O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Man City 3-0 Bayern: Cityzens ganham vantagem confortável na primeira mão

O Manchester City vai levar uma vantagem de três golos para Munique nos quartos-de-final da UEFA Champions League, depois de Rodri, Bernardo Silva e Erling Haaland terem infligido ao Bayern a sua derrota mais pesada nesta competição desde Setembro de 2017.

Resumo: Man City 3-0 Bayern

O Manchester City de Pep Guardiola deu um grande passo rumo a uma terceira presença consecutiva em meias-finais da UEFA Champions League com uma vitória por 3-0 sobre o líder da Bundesliga, o Bayern Munique, na primeira mão dos quartos-de-final.

Momentos-chave

27': Rodri abre o marcador com remate fantástico
70'
:
Bernardo Silva cabeceia para o segundo
77'
:
Haaland fecha contagem com o seu 45º golo da época

O jogo em poucas palavras: Golaço de Rodri aponta o caminho ao City

O fantástico remate com que Rodri inaugurou o marcador
O fantástico remate com que Rodri inaugurou o marcadorGetty Images

O jogo começou num ritmo alucinante, mas tanta intensidade não resultou em muitas oportunidades claras de golo.

Por algum tempo, parecia que a pressão alta adoptada por ambos os conjuntos acabaria por resultar num golo para um dos lados e Erling Haaland foi quem mais perto esteve de o conseguir, ao aproveitar.

O Bayern também ameaçou e criou a sua melhor oportunidade do Bayern na primeira parte por Jamal Musiala, servido por Leroy Sané, valendo um corte providencial de Rúben Dias.

Volvidos dois minutos, quem marcou foi o City. Bernardo Silva tocou a bola para Rodri e este, a 25 metros do alvo, fugiu a Musiala e atirou de pé esquerdo, em arco, ao ângulo superior mais distante para um grande golo. Os comandados de Thomas Tuchel começaram o segundo tempo na frente, com Sané a obrigar Ederson a algumas boas intervenções, só que o domínio do Bayern não durou muito e o City retomou o controlo. Sommer ainda adiou o segundo golo, defendendo um remate de Rúben Dias, mas outro português marcou mesmo.

Grealish roubou uma bola a Dayot Upamecano, tocou para Haaland na área e este cruzou na perfeição para Bernardo Silva que, de cabeça, ao segundo poste, atirou para o 2-0.

Pouco depois, foi a vez do internacional norueguês marcar, dando o melhor seguimento a uma assistência de cabeça de John Stones para fixar o resultado final em 3-0.

Haaland fechou a contagem
Haaland fechou a contagemGetty Images

Como tudo aconteceu: Man City 3-0

Melhor em campo PlayStation®: John Stones (Man City)

"Mostrou saber o que faz com a bola e exibiu grande leitura tática, num papel híbrido de defesa central / médio. Tomou sempre as decisões corretas em termos posicionais, com e sem bola."
Painel de Observadores da UEFA

Reacções 

John Stones com o prémio de Melhor em Campo
John Stones com o prémio de Melhor em CampoManchester City FC via Getty Ima

Pep Guardiola, treinador do Man City: "Quando se joga contra eles percebe-se como o Bayern é uma boa equipa. Foi um jogo equilibrado durante 60 minutos. Em muitos momentos eles foram melhores que nós, mas aos 65 minutos conseguimos o segundo golo e isso ajudou-nos muito."

John Stones, defesa do City e Melhor em Campo: "Sentimo-nos sempre confortáveis no jogo, mesmo quando eles pressionaram mais. É fundamental manter a calma e confiar no processo."

Thomas Tuchel, treinador do Bayern: "Acho que merecíamos pelo menos um golo e facilitamos em dois dos que sofremos. Faltou um pouco de confiança e forma aos nossos jogadores. Claro que o resultado é duro para nós. Mas apaixonei-me mais um pouco pela minha equipa esta noite, pela forma como jogou. Mesmo que pareça estranho, houve coisas positivas."

Joshua Kimmich, médio do Bayern: "Parece estranho numa derrota por 3-0, mas digo que se viu hoje que é possível igualá-los e vencê-los. Tenho confiança em mim e na nossa equipa e acredito que podemos ainda conseguir algo na segunda mão."

Tuchel viu a sua equipa sair derrotada de Manchester
Tuchel viu a sua equipa sair derrotada de ManchesterManchester City FC via Getty Ima

Estatísticas

  • O golo de Rodri foi o seu primeiro nas competições da UEFA desde que marcou pelo Villarreal na Europa League em novembro de 2016.
  • As últimas seis derrotas do Bayern nesta competição ocorreram todas sob diferentes treinadores.
  • O Manchester City está invicto há 25 jogos em casa na UEFA Champions League - um novo máximo de uma equipa inglesa na competição.
  • O golo de Haaland – o seu 45º em 2022/23 – estabeleceu um novo recorde de golos em todas as competições para um jogador da Premier League numa só época.
  • Esta foi a maior derrota do Bayern na Champions League desde a derrota ante o Paris por este mesmo resulta, em setembro de 2017, e a maior na fase a eliminar da competição desde uma derrota nas meias-finais ante o Barcelona em Maio de 2015.x

Melhores do Fantasy

John Stones – 13
Rodri – 11
Bernardo Silva – 11

Equipas

Man City: Ederson; Akanji, Rúben Dias, Aké; Stones, Rodri; Bernardo Silva, De Bruyne (Álvarez 68), Gündoğan, Grealish; Haaland

Bayern: Sommer; Pavard, Upamecano, De Ligt, Davies; Goretzka, Kimmich; Coman, Musiala (Mané 69), Sané; Gnabry (Müller 80)

O que se segue?

A segunda mão joga-se em Munique na quarta-feira, 19 de Abril. Quem levar a melhor no conjunto das duas mãos defrontará Real Madrid ou Chelsea nas meias-finais, a 9 ou 10 de Maio (primeira mão) e 16 ou 17 de Maio (segunda mão), disputando em casa o primeiro jogo.