Shatov viu a desmarcação de Hulk, que teve a tranquilidade suficiente para picar a bola sobre Artur.

Surpreendido nos instantes iniciais, o Benfica tentou reagir e Luisão levou algum perigo até à baliza contrária, aos oito minutos. O capitão cabeceou primeiro após um livre e logo de seguida na sequência de um canto, sem sucesso.

Dois minutos depois Eduardo Salvio tentou a sorte à entrada da área mas Yuri Lodygin, com dificuldade, afastou pela linha de fundo. Aos 17 minutos, o Benfica sofreu nova contrariedade, já que Artur foi expulso após derrubar Danny à entrada da área, quando o médio luso se colocava em boa posição para visar a baliza "encarnada".

Na conversão do livre Hulk esteve perto do segundo golo mas a bola acabou por sair pela linha de fundo, desviada por um elemento do Benfica. No pontapé-de-canto o Zenit acabaria por fazer o 2-0, graças a um cabeceamento de Axel Witsel. O recém-entrado Paulo Lopes - rendeu Talisca - ainda se esticou mas efectuou a defesa para lá da linha de baliza.

Em vantagem numérica e no marcador, o conjunto orientado por André Villas-Boas passou a privilegiar a posse de bola, com o campeão português a sentir dificuldades para criar perigo junto da área contrária. Eduardo Salvio era dos mais inconformados mas as suas investidas no lado direito esbarravam numa defesa do Zenit bem preenchida, que guardou a vantagem até ao descanso.

No segundo tempo a toada do jogo manteve-se mas aos 58 minutos Luisão esteve muito perto do golo, após livre de Enzo Pérez. O central ganhou posição e cabeceou para defesa vistosa de Lodygin. Dois minutos volvidos, Hulk voltou a ficar perto do golo depois de se esgueirar pelo lado esquerdo. O extremo do Zenit rematou cruzado e a bola embateu no poste.

Aos 65 minutos foi a vez de Lima tentar aproveitar um deslize da defesa do Zenit, mas o avançado brasileiro permitiu a defesa incompleta de Lodygin, com a defensiva russa a emendar o erro. Aos 70 José Rondón falhou o alvo por pouco mas o marcador não sofreria mais alterações até final. No dia 1 de Outubro o Benfica actua no terreno do Bayer 04 Leverkusen em partida da segunda jornada, ao passo que o Zenit recebe o AS Monaco FC.

Topo