Quarteto persegue sonho de Munique

Passou apenas um mês desde que o Barcelona venceu o United em Wembley, mas para quatro equipas, o caminho rumo a Munique e à final da edição 2011/12 da UEFA Champions League começa já na terça-feira.

A poeira ainda mal assentou depois da magnífica exibição do FC Barcelona sobre o Manchester United FC, em Wembley, mas para quatro equipas o caminho até Munique e à final da edição 2011/12 da UEFA Champions League começa já na próxima terça-feira.

Precisamente um mês depois da final de Londres, os campeões de Malta, San Marino, Luxemburgo e Andorra vão dar início à próxima edição da competição, participando na primeira pré-eliminatória. Munique ainda está muito longe, e verdade seja dita, nenhuma das equipas pensa, para já, mais além do que as suas tarefas iniciais, segundo Dan Theis, treinador do F91 Dudelange.

"Só queremos apurar-nos para a próxima ronda, e depois sim, saber o que nos espera," disse antes da deslocação do campeão luxemburguês ao terreno do semi-profissional FC Santa Coloma, de Andorra. "É o tudo ou nada para nós, e não me importava de passar à fase seguinte: depois seria um confronto de outro calibre, frente ao NK Maribor, da Eslovénia."

Esta será a terceira tentativa do Santa Coloma para chegar à segunda pré-eliminatória, algo que nunca conseguiu. O Dudelange tem algum prestígio, e apesar de só por uma vez, em sete tentativas, ter passado a primeira pré-eliminatória, a confiança é elevada, depois de na época passada ter ganho o título de campeão nacional, com uma diferença positiva de 51 golos a espelhar o seu domínio.

E sublinha o porquê de abordarem a primeira mão, na terça-feira, como favoritos, diz o treinador do Santa Coloma, Luis Blanco. "O Dudelange é um clube profissional, por isso vamos tentar fazer uso de todas as nossas armas. Sonho com um empate ou uma vitória, e depois disso vamos até ao Luxemburgo e ver como as coisas correm. Sabemos que é muito difícil, mas não impossível."

O outro jogo da primeira pré-eliminatória, entre o campeão maltês, Valletta FC, e o homólogo de San Marino, SP Tre Fiori, é um embate mais renhido em teoria. "Nesta fase não vejo grandes diferenças entre a minha equipa e o Tre Fiori," disse o treinador do Valletta, Jesmond Zerafa. "Ainda assim, tenho plena confiança que a minha equipa vai alcançar o seu principal objectivo: o apuramento para a segunda pré-eliminatória."

O moral está em alta antes da deslocação a San Marino, na terça-feira, depois de o Valletta ter conquistado o seu primeiro troféu da época na semana passada, num torneio amigável onde participaram os três representantes de Malta nas competições europeias. Não que falte confiança aos comandados de Zerafa – terminaram a Premier League 2010/11 invictos, e ainda com o melhor ataque e a defesa menos batida.

Caso sobreviva à primeira mão e ao segundo jogo, na próxima quarta-feira, a recompensa é uma eliminatória frente ao FK Ekranas, da Lituânia. O embate entre Dudelange e Santa Coloma conclui-se no dia anterior.

Topo