Ancelotti elogia atitude do Real

Carlo Ancelotti ficou "satisfeito com o resultado e a atitude" do Real Madrid, enquanto Jürgen Klopp admitiu que o Dortmund facilitou muito a vida à equipa da casa.

Carlo Ancelotti, treinador do Real Madrid
Estou satisfeito com o resultado e com a atitude da equipa. Não foi um jogo fácil, mas começámos bem. Depois abrandámos e o Dortmund mostrou ser uma equipa muito perigosa no contra-ataque. Agora temos de jogar em Dortmund. Eles criam perigo com contra-ataques rápidos, mas a nossa defesa esteve bem esta noite. Também defendemos mais à frente de modo a evitar os passos longos deles.

Isco tem jogado bem, também no capítulo defensivo. Ele tem muita qualidade. Não está habituado a jogar naquela posição. [Cristiano] Ronaldo teve uma lesão no joelho, mas tirei-o para não correr riscos. Ele não está lesionado, é a apenas um pequeno toque.

Vencer a décima (Taça dos Campeões)? Todos os dias pensamos nisso, ainda mais quado temos este tipo de jogos. Esta competição motiva-nos muito. Reagimos depois de dois jogos nos quais não jogámos muito bem, mas a equipa reagiu bem. Sonhamos em jogar a final, mas está ainda a três jogos de distância. Este resultado indicia uma segunda mão sem problemas, mas temos de ter cuidado com o Dortmund.

Jürgen Klopp, treinador do Dortmund
Nós praticamente que lhes demos dois golos. Pode-se sofrer o primeiro golo, produto de um bom lance de ataque, mas facilitámos muito no segundo e terceiro golos. Não defendemos como queríamos; demos demasiado espaço e não fomos compactos como gostaria que tivéssemos sido. Mas temos que perceber que jogámos contra aquela que é, nestes dias, uma das melhores equipas do mundo.

Tivemos muitas ocasiões para marcar um golo e tentámos até ao apito final. Teria sido bom para a segunda mão. Estaríamos certamente melhores na elminatória do que com estes 3-0. Uma vitória por 2-0 em frente aos nossos adeptos é sempre uma possibilidade, mas isso agora não será agora suficiente, pois não marcámos aqui.

Falhámos na última acção nos nossos ataques. Tivemos muitos contra-ataques onde, ou falhámos a oportunidade, ou o último passe foi mal executado. Assim, se formos eliminados na próxima semana, não foi por causa da nossa exibição na defesa neste jogo.

Não vou fazer nenhuma espécie de promessas para a segunda mão, mas queremos jogar um futebol atraente e tentar ganhar o jogo, se possível. E se conseguirmos ganhar vamos ver, depois, porque margem. Mas não vou dizer aqui que "Vamos dar cabo deles".

Topo