O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Exclusivo: Fabinho fala do papel central no Liverpool e das alcunhas em Anfield

Para o médio-defensivo brasileiro, pouco importa não fazer as manchetes desde que ajude o Liverpool a melhorar.

Fabinho tem brilhado no meio-campo do Liverpool
Fabinho tem brilhado no meio-campo do Liverpool Getty Images

Lateral-direito transformado em médio-defensivo, Fabinho tem brilhado a grande altura no seu papel de jogador em constante participação nas jogadas do Liverpool, numa altura em que os Reds lutam por títulos em Inglaterra e aguardam pelo Benfica nos quartos-de-final da UEFA Champions League. Contratado ao Mónaco em 2018, o brasileiro é agora um elemento-chave em Anfield.

Jürgen Klopp apelidou Fabinho de "Dyson", em homenagem ao afamado nome de um aspirador e entusiasmou-se com o seu pupilo quando falou ao UEFA.com: "Ele está no auge de sua carreira, 100%. É o nosso salvador. Dá-nos a oportunidade de jogar da maneira como jogamos, com os dois defesas-centrais, para que possamos realmente concentrar-nos nos aspectos ofensivos. É muito importante para nós". O médio de 28 anos fala ao UEFA.com sobre o seu papel no Liverpool.

Fabinho está na sua equipa do Fantasy?

Resumo: Inter 0-2 Liverpool
Resumo: Inter 0-2 Liverpool

Alcunhas no Liverpool: "Dyson" e "Farol"

A primeira vez que ouvi "Dyson" foi quando o Jürgen [Klopp] o disse após um jogo em que defendi muito bem e limpei tudo no meio-campo. A alcunha de "Farol" foi-me dada pelo [treinador-adjunto dos Reds] Pep Lijnders. Os jogadores costumam chamar-me de "Flaco", que significa "Magro" [em espanhol]. Foi o Virgil [van Dijk] que começou e agora todos me chamam assim. Até o treinador... por isso, esse é o nome que é mais comum aqui.

Papel importante no meio-campo

Recebo muitas vezes a bola e envolvo-me no processo de construção. É bom estou sempre muito envolvido nas transições entre a defesa e o ataque. Também gosto do facto de haver jogadas e movimentos que posso antecipar de modo a interceptar alguns passes. Eu gosto de roubar a bola à outra equipa e, muitas vezes, dependendo de onde se ganha a bola, podemos deixar um companheiro de equipa em boa posição no ataque. Acho que é o que mais gosto de fazer.

Mohamed Salah: Todos os golos na Champions League
Mohamed Salah: Todos os golos na Champions League

Os jogadores do ataque fazem sempre as manchetes porque marcam golos e têm melhores estatísticas gerais a nível atacante, por isso é normal. Os adeptos mais novos vão dar sempre mais atenção àqueles que marcam golos, já que marcar golos é a melhor coisa do futebol. Concentro-me no modo como posso ajudar esses jogadores a melhorarem as suas estatísticas: a marcar mais golos e a fazer mais assistências.

Pegar de estaca no Liverpool

Todos os golos do Liverpool na fase de grupos
Todos os golos do Liverpool na fase de grupos

É sempre difícil quando se vem de outra liga. Na época anterior à minha chegada, o Liverpool jogou uma final da Champions League e terminou entre os quatro primeiros da Premier League. Assim, o onze inicial já estava bem definido e com um bom desempenho consistente, por isso foi difícil entrar na equipa. No entanto, com o passar do tempo, pude mostrar que merecia o meu lugar no onze inicial e consegui fixar-me.

Descarregue a app da Champions League!