O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Atlético 0-0 Manchester City (total 0-1): Ingleses aguentam pressão e seguem em frente

O Manchester City travou todas as investidas do Atlético no Estádio Metropolitano e agendou encontro com o Real Madrid nas meias-finais da UEFA Champions League.

Watch the best of the action from Madrid where Manchester City repelled the hosts' best efforts to hold on for a place in the semi-finals.
Resumo: Atlético 0-0 Man. City

O Manchester City festejou o jogo 100 na UEFA Champions League garantindo um lugar ao garantir o seu lugar nas meias-finais.

Momentos-chave

30' Gündoğan acerta no poste
87' Stones trava remate de golo
90+5' Felipe é expulso

O jogo em poucas palavras: City sobrevive ao Atlético

Kevin De Bruyne em acção em Madrid
Kevin De Bruyne em acção em MadridGetty Images

A partida teve um início intenso tal como Josep Guardiola antecipou, já que o Atlético de Diego Simeone pressionou rapidamente desde o apito inicial, estimulado pelo apoio ruidoso dos adeptos do Estádio Metropolitano. No entanto, à medida que o jogo estabilizou, foi o City a ter as primeiras oportunidades do encontro. İlkay Gündoğan teve um remate na trave à queima-roupa em cima da meia-hora, pouco depois de John Stones cabecear por cima e Reinildo travar um pontapé de Kevin De Bruyne.

À procura de dar a volta à desvantagem na eliminatória, o Atlético surgiu rejuvenescido na segunda parte criou criar várias ocasiões na parte inicial, quando João Félix falhou por pouco o perigoso passe de Renan Lodi, antes de Antoine Griezmann errar o alvo à entrada da área. Seguiram-se duas boas oportunidades para o suplente Rodrigo De Paul e, num final de jogo pleno de eventos, Stones impediu que remate de Matheus Cunha tivesse êxito e garantiu a passagem do Manchester City às meias-finais.

Melhor em Campo PlayStation®: John Stones (Manchester City)

UEFA via Getty Images

"Esteve sempre alerta para impedir a ameaça de jogo directo do Atlético e defendeu a área do City com enorme eficiência. Foi um jogador vital para o City não ter sofrido golos."
Painel de Observadores Técnicos da UEFA

Como foi: Atlético 0-0 Man. City


Reacções
 

John Stones, defesa do Manchester City: "Sabíamos que não era um local fácil para jogar – é minha primeira vez aqui, por isso falei com os colegas que já tinham jogado aqui. Foi uma noite difícil durante todo o tempo e a forma como defendemos, nas duas mãos, foi incrível."

Josep Guardiola, treinador do Manchester City: "Na segunda parte, eles foram melhores do que nós e tivemos sorte por não termos sofrido golos. No geral, porém, estamos nas meias-finais – e é merecido".

Diego Simeone, treinador do Atlético: "Estou orgulhoso do que conseguimos fazer. Os nossos adeptos foram extraordinários, puxando a equipa para a frente e depois apoiando da mesma forma, aumentando ainda mais o barulho, quando estávamos perto de vencer. Não tenho dúvidas de que os adeptos estão orgulhosos da forma como competimos. A única coisa a salientar é que não conseguimos ganhar – e isso é o que realmente conta."

Koke, capitão do Atlético: "Estou orgulhoso dos meus companheiros e de todos os nossos adeptos. Queríamos muito conseguir o que fizemos até agora nesta competição e agora estamos orgulhosos do que tentámos alcançar aqui, mas não conseguimos chegar às meias-finais."

Joleon Lescott, BT Sport

"Cada homem defendeu a causa e colocou os seus corpos na linha da bola para interceptar remates e cruzamentos. O City merece crédito pela maneira como defendeu esta noite."

Estatísticas

João Cancelo festeja a passagem às meias-finais
João Cancelo festeja a passagem às meias-finaisGetty Images
  • Este foi o 100º jogo do Manchester City na UEFA Champions League (da fase de grupos à final). No período desde a estreia na competição, em 2011/12, apenas três clubes disputaram mais jogos: Real Madrid, Bayern e Barcelona.
  • Josep Guardiola chegou agora a nove meias-finais da UEFA Champions League – o maior número de qualquer treinador na história da competição.
  • O Manchester City perdeu apenas três dos últimos 18 jogos na fase a eliminar da UEFA Champions League (13V 2E 3D)
  • O Manchester City não sofreu golos nos quatros jogos que fez esta época na fase a eliminar da UEFA Champions League.
  • O Atlético venceu apenas três dos últimos 13 jogos nos quartos-de-final da UEFA Champions League (3V 4E 6D).
  • O Atlético sofreu apenas dois golos nos últimos 14 jogos da fase a eliminar da UEFA Champions League no seu estádio.

Melhores no Fantasy

John Stones – 10
Kyle Walker – 9
Reinildo – 9

Ficha de jogo

Atlético: Oblak; Savić, Felipe, Reinildo; Marcos Llorente, Koke (De Paul 69), Kondogbia, Lemar (Suárez 82), Renan Lodi (Correa 69); Griezmann (Carrasco 69), João Félix (Cunha)

Manchester City: Ederson; Walker (Aké 73), Stones, Laporte, João Cancelo; De Bruyne (Sterling 65), Rodri, Gündoğan; Mahrez, Foden, Bernardo Silva (Fernandinho 79)

O que se segue? 

O Manchester City defronta o Real Madrid nas meias-finais. A primeira mão terá lugar em Manchester a 26/27 de Abril, com a segunda mão no Estádio Santiago Bernabéu a 3/4 de Maio.