Inter antevê dificuldades

Massimo Moratti considerou que o Inter, detentor do troféu, ficou colocado num "grupo difícil", opinião que mereceu a concordância de Twente, Tottenham e Bremen.

Massimo Moratti considera que os rivais do Grupo A vão causar muitas dificuldades ao Inter
Massimo Moratti considera que os rivais do Grupo A vão causar muitas dificuldades ao Inter ©UEFA.com

O FC Internazionale Milano vai iniciar a defesa do título da UEFA Champions League em casa do estreante FC Twente, num Grupo A do qual também faz parte o igualmente debutante Tottenham Hotspur FC e o SV Werder Bremen (onde actua o ponta-de-lança português Hugo Almeida).

Enquanto o presidente do Inter, Massimo Moratti, destacou que é um “grupo difícil”, os rivais dos "nerazzurri" parecem ter mais motivos para estarem preocupados, com treinador do Bremen, Thomas Schaaf, a descrever os italianos como “uma equipa fantástica e um enorme desafio".

Massimo Moratti, presidente do Inter
É um grupo difícil, muito equilibrado. Temos que ter muito cuidado e não podemos considerar nenhum jogo fácil. O nosso objectivo é renovar o título, mas primeiro temos de ultrapassar este grupo complicado. O Tottenham não joga a este nível há alguns anos, mas possui enorme tradição e não vai sentir dificuldades em adaptar-se ao ambiente da UEFA Champions League. O Twente é outra equipa estreante, mas temos de a respeitar. Este grupo não permite ter um momento de descontracção e não o podemos considerar fácil.

Thomas Schaaf, treinador do Bremen
Quem assistiu ao sorteio, onde foram eleitos os melhores jogadores da última época, teve oportunidade de ver a qualidade da equipa do Inter. Os melhores jogadores da Europa, o melhor guarda-redes, o Júlio César, o melhor defesa, o Maicon, o melhor médio, o Wesley Sneijder, e o melhor avançado, o Diego Milito, continuam ao serviço do campeão da Europa. O Inter é uma equipa fantástica e um enorme desafio. O Tottenham conquistou um lugar entre os melhores clubes da Inglaterra, enquanto o Twente foi campeão da Holanda na época passada, o que diz tudo.

Darren Eales, director de futebol do Tottenham

Sabíamos que íamos ter de defrontar uma equipa forte do Pote 1, mas vai ser muito difícil medir forças com os detentores do título europeu. O Twente foi campeão na época passada, o Bremen ficou no terceiro lugar da Bundesliga e afastou a Sampdória no “play-off”, pelo que são duas boas equipas e adversários difíceis. É muito emocionante estar aqui. Já passaram 48 anos desde que perdemos com o Benfica nas meias-finais e, na altura, as pessoas não pensavam que tivessem de esperar tanto tempo para que voltássemos a disputar esta competição. Agora estamos aqui, queremos ganhar um lugar e ter sucesso no futuro.

Michel Preud'homme, treinador do Twente
Queria ficar no grupo com o Barcelona, o Panathinaikos e o Copenhaga, porque teríamos boas hipóteses, nas calhou-nos um grupo muito difícil, com o campeão europeu Inter, o Bremen e o Tottenham, que deve ser a equipa mais difícil do Pote 3. Na época passada, o Twente passou por muitas dificuldades frente ao Bremen [que afastou os holandeses da UEFA Europa League] e a presença de um clube inglês torna tudo ainda mais complicado. A fase de grupos vai ser uma boa experiência e talvez seja possível provocarmos uma surpresa.

Topo