O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Pepsi Changemakers: Momentos marcantes na primeira mão dos quartos-de-final

Phil Foden, Alphonso Davies e Naby Keïta fazem parte da nossa escolha de Changemakers na primeira mão dos quartos-de-final.

O Changemakers da UEFA Champions League, apresentado pela Pepsi, escolhe os principais momentos que se revelaram decisivos para mudar o curso dos acontecimentos na jornada mais recente.

Changemakers: Primeira mão dos quartos-de-final

Phil Foden constrói o golo da vitória (Man. City 1-0 Atlético)
Defesa fantástica de Thibaut Courtois (Chelsea 1-3 Real Madrid)
Bloqueio de Alphonso Davies (Villarreal 1-0 Bayern)
Intercepção e passe longo de Naby Keïta (Benfica 1-3 Liverpool)

Phil Foden constrói o golo da vitória com toque primoroso

Resumo: Man. City 1-0 Atlético
Resumo: Man. City 1-0 Atlético

A equipa de Pep Guardiola estava com dificuldades em criar oportunidades perante a defesa do Atlético, mas tudo mudou quando o médio inglês substituiu Riyad Mahrez, aos 68 minutos. Momentos depois, Foden encontrou espaço fez um passe rasteiro na direcção de de Kevin De Bruyne. O belga não perdoou, passando por Jan Oblak e assinando o único golo num jogo equilibrado.

Defesa fantástica de Thibaut Courtois

Courtois regressou a Stamford Bridge com sentimentos contrastantes, mas o número um do Real Madrid esteve em grande quando a sua equipa mais precisou. Karim Benzema tinha acabado de completar o seu "hat-trick", deitando por terra os planos do Chelsea ao intervalo, quando César Azpilicueta teve a oportunidade de estabelecer o 3-2. O lateral rematou forte e colocado, ao ângulo, mas o guarda-redes belga efectuou uma defesa fantástica, com a ponta dos dedos.

Bloqueio de Alphonso Davies

Resumo: Villarreal 1-0 Bayern
Resumo: Villarreal 1-0 Bayern

O Bayern esteve longe do seu melhor no terreno do Villarreal, mas poderia ter regressado à Alemanha numa posição muito pior do que uma derrota por 1-0, não fosse a intervenção de Davies. O lateral disputou o seu primeiro jogo desde Dezembro, mas mostrou que os seus instintos defensivos permanecem intactos, quando negou o que parecia ser um golo certo do avançado Gerard Moreno, que parecia destinado em ampliar a vantagem do Submarino Amarelo.

Intercepção e passe longo de Naby Keïta

O Benfica pressionava e procurava o empate quando Keïta resolveu o problema por conta própria, em Lisboa. O médio aproveitou um passe falhado, galopou pelo centro do terreno e fez um passe preciso, para as costas da defesa da casa, que Luis Díaz aproveitou. O atacante colombiano evitou o guarda-redes Odisseas Vlachodimos e marcou um golo que pode ser decisivo na eliminatória.