O "site" oficial do futebol europeu

Números da UEFA Champions League de 2012/13

Publicado: Domingo, 26 de Maio de 2013, 11.15CET
Do afastamento do Chelsea, passando por mais um recorde de José Mourinho, registos de Zlatan Ibrahimović e Cristiano Ronaldo e os feitos do Bayern: o UEFA.com olha para os números.

rate galleryrate photo
1/0
counter
  • loading...
 
 
Publicado: Domingo, 26 de Maio de 2013, 11.15CET

Números da UEFA Champions League de 2012/13

Do afastamento do Chelsea, passando por mais um recorde de José Mourinho, registos de Zlatan Ibrahimović e Cristiano Ronaldo e os feitos do Bayern: o UEFA.com olha para os números.

1
O Chelsea FC tornou-se no primeiro detentor do troféu a ser eliminado na fase de grupos da época seguinte. O clube londrino não só tinha ultrapassado a primeira fase nas dez campanhas anteriores na UEFA Champions League, como foi a equipa mais concretizadora nos seis jogos da fase de grupos, com 16 golos.

4
Carlo Ancelotti tornou-se no segundo treinador, depois de José Mourinho, a atingir os quartos-de-final da UEFA Champions League no comando de quatro equipas diferentes, desta vez como treinador do Paris Saint-Germain FC.

4
O triunfo do FC Bayern München na final da UEFA Champions League em Wembley foi a sétima vitória da Alemanha, permitindo a subida ao quarto lugar dos países com mais triunfos na prova.

5
Cinco dessas vitórias foram do Bayern. Os bávaros estão apenas atrás de Real Madrid CF (9) e AC Milan (7) na lista de clubes com mais títulos na prova, e empatados no terceiro posto com o Liverpool FC.

6
Burak Yılmaz apontou seis golos pelo Galatasaray AŞ na fase de grupos, estabelecendo um novo recorde para jogadores turcos numa única época, e terminou a campanha com oito golos. Antes de encontrar a veia goleadora, que rendeu os primeiros seis golos ao clube de Istambul, Burak não tinha marcado qualquer tento nos 16 jogos disputados na prova, incluindo as pré-eliminatórias.

6
O golo apontado por Zlatan Ibrahimović ao FC Dynamo Kyiv na primeira jornada permitiu-lhe tornar-se no primeiro jogador a marcar por seis clubes diferentes na UEFA Champions League: AFC Ajax, Juventus, FC Internazionale Milano, FC Barcelona, AC Milan e PSG.

7
O triunfo do Bayern sobre o Barcelona, com um total de 7-0, foi o mais folgado de sempre em meias-finais da UEFA Champions League.

10
Chelsea e CFR 1907 Cluj terminaram ambos com dez pontos, entrando para o restrito grupo de clubes que não conseguiram ultrapassar a fase de grupos com esse total. Com o sistema de três pontos por vitória, Dynamo de Kiev (na segunda fase de grupos de 1999/2000 e em 2004/05), Dortmund (segunda fase de grupos de 2002/03), PSV Eindhoven (2003/04), Olympiacos FC (2004/05), SV Werder Bremen (2006/07) e Manchester City FC (2011/12) foram eliminados apesar de somarem dez pontos.

15
Anos decorridos entre os dois triunfos de Jupp Heynckes na UEFA Champions League, pelo Real Madrid, em 1998, e Bayern, esta temporada. Trata-se da maior distância temporal que qualquer treinador percorreu entre dois títulos, e é apenas o quinto a erguer o troféu por dois clubes diferentes.

16
O hat-trick que Claudio Pizarro fez em apenas 16 minutos frente ao LOSC Lille, na quarta jornada, foi o terceiro mais rápido de sempre na UEFA Champions League. O recordista continua a ser Bafétimbi Gomis, que precisou de metade do tempo para marcar três golos pelo Olympique Lyonnais frente ao GNK Dinamo Zagreb, na fase de grupos de 2011/12.

17
O Real Madrid CF ficou no segundo lugar no Grupo D e passou pela 17ª vez à fase eliminatória da UEFA Champions League e pela 16º ano consecutivo. Os "merengues" falharam a presença em 1996/97, quando não conseguiram a qualificação para a prova.

21
O triunfo de do Celtic FC por 3-2 em casa do FC Spartak Moskva, na segunda jornada, foi o primeiro em 21 jogos como visitante na UEFA Champions League.

50
Cristiano Ronaldo tornou-se no quinto jogador a atingir os 50 golos na UEFA Champions League com o tento marcado pelo Real Madrid no encontro da primeira mão com o Dortmund. Raúl González, Lionel Messi, Ruud van Nistelrooy e Thierry Henry são os outros grandes goleadores.

59
Messi marcou por oito vezes esta época e atingiu os 59 golos na UEFA Champions League, tornando-se no segundo melhor marcador de sempre na prova, a 12 golos que Raúl.

89
O minuto da final no qual Arjen Robben garantiu um lugar na história da prova, com o golo da vitória pelo Bayern.

100
José Mourinho tornou-se, na quinta jornada, o quinto treinador a comandar equipas em 100 jogos da UEFA Champions League. Arsène Wenger, Alex Ferguson e Ancelotti são os outros ilustres.

114
Alex Ferguson retirou-se em Maio e, dos seus 1500 jogos ao leme do Manchester United FC, registam-se um recorde de 202 na UEFA Champions League, incluindo partidas de qualificação. Trata-se do único técnico a liderar uma equipa em mais de 100 vitórias na Taça dos Campeões (Arsène Wenger é segundo com 79), num total de 114, que inclui quatro pelo Aberdeen FC.

567
Depois de ter perdido os seis jogos da fase de grupos em 2011/12, o Dínamo de Zagreb teve um rendimento semelhante no Grupo A, perdendo os primeiros cinco desafios sem marcar qualquer golo. No entanto, quando o clube estava na perspectiva de se juntar a RC Deportivo La Coruña (2004/05) e Maccabi Haifa FC (2009/10) como as únicas equipas a ficar em branco na fase de grupos, Ivan Krstanović sofreu uma grande penalidade no período de compensação com o Dínamo de Kiev, na sexta jornada. O suplente converteu o castigo máximo, fazendo o empate, e apontou o primeiro golo do Dínamo na fase de grupos ao 567º minuto, incluindo os períodos de compensação.

6000
O autogolo de Sergio Ramos, na vitória do Real Madrid por 2-1 sobre o Manchester United FC, na segunda mão dos oitavos-de-final, foi o 6000 golo na UEFA Champions League, da fase de grupos até à final.

Última actualização: 04-12-13 5.05CET

Informação relacionada

Perfis das equipas

http://pt.uefa.com/uefachampionsleague/news/newsid=1955682.html#numeros+uefa+champions+league+201213