Antevisão: Benfica - Zenit

André Villas-Boas admite ficar satisfeito com empate do Zenit, mas Jorge Jesus não quer nada menos do que a vitória para o Benfica, em confronto com muitas caras conhecidas.

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, afirma que o Grupo C será muito equilibrado
• André Villas-Boas admite que empate será um bom resultado para o Zenit
Zenit está numa série de dez vitórias seguidas e não sofreu golos em sete desses jogos
• Viktor Fayzulin está castigado do lado do Zenit; o Benfica não conta com os lesionados Sílvio e Júlio César
• Axel Witsel, Javi García e Ezequiel Garay regressam para defrontar a antiga equipa

Equipas prováveis
Benfica: Artur; Pereira, Luisão, Jardel, Eliseu; Samaris, Pérez, Gaitán, Salvio, Talisca; Lima.
Ausentes: Sílvio (perna) e Júlio César (coxa)

Zenit: Lodygin; Smolnikov, Garay, Lombaerts, Criscito; Witsel, Javi García; Danny, Shatov; Rondón, Kerzhakov.
Ausente: Viktor Fayzulin (castigado)

Jorge Jesus, treinador do Benfica
[Meio-campo do Zenit com Alex Witsel e Javi Garcia, dois antigos jogadores do Benfica, além do defesa Ezequiel Garay] Eles têm mais possibilidades do que eu, pois sabem exactamente o que fazer. É uma vantagem para o Zenit ter três jogadores que conhecem perfeitamente as ideias do Benfica. Nada me diz que o Hulk não vai jogar. Ele jogou contra o Dínamo de Moscovo. Espero-o amanhã a titular.

O optimismo e a confiança são sempre totais na minha equipa, mas também sabemos o valor dos nossos adversários. Este é um grupo forte, muito nivelado, por isso mantenho aquilo que disse após o sorteio: qualquer das equipas pode ser apurada como pode ir para a UEFA Europa League. Todas têm a mesma percentagem de favoritismo. A percentagem de cada equipa é igual, quer para subir, quer para descer.

O Zenit começou a época muito forte, mas o Leverkusen e o Benfica também. O Mónaco não começou tão bem, mas tem muito poder. O objectivo será, naturalmente, entrar com uma vitória. É sempre importante vencer o primeiro jogo, pois se no campeonato há tempo para recuperar na Champions há poucos jogos e cada vitória representa mais um passo para podermos ser apurados para a próxima fase.

[Confronto com Villas-Boas] Os treinadores não se confrontam directamente, as suas equipas sim. Tenho más recordações como tenho boas. Fico muito satisfeito por estar na Champions League, ainda mais por encontrar outros treinadores portugueses.

André Villas-Boas fala sobre as hipóteses do Zenit
André Villas-Boas fala sobre as hipóteses do Zenit

André Villas-Boas, treinador do Zenit
É um privilegio enorme voltar a Portugal para defrontar uma das grandes equipas do campeonato. A nossa ambição é ganhar. O grupo é difícil, ganhar pontos fora pode ser muito importante.

Estamos concentrados. O facto de alguns jogadores voltarem ao clube que representaram não lhes tira a responsabilidade para com o Zenit nem pode ser uma distração, mas sim uma motivação extra para poder triunfar. Não vamos montar a equipa para empatar. Seria errado preparar a minha equipa para o empate, por isso vamos encarar este jogo como todos os outros.

Jogar aqui tem significado especial para mim. Tenho excelentes recordações deste estádio. Ter sido campeão neste estádio e ter conseguido aqui a qualificação para a final da Taça de Portugal foi muito importante para mim, mas não quero estar a evidenciar esses factos. A dimensão do Zenit não merece essa evidência. Vejo novamente o Benfica cheio de jogadores de talento, misturados com outros com grande experiência, por isso será um dos favoritos neste grupo.

Resultados do fim-de-semana
Vitória FC 0-5 Benfica (Salvio 10, Anderson Talisca 38 43 55, John 76)
Zenit 3-2 FC Dinamo Moskva (Douglas og 28, Arshavin 40, Smolnikov 89; Valbuena 18, Samba 82)

Guia de forma (todas as competições)
Benfica: VEVVE
Zenit: VVVVVV

Facto
• Qual o registo de Villas-Boas contra o Benfica enquanto treinador da A. Académica de Coimbra e do FC Porto? Saiba tudo na nossa detalhada antevisão do encontro.

Topo