O "site" oficial do futebol europeu

Principais factos e números da primeira jornada

Publicado: Quarta-feira, 11 de Setembro de 2013, 9.00CET
Novos treinadores, velhas rivalidades e registos de longa data: o UEFA.com escolhe os factos mais importantes antes da primeira jornada da fase de grupos.
Principais factos e números da primeira jornada
Alessandro Matri foi o carrasco do Celtic nos oitavos-de-final da época passada ©AFP/Getty Images
 
 
Publicado: Quarta-feira, 11 de Setembro de 2013, 9.00CET

Principais factos e números da primeira jornada

Novos treinadores, velhas rivalidades e registos de longa data: o UEFA.com escolhe os factos mais importantes antes da primeira jornada da fase de grupos.

Menos de quatro meses depois da conquista do troféu por parte do FC Bayern München em Wembley, a fase de grupos da UEFA Champions League está de volta.

Após um Verão de mudanças em muitos dos bancos das principais equipas europeias, o mundo vai parar, uma vez mais, para assistir à maior competição de clubes da Europa. A UEFA Champions League tem a tradição de arrancar sempre em grande e, depois do sorteio realizado o mês passado ter ditado alguns embates de fazer crescer água na boca, a primeira jornada da presente edição da prova promete não ser diferente. O UEFA.com olha para alguns dos factos mais importantes dos confrontos da ronda inaugural.

Clique nos jogos para ler a retrospectiva integral dos embates Galatasaray AŞ -Real Madrid CF, SL Benfica-RSC Anderlecht, Chelsea FC-FC Basel 1893 e FK Austria Wien-FC Porto disponível em português; os restantes encontros apenas em inglês.

Jogos de terça-feira
Grupo A (Manchester United FC-Bayer 04 Leverkusen; Real Sociedad de Fútbol-FC Shakhtar Donetsk)
• Para o United esta será a sua 18ª presença consecutiva na prova, mas para o seu novo treinador, David Moyes, esta será a sua estreia na fase de grupos de uma competição que os actuais campeões ingleses venceram por duas vezes sob as ordens do seu antecessor, Alex Ferguson. Este será igualmente o primeiro jogo na UEFA Champions League como treinador para o técnico do Leverkusen, Sami Hyypiä, que conquistou a prova em 2005, com a camisola do Liverpool FC.

• Esta é a primeira presença da Real Sociedad nas provas europeias desde a sua campanha de estreia na fase de grupos da UEFA Champions League, em 2003/04. Já o seu adversário ucraniano prepara-se para disputar a fase de grupos pela nona ocasião.

Grupo B (Galatasaray AŞ-Real Madrid CF; FC København-Juventus)
• O treinador do Galatasaray, Fatih Terim, foi substituído no comando do AC Milan, em 2001/02, pelo actual treinador do Real, Carlo Ancelotti. Ümit Davala, agora treinador-adjunto dos campeões turcos, disputou sete jogos sob as ordens de Ancelotti nessa temporada.

• Esta é a segunda visita da Juve em duas temporadas à capital dinamarquesa, onde na última época empatou 1-1 na fase de grupos no terreno do FC Nordsjælland, num jogo em que Mirko Vučinić assinou o golo da igualdade, já perto do final da partida.

Group C (SL Benfica-RSC Anderlecht; Olympiacos FC-Paris Saint-Germain FC)
• Na final de 1983 da Taça UEFA o Anderlecht bateu o Benfica por 1-0 em casa e empatou 1-1 em Lisboa, conquistando o troféu. Minervino Pietra, actual treinador-adjunto do Benfica,  e Shéu Han, actual secretário técnico do clube "encarnado" actuaram nessa final.

• O treinador do PSG, Laurent Blanc, e o seu homólogo do Olympiacos, Míchel, enfrentaram-se quando França e Espanha mediram forças num jogo da fase de qualificação para o EURO '92, em Paris, a 20 de Fevereiro de 1991. Blanc assinou, nesse encontro, o último golo do triunfo da França por 3-1.

Group D (FC Bayern München-PFC CSKA Moskva; FC Viktoria Plzeň-Manchester City FC)
• Josep Guardiola, treinador do Bayern, fazia parte da equipa do FC Barcelona que, enquanto detentora do troféu, se viu eliminada da edição 1992/93 da prova na segunda eliminatória após uma derrota caseira, por 3-2, frente ao CSKA, resultado que confirmou a eliminação dos catalães com um total de 4-3, negando-lhes assim um lugar na fase de grupos.

• Enquanto o City se apurou directamente para a fase de grupos, na qualidade de vice-campeão inglês, o Plzeň, campeão checo em título, teve de ultrapassar três eliminatórias, nas quais se apresentou em excelente plano, vencendo todos os seis jogos disputados. Deixou pelo caminho o FK Željezničar com 6-4 no conjunto das duas mãos, o JK Nõmme Kalju com 10-2 e o NK Maribor com 4-1.

Jogos de quarta-feira
Grupo E (FC Schalke 04-FC Steaua Bucureşti; Chelsea FC-FC Basel 1893)
• Os 16 jogos já disputados pelo Steaua frente a adversários alemães resultaram em uma vitória, seis empates e nove derrotas; em solo germânico esse registo é de 0V 3E 6D. A sua longa série sem vitórias frente a oponentes da Alemanha teve continuidade na temporada passada, frente ao VfB Stuttgart, na fase de grupos da UEFA Europa League, com um empate 2-2 fora e uma derrota por 5-1 em Bucareste.

• Chelsea e Basileia encontraram-se nas meias-finais da última edição da UEFA Europa League, com a turma londrina a seguir em frente para a final com um total de 5-2 no conjunto das duas mãos e a erguer, depois, o troféu.

Grupo F (Olympique de Marseille-Arsenal FC; SSC Napoli-Borussia Dortmund)
• Há duas épocas, OM e Arsenal calharam igualmente no mesmo grupo e terminaram nos dois primeiros lugares da tabela classificativa. Os "gunners" levaram, então, a melhor em França, vencendo por 1-0 graças a um golo tardio de Aaron Ramsey, registando-se depois um empate 0-0 em Londres.

• Naquele que será o primeiro encontro oficial entre Nápoles e Dortmund, o novo treinador da turma napolitana, Rafael Benítez, vai procurar melhorar o registo da sua equipa frente a adversários alemães: nenhuma vitória e cinco derrotas nos últimos sete jogos.

Grupo G (FK Austria Wien-FC Porto; Club Atlético de Madrid-FC Zenit)
• A visita do Porto ao terreno do Austria Wien leva os "dragões" de regresso ao Ernst-Happel-Stadion, local que, ainda com o nome de Estádio Prater, foi palco da final de 1987 da Taça dos Campeões Europeus de clubes, na qual a turma "azul-e-branca" conquistou o seu primeiro grande troféu continental, ao bater o Bayern por 2-1.

• O Zenit visita Madrid exactamente um ano depois de se ter visto derrotado por 3-0 em Espanha pelo Málaga CF, no arranque da fase de grupos edição da época transcata da UEFA Champions League. O Atlético, por seu lado, viu-se na última temporada afastado da UEFA Europa League após uma derrota em casa diante de uma equipa russa, o FC Rubin Kazan, nos 16 avos-de-final da prova.

Grupo H (AC Milan-Celtic FC; FC Barcelona-AFC Ajax)
• Novo reforço do Milan, Alessandro Matri assinou o primeiro golo dos jogos da primeira e segunda mão pelo seu antigo clube, a Juventus, no triunfo da turma de Turim por 5-0 sobre o Celtic no conjunto das duas mãos dos oitavos-de-final da última edição da prova.

• Surpreendentemente, este será o primeiro embate entre Barcelona e Ajax, dois clubes com vasto prestígio na mais importante prova europeia de clubes e que têm também a ligá-los um nome ilustre, Johan Cruyff, que ergueu o troféu três vezes pelo Ajax como jogador antes de conduzir os catalães à conquista do seu primeiro título europeu de clubes, em 1992.

Última actualização: 16-09-13 9.56CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1992078.html#principais+factos+numeros+primeira+jornada