Dortmund acredita em novo triunfo sobre o Real

Campeão europeu pelo Dortmund em 1997, Lars Ricken sente que o sucesso obtido esta época frente ao Real é motivo para esta entrar confiante no embate das meias-finais.

Os melhores de Espanha vão enfrentar os melhores da Alemanha nas meias-finais, após o sorteio desta sexta-feira ter emparelhado o Bayern com o Barcelona e o Dortmund com o Real Madrid.

O Borussia Dortmund somou quatro pontos nos dois jogos frente ao Real Madrid CF na fase de grupos da presente edição da UEFA Champions League, mas na memória tem ainda uma eliminação às mãos dos "merengues" na sua última presença em meias-finais da prova, em 1998, da qual a turma da Bundesliga se quererá, certamente, desforrar.

O Dortmund terminou no primeiro posto do Grupo D, à frente do Real Madrid, em grande parte graças a um triunfo caseiro por 2-1 sobre a formação orientada por José Mourinho, na terceira jornada da fase de grupos. Agora voltará a ter pela frente os actuais campeões espanhóis, nas meias-finais, com a primeira mão marcada para 23 de Abril, na Alemanha. E também a deslocação ao Santiago Bernabéu, da semana seguinte, para o jogo da segunda mão, não deverá assustar os pupilos de Jürgen Klopp, que empataram 2-2 na capital espanhola, em Novembro, na quarta jornada da fase de grupos.

O Dortmund não se deu, contudo, tão bem na sua anterior presença em meias-finais da UEFA Champions League quando, então na qualidade de campeão europeu em título, se viu afastado pelo Real Madrid com um total de 2-0 no conjunto das duas mãos. "Já passaram 15 anos desde esse embate das meias-finais da Champions League", recordou Lars Ricken, que na altura representava o Dortmund como jogador e que desempenha agora as funções de coordenador do futebol jovem da formação germânica.

"Isso atesta o desenvolvimento desta equipa. Já mostrámos, esta temporada, que somos capazes de bater o Real Madrid e é por isso que temos muitas esperanças de voltar a marcar presença numa final da Champions League. E, para além disso, também queremos desforrar-nos, porque quando encontrámos o Real nas meias-finais em 1998 fomos eliminados. Bom, não é bem uma vontade de desforra, é mais de provarmos algo a nós mesmos."

Klopp fez eco das palavras de Ricken, salientando que embora o Real, nove vezes campeão europeu de clubes, constitua um duro obstáculo, "é a única equipa ainda em prova que o Dortmund já bateu esta temporada". A história recente dos embates entre os dois clubes também não passou despercebida ao director-desportivo do Real Madrid, Emilio Butragueño. "Temos muito respeito pelo Dortmund", frisou. "Jogámos duas vezes contra eles esta época e não conseguimos ganhar nenhum desses jogos. Esperamos que, desta feita, as coisas sejam diferentes, pois queremos muito estar na final. É com isso que todos sonhamos."

"Temos consciência do potencial do Dortmund e sabemos o quanto vai ser difícil travá-lo. Mas a motivação é grande. Falta apenas uma etapa para chegarmos à final e o Real espera por isso há já largos anos. Temos de aproveitar esta grande oportunidade e não tenho dúvidas de que a nossa equipa vai estar ao seu melhor nível para garantir um lugar em Wembley. Temos noção de que vai ser complicado, mas se a nossa equipa jogar o melhor que sabe, estou certo de que teremos todas as possibilidades de seguir em frente."

Encontros anteriores*
06/11/2012, fase de grupos: Real 2-2 Dortmund (Pepe 34, Özil 89; Reus 28, Arbeloa ag 45)
24/10/2012, fase de grupos: Dortmund 2-1 Real (Lewandowski 36, Schmelzer 64; Ronaldo 38)
25/02/2003, segunda fase de grupos: Dortmund 1-1 Real (Koller 23; Portillo 90+2)
19/02/2003, segunda fase de grupos: Real 2-1 Dortmund (Raúl 43, Ronaldo 56; Koller 30)
15/04/1998, meias-finais: Dortmund 0-0 Real
01/04/1998, meias-finais: Real 2-0 Dortmund (Morientes 24, Karembeu 67)

* todos na UEFA Champions League

Topo