Imprensa europeia destaca proeza de Messi

A imprensa europeia chama "deus do futebol" a Lionel Messi após os cinco golos marcados no triunfo por 7-1 sobre o Leverkusen e um dos jornais titula: "Prendam-no!". O UEFA.com resume algumas reacções.

Lionel Messi festeja um dos golos marcados ao Leverkusen em Camp Nou
Lionel Messi festeja um dos golos marcados ao Leverkusen em Camp Nou ©AFP/Getty Images

A "manita" de Messi (marcar cinco golos em Espanha significa uma "manita" ou mão cheia)
AS, Espanha
Os 75.632 espectadores que o testemunharam poderão dizer "eu estive lá", da mesma forma que aqueles que viram o basquetebolista Wilt Chamberlain marcar 100 pontos num jogo, Mohammed Ali colocar KO Sonny Liston ou Bob Beamon voar para o recorde mundial do salto em cumprimento, no México. Todos assistiram a algo de sublime. Messi marcou cinco golos num jogo da Champions League. Esta temporada já marcou quatro golos contra o Valência e, há duas temporadas, marcou os mesmos quatro golos ao Arsenal na Champions League. Ontem, foi ainda mais além.

Furacão Messi
El País, Espanha
Temos de estar gratos a Messi porque ele quer jogar sempre – não distingue jogos particulares de jogos oficiais, fáceis ou difíceis, muito ou pouco importantes e nunca aceita que o jogo já acabou, independentemente se ele está bom para jogar, se está frio ou calor, se é em casa ou fora ou se é quarta-feira ou sábado. Ninguém mais exige mais a Messi que o próprio Messi, que faz de cada momento algo espectacular.

O Deus Messi!
Bild, Alemanha
Os cinco golos marcados ao Leverkusen parecem ridículos. Este homem de 1,69m foi cinco golos maior que o Leverkusen. Lionel Messi desmantelou a quinta melhor equipa da Bundesliga nos oitavos-de-final da Champions League. Uma catástrofe para o Leverkusen, um regalo para os adeptos do futebol.

Cinco golos para a lenda
Corriere dello Sport, Itália
Apenas José Altafini e Gerd Müller fizeram o mesmo, mas antes da era da Champions League. Messi é um extra-terrestre comparado com o resto, ele apenas precisa agora de ter sucesso com a Argentina para estar ao mesmo nível de outro jogador conhecido também por "D10s".

O mágico Messi brilha em Nou Camp
De Telegraaf, Holanda
Lionel Messi deslumbrou pelo Barcelona na noite de quarta-feira. O pequeno argentino marcou o encontro da segunda mão dos oitavos-de-final da Champions League. Messi tornou-se o primeiro jogador a marcar cinco golos num encontro da Champions League. O Bayer Leverkusen foi a última vítima desde mago do futebol

Messi estratosférico
L'Équipe, França

Os jogadores do Bayer Manuel Friedrich e Michal Kadlec, tiveram uma discussão no intervalo do jogo da primeira mão para ver quem ficava com a camisola de Lionel Messi. Na quarta-feira, deverão ter estado tentados para chamá-lo a tirar uma fotografia no relvado, onde o argentino mostrou ser de uma classe à parte depois de ter sido protagonista na goleada de 7-1 sobre o adversário alemão. Um remate colocado  (1-0, 25 minutos), em arco (2-0, 42), um chapéu (3-0, 54): os golos do costume de um artista com um talento único como Messi.

Prendam-no!
SportDay, Grécia
Enquanto Lionel Messi andar livremente, coisas como estas podem acontecer. A super-estrela argentina fez pouco do Leverkusen, ao marcar cinco golos na vitória do Barcelona por 7-1 da equipa alemã, escrevendo mais uma página nos livros de história. Foi de novo imparável e tornou-se o primeiro jogador a marcar cinco golos num encontro da UEFA Champions Leagu.

A classe única de Messi entra para a história
Telegraph, Inglaterra
Lionel Messi tornou-se o primeiro jogador a marcar cinco golos num jogo da Champions League e está a sete golos de ser o melhor marcador de sempre da história do Barcelona, tudo isto com apenas 24 anos. Estamos perante um jogador fadado para bater todos os recordes e que, sozinho, destroçou uma equipa que, quatro dias antes, batera o Bayern de Munique na Bundesliga.

A interminável colecção de maravilhas de Messi tem mais uma raridade
Público, Portugal
O que é que ainda falta escrever sobre Lionel Messi? O jogador argentino nunca pára de surpreender e, em Camp Nou, destroçou o quinto classificado do campeonato alemão.

Topo