Mourinho e Chelsea reencontram Paris

José Mourinho vai enfrentar a equipa com a qual mediu forças no seu primeiro encontro europeu como treinador do Chelsea e quererá repetir o resultado que então logrou em Paris.

John Terry marcou um dos golos do triunfo por 3-0 do Chelsea em Paris, em 2004
John Terry marcou um dos golos do triunfo por 3-0 do Chelsea em Paris, em 2004 ©Getty Images

O primeiro jogo europeu de José Mourinho como treinador do Chelsea FC teve lugar frente ao Paris Saint-Germain, em 2004, e o técnico português prepara-se agora para medir forças com o mesmo adversário, na tentativa de guiar a formação londrina às meias-finais da UEFA Champions League na sua temporada de regresso a Stamford Bridge.

• Mourinho estará bem consciente da ameaça que Zlatan Ibrahimović constitui, depois de os dois terem trabalhado juntos no FC Internazionale Milano; o avançado sueco leva dez golos na prova numa temporada em que o Paris procura chegar às meias-finais pela segunda vez na sua história.

Encontros anteriores
• Quando as duas equipas mediram forças na fase de grupos da edição de 2004/05, o Chelsea venceu por 3-0 em Paris, graças a um cabeceamento certeiro de John Terry e a dois golos de Didier Drogba. Foi um arranque perfeito para Mourinho na UEFA Champions League ao leme dos "blues", depois de na temporada anterior ter erguido pela primeira vez o troféu, então ao comando do FC Porto.

• Nesse jogo, a 14 de Setembro de 2004, no Parc des Princes, as equipas alinharam da seguinte forma:
Paris: Letizi, Mendy, Cana, Hélder, Armand, M’Bami, Pierre-Fanfan, Rothen (Ateba 84), Coridon (Ljuboja 66), Pauleta, Ogbeche (Pancrate 72).
Chelsea: Čech, Ferreira, Gallas, Terry, Bridge, Makelele, Lampard, Tiago, Joe Cole (Geremi 70), Gudjohnsen (Kežman 11), Drogba (Duff 81).

• O encontro da segunda volta, em Stamford Bridge, terminou empatado a zero.

• Paris e Chelsea empataram 1-1 num encontro amigável disputado a 23 de Julho de 2012, no Yankee Stadium, em Nova Iorque. Nenê e Lucas Piazon assinaram os golos. Os "onzes" iniciais foram os seguintes:
Chelsea: Čech, Ferreira, Luiz, Cahill, Hutchinson, De Bruyne, Lampard, Mikel, Hazard, Lukaku, Kakuta.
Paris: Douchez, Sakho, Alex, Armand, Jallet, Nenê, Bodmer, Chantôme, Pastore, Lavezzi, Gameiro.

• O Paris já disputou sete jogos frente a equipas inglesas, apresentando nesses embates um registo de 1V 3E 3D. O único triunfo ocorreu na primeira mão das meias-finais da Taça dos Vencedores das Taças de 1996/97, quando bateu o Liverpool FC por 3-0, seguindo em frente para a final com um total de 3-2 no conjunto das duas mãos. Nessa final, a turma parisiense perdeu por 1-0 com o FC Barcelona. Três anos antes, o Paris tinha empatado 1-1 em casa frente ao Arsenal FC nas meias-finais dessa mesma competição, acabando eliminado, derrotado por 2-1 no conjunto das duas mãos.

• O supracitado triunfo do Chelsea em Paris constitui a única vitória da turma londrina em solo francês. A última visita do Chelsea a França ocorreu na fase de grupos da UEFA Champions League de 2010/11 e terminou com uma derrota por 1-0 no terreno do Olympique de Marseille. Os "blues" tinham já perdido no mesmo recinto e pelo mesmo resultado na segunda fase de grupos da edição de 1999/2000 da prova, e perderam igualmente por 3-1 em casa do AS Monaco FC na primeira mão das meias-finais da edição de 2003/04, acabando eliminados com um total de 5-3.

• O Chelsea bateu por 4-0, em Londres, um FC Girondins de Bordeaux então treinado por Laurent Blanc, na fase de grupos da edição de 2008/09, num encontro em que Frank Lampard abriu o activo. Em França o embate terminou com um empate a uma bola.

Retrospectiva
• O Paris está nos quartos-de-final pela segunda temporada consecutiva, mas apenas pela terceira vez em toda a sua história. Há um ano, nesta fase da competição, empatou 2-2 em casa com o Barcelona e empatou depois 1-1 em Camp Nou, acabando eliminado devido aos golos fora.

• Esta temporada, um triunfo por 4-0 na primeira mão dos oitavos-de-final, no terreno do Bayer 04 Leverkusen – com dois golos de Ibrahimović –, abriu caminho a um apuramento tranquilo, selado com novo triunfo, em Paris, por 2-1. Esse resultado permitiu à formação da capital francesa elevar para 22 o seu registo de golos na presente edição da prova, tendo Ibrahimović contribuído com dez desses tentos.

• Em casa, na fase de grupos desta edição da competição, o Paris bateu o SL Benfica (3-0) e o Olympiacos CF (2-1), empatando pelo meio a um golo com o RSC Anderlecht.

• O Paris não perde em casa nas provas da UEFA há 28 jogos. A última equipa a triunfar no Parc des Princes nas competições europeias foi o Hapoel Tel-Aviv FC, que aí venceu por 4-2 na fase de grupos da Taça UEFA, em Novembro de 2006.

• A única presença do Paris em meias-finais da mais importante competição europeia de clubes teve lugar em 1994/95 e culminou numa derrota por 3-0 no total das duas mãos frente ao AC Milan.

• O Chelsea procura atingir pela sétima vez em 11 temporadas as meias-finais. Chega a estes quartos-de-final depois de vencer em casa, por 2-0, o Galatasaray AŞ, triunfo que confirmou o apuramento com um total de 3-1 na soma das duas mãos.

• A turma londrina venceu o seu grupo pela oitava vez (terminou em segundo nas restantes três ocasiões). Perdeu em casa e fora contra o FC Basel 1893, mas venceu os restantes jogos sem sofrer qualquer golo, ao bater o FC Steaua Bucureşti por 4-0 na Roménia e por 1-0 em casa, e o FC Schalke 04 por 3-0 tanto na Alemanha como em Londres.

• Mourinho, que para além do triunfo ao leme do Porto também conquistou a UEFA Champions League pelo Inter (2010), procura tornar-se no primeiro treinador a sagrar-se campeão europeu ao comando de três clubes diferentes. Apenas Bob Paisley (Liverpool FC 1977, 1978, 1981) conseguiu até à data erguer por três vezes o troféu como treinador.

Ligações entre as equipas
• Alex disputou 135 jogos pelo Chelsea entre 2007 e 2012, marcando dez golos. Chegou ao clube londrino em 2004, mas passou três temporadas no PSV Eindhoven, por empréstimo, antes de regressar a Stamford Bridge, tendo sido finalista vencido da UEFA Champions League em 2008. Conquistou a Premier League em 2009/10, ano em que ajudou igualmente os "blues" a vencerem a Taça de Inglaterra, troféu que tinha também conquistado em 2009. Assinou pelo Paris em Janeiro de 2012.

• Entre os jogadores que também representaram os dois clubes encontram-se os nomes de Claude Makelele, Nicolas Anelka e Mateja Kežman.

• Em 2010/11, Eden Hazard conquistou a Taça de França depois de ajudar o LOSC Lille a derrotar o Paris por 1-0 e, uma semana depois, alinhou também num empate a dois golos no Parc des Princes que permitiu ao Lille celebrar a conquista da sua primeira "dobradinha" desde 1946. O médio belga perdeu apenas um dos nove jogos que disputou na Ligue 1 frente ao emblema parisiense, tendo mesmo marcado um dos golos no triunfo caseiro, por 2-1, de Abril de 2012.

• No Lille, Hazard foi colega de equipa de Yohan Cabaye e Lucas Digne, actuais jogadores do Paris.

• César Azpilicueta alinhou pelo Marselha entre 2010 e 2012, vencendo apenas um dos três jogos em que mediu forças com o Paris. Tratou-se de uma vitória por 3-0, em Novembro de 2011, para a qual contribuiu com a assistência para um dos golos.

• Petr Čech representou o Stade Rennais FC entre 2002 e 2004 e venceu um dos quatro jogos em que defrontou o Paris para a Ligue 1.

• Demba Ba iniciou a sua carreira no FC Rouen e foi colega de Cabaye no Newcastle United FC. O médio do Paris esteve em Tyneside entre 2011 e 2014, marcando 18 golos em 93 jogos; alinhou em duas vitórias caseiras sobre o Chelsea e numa em Stamford Bridge, mas saiu derrotado de dois outros encontros com os "blues".

• Zoumana Camara passou a temporada de 2003/04 no Leeds United AFC, por empréstimo do RC Lens, tendo disputado 15 jogos e apontado um golo.

• Mourinho levou Thiago Motta para o Inter em Julho de 2009, onde este jogou ao lado de Samuel Eto'o. Ibrahimović passou a temporada de 2008/09 sob as ordens do técnico português. Com 25 golos, foi o melhor marcador da Serie A e contribuiu decisivamente para a conquista do título de campeão italiano por parte do Inter.

• Oscar marcou um dos golos do triunfo por 3-0 do Brasil sobre uma selecção francesa pela qual alinharam Blaise Matuidi e Cabaye, médios do Paris. O encontro teve lugar a 9 de Junho de 2013, em Porto Alegre.

• Thiago Silva, Lucas e Marquinhos, do Paris, são colegas de David Luiz, Oscar e Ramires, do Chelsea, na selecção do Brasil.

• Blanc terminou a carreira de jogador no Manchester United FC, clube que representou entre 2001 e 2003, alinhando numa vitória fora por 3-0 e numa derrota em casa pelo mesmo resultado na sua primeira temporada em Inglaterra e num empate 2-2 em Stamford Bridge na segunda.

Topo