Clubes beneficiam com receitas da Champions League

Os clubes presentes na edição 2012/13 da UEFA Champions League partilharam 904,6 milhões de euros em participação, direitos televisivos e receitas de desempenho, segundo os números divulgados pela UEFA.

Adeptos do Bayern durante a visita bem-sucedida da sua equipa a Wembley, em Maio
Adeptos do Bayern durante a visita bem-sucedida da sua equipa a Wembley, em Maio ©AFP/Getty Images

Um total de 904.6 milhões de euros foi distribuído às equipas participantes na UEFA Champions League da época passada. Os dois clubes que disputaram a final da edição 2012/13, em Londres – os rivais da Bundesliga, FC Bayern München e Borussia Dortmund – receberam quantias substanciais, que reflectiram as suas campanhas longas e contributos memoráveis.

Distribuição financeira da fase de grupos 2012/13 em diante (em inglês)

O Bayern, que acabaria por se sagrar campeão europeu após uma vitória por 2-1 sobre o Dortmund, em Wembley, no mês de Maio, recebeu 55.046 milhões da UEFA. Esta soma consistiu em 35.9 milhões em participações, bónus de jogos e desempenho, abrangendo a fase de grupos e a fase a eliminar (incluindo a final), bem como 19.146 milhões provenientes de receitas televisivas. O Dortmund recebeu 54.161 milhões, valor que compreende 32.4 milhões de em prémios de participação, bónus de jogos e desempenho, mais 21.761 milhões de receitas televisivas.

Desses valores, 10.5 milhões foram atribuídos ao Bayern pelo sucesso na final; o Dortmund averbou 6.5 milhões como finalista vencido. Outras equipas com proveitos consideráveis na edição 2012/13 da UEFA Champions League foram: Juventus (65.3 milhões), AC Milan (51.4 milhões), Real Madrid CF (48.4 milhões), FC Barcelona (45.5 milhões) e Paris Saint-Germain FC (44.7 milhões). O valor de 904.6 milhões partilhado pelas 32 equipas envolvidas na competição, a partir da fase de grupos, representou 495 milhões em quantias fixas e 409.6 milhões provenientes do mercado televisivo.

Todos os 32 participantes tiveram direito a um mínimo de 8.6 milhões de euros, segundo o sistema de distribuição. Adicionalmente, foram pagos bónus de desempenho na fase de grupos: as equipas receberam 1 milhões por cada vitória e 500.000 euros por cada empate. Nesse aspecto particular, Dortmund (com quatro vitórias e dois empates) e PSG (cinco vitórias) foram as formações que amealharam mais dinheiro, com 5 milhões cada um. Os clubes que se apuraram para os oitavos-de-final tiveram direito a 3.5 milhões adicionais, beneficiando de mais 3.9 milhões pela presença nos quartos-de-final, enquanto os quatro semifinalistas somaram mais 4.9 milhões.

As receitas oriundas do mercado televisivo foram divididas de acordo com o valor proporcional do mercado televisivo nacional representado por cada equipa, entre outros factores, o que significa que as verbas atribuídas variaram consoante o país (ou federação).

Os clubes envolvidos na fase de qualificação da UEFA Champions League também tiveram direito a pagamentos solidários, sendo que cada uma das 20 equipas presentes no "play-off" receberam uma quantia fixa de 2.1 milhões, independentemente do resultado dos seus embates.

Topo