Olić partilha louros do triunfo

Ivica Olić partilhou os louros depois do "hat-trick" que colocou o Bayern de Munique na final da UEFA Champions League, tendo afirmado: "Foi um sonho, mas toda a equipa jogou muito bem".

Ivica Olić foi herói em Lyon
Ivica Olić foi herói em Lyon ©Getty Images

Questionado se este é o melhor momento da sua carreira, o avançado do FC Bayern München, Ivica Olić, respondeu que "parece que sim", na sequência do "hat-trick" apontado na casa do Olympique Lyonnais, que colocou a equipa de Louis van Gaal na final da UEFA Champions League.

Semi-finalista da Taça UEFA na época passada ao serviço do Hamburger SV, o croata de 30 anos rubricou uma exibição de sonho na terça-feira, marcando nos minutos 26, 67 e 78 e que, juntos ao 1-0 trazido da primeira mão, valeram o passaporte para a final de 22 de Maio, no Santiago Bernabéu, ante o FC Barcelona ou o FC Internazionale Milano.

Os sete golos na UEFA Champions League juntam-se aos dez apontados na Bundesliga, mas o internacional pela Croácia manteve a calma quando confrontado com a forma evidenciada. Questionado se está no melhor momento da sua carreira, afirmou: "Bem, parece que sim, mas penso que a minha equipa também está na sua melhor forma. Um atacante tem que fazer o seu papel que passa por marcar golos".

O seu colega Philipp Lahm, contudo, não poupou elogios ao companheiro, saudando a veia goleadora de Olić. "Ele trabalha muito. Pode ver-se em cada lance o quanto ele trabalha para a equipa", disse o lateral de 26 anos. "A seguir recebe como recompensa três golos numa meia-final da Champions League".

O lance em que Olić rodou e marcou o seu primeiro da noite foi, para o avançado, o mais importante. "O primeiro golo foi psicologicamente o mais importante", disse. "Depois disso, eles teriam que marcar três para seguir em frente, e essa tarefa não era fácil. Depois marquei o segundo e terceiro golos. Estou muito feliz com tudo isto, marcar três vezes numa meia-final. Melhor é difícil".

No entanto, se o derradeiro toque foi seu, Olić partilha os louros e a ajuda dada neste grande desempenho de todo o conjunto. "Foi um sonho, mas toda a equipa jogou muito bem", afirmou. "Fomos muito compactos, a nossa defesa e o meio-campo jogaram muito bem. Deste modo criámos oportunidades e depois foi fácil para mim no ataque concretizá-las".

Conteúdos relacionados

Topo