Riedle satisfeito pelo papel de embaixador

Karl-Heinz Riedle, antigo avançado do Dortmund e da Alemanha, explicou durante o sorteio da UEFA Champions League que sente uma "grande honra" por ser embaixador da final de 2015.

Karl-Heinz Riedle exibe o troféu da UEFA Champions League
Karl-Heinz Riedle exibe o troféu da UEFA Champions League ©UEFA

Vencedor da UEFA Champions League em 1996/97 ao serviço do Borussia Dortmund, Karl-Heinz Riedle iniciou funções como embaixador da final da UEFA Champions League de 2015 com um papel de destaque no sorteio da fase de grupos no Mónaco, um momento importante na caminhada até ao jogo decisivo, agendado para Berlim em Maio do próximo ano.

O antigo avançado, de 48 anos, tem boas recordações da UEFA Champions League dos seus tempos de jogador em que mostrou ser um goleador exímio, com evidente destaque para os dois golos marcados à Juventus na final de 1997, que o Dortmund venceu por 3-1. Riedle passou quatro anos ao serviço do BVB, após ser contratado à SS Lazio, numa carreira de sucesso que conta ainda com passagens pelo FC Augsburg, SV Blau-Weiss 1890 Berlin, Werder Bremen, Liverpool FC e Fulham FC ao longo de uma carreira de sucesso.

"Foi uma grande honra ser escolhido para embaixador e para ser sucessor do Luís Figo, que foi o eleito em Lisboa", afirmou Riedle. "Estou muito animado e muito feliz por participar. Sempre encarei a UEFA Champions League como o acontecimento mais importante, mesmo nos meus tempos de jogador, pelo que ser o embaixador da prova é maravilhoso."

Berlim nunca acolheu uma final da UEFA Champions League ou da Taça dos Clubes Campeões Europeus, mas Riedle tem a certeza que a cidade e o Olympiastadion vão estar à altura do desafio. Riedle saiu derrotado do estádio da capital em duas finais da Taça da Alemanha quando alinhava no Bremen, mas está ansioso pelo regresso ao recinto que acolheu a final do Campeonato do Mundo de 2006.

"Berlin vai estar a um excelente nível porque é uma cidade com muita experiência", afirmou o avançado que marcou 16 golos em 42 jogos pela Alemanha e fez parte da selecção que conquistou o Campeonato do Mundo em 1990. "Vai mostrar que foi uma excelente escolha."

Topo