Lincoln transporta espírito de conquista para a Europa

"A qualificação foi o nosso Santo Graal", revelou Aaron Payas ao UEFA.com numa altura em que o estreante Lincoln, representante de Gibraltar, prepara o embate ante o HB.

O Lincoln fez a "tripla" em 2013/14
O Lincoln fez a "tripla" em 2013/14 ©Ian Martinez | snaprimages.com

O 12º título consecutivo do Lincoln FC mostrou foi, decididamente, o mais importante até agora, uma vez que a vitória em 2013/14 permitiu-lhe ser o primeiro representante de Gibraltar na UEFA Champions League. Agora, o clube espera que o êxito a nível interno possa render dividendos na Europa.

"Após 11 títulos de seguida era impensável não ganharmos o 12º e tornarmo-nos na primeira equipa de Gibraltar na Champions League", disse Mick McElwee, há muito tempo treinador do Lincoln. "Quando assumi o cargo, em 2003, o meu único objectivo era permitir que equipa continuasse a desenvolver-se. Isso permanece inalterado, e penso que a equipa actual possui potencial para ser desenvolvido se continuar a mostrar motivação e ambição."

Fundado em 1976, o Lincoln estreou-se a vencer no campeonato em 1985 e conquistou seis títulos sucessivos no fim da década de 1980 e início dos anos 90 – e mais outro em 1999/2000 –, antes de iniciar a série dominadora de 12 triunfos em 2002/03. O seu 20º título no total – confirmado a 14 de Abril deste ano – teve maior significado, só que com mais em jogo vem também maior pressão.

"Foi mais uma sensação de alívio do que de alegria quando ganhámos o 12º título e o mais importante", revelou o médio Aaron Payas. "Imagine que tínhamos perdido o campeonato. A qualificação para a Champions League foi o nosso Santo Graal. Sermos os primeiros representantes de Gibraltar é a melhor recompensa que poderíamos ter depois de muitos anos de árduo trabalho."

Na quarta-feira, o HB Tórshavn visita o Estádio Victoria na primeira mão da primeira pré-eliminatória e o prémio para o vencedor da eliminatória é o confronto com o FK Partizan, gigante de Belgrado. Trata-se de um momento histórico para o Lincoln, sem dúvida, mas McElwee sente que os seus jogadores vão estar à altura. "Os nossos adeptos merecem saborear este momento e esperamos conseguir deixá-los orgulhosos", adiantou o técnico.

Topo