O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Zlatan Ibrahimović visita a Ferrari: A infância, os ídolos, a Champions League e manter-se em forma no Milan

O avançado do Milan fala ao UEFA.com após uma volta pela pista na sede da Ferrari, em Maranello, com os pilotos de Fórmula 1 Charles Leclerc e Carlos Sainz.

Zlatan Ibrahimović na Ferrari - Nos Bastidores

"A minha paixão por carros não é segredo", disse Zlatan Ibrahimović ao UEFA.com durante uma visita à sede da Ferrari, em Maranello, onde deu uma volta à pista com os pilotos de Fórmula 1 Charles Leclerc e Carlos Sainz. "Não tenho carros porque preciso mostrar a toda a gente que tenho carros", afirmou o sueco. Sainz, curiosamente, também é adepto de futebol e disse a Zlatan: "Tento ver todos os jogos da Champions League."

Melhor marcador de sempre na história da Suécia, Ibrahimović conquistou títulos nacionais nos Países Baixos, Itália, Espanha e França, e foi membro da equipa do Manchester United que venceu a UEFA Europa League em 2016/17. Nesta entrevista, o goleador de 40 anos reflecte sobre como os primeiros tempos no subúrbio de Rosengård, em Malmö, o colocaram no caminho do sucesso e de como sente que ainda tem muita energia para continuar a carreira de jogador.

Confira a "playlist" da UEFA.tv

Crescer em Rosengård

Eu cresci em Malmö, numa pequena zona chamada Rosengård. Fiquei lá até os 17 anos. Era muito activo quando era jovem. As pessoas chamam a isso de "gueto". Para mim era o paraíso porque tinha tudo o que queria. Tinha amigos, diverti-me. Estava feliz. Havia futebol e o futebol faz as pessoas felizes. O futebol era barato, jogava-se de graça. Só precisava de calçado para jogar. Mas mesmo sem calçado é possível futebol. A partir daí, tudo foi melhorando.

Quando consegui o meu primeiro contrato [com o Malmö FF], de repente estava a ganhar dinheiro a fazer aquilo que amo. O dinheiro não me fazia feliz, mas tornou tudo mais fácil. Depois de fazer longas distâncias a pé para treinar, a roubar bicicletas – o que não é bom, mas todos nós fazemos coisas estúpidas –, eu podia agora tirar a carta de condução e ter um carro.

Factos de Zlatan

Data de nascimento: 3 de Outubro de 1981, Malmö, Suécia
Altura: 1.95m
Jogos/golos pela selecção: 120/62
Jogos/golos nas competições de clubes da UEFA: 150/57
Jogos/golos na UEFA Champions League: 124/48

Ídolos da juventude

O meu pai obrigava-me a assistir a muitos combates de boxe do Muhammad Ali, e eu gosto desse tipo de personagem: lutador, que tem de provar algo a si mesmo, que tem confiança.

[Em termos de futebolistas,] para mim, o melhor jogador [da] história é Ronaldo, "O Fenómeno". Eu seguia o que ele faziam, vi tudo o que ele fazia. Ele fez coisas que todos queriam fazer e que ninguém tinha visto antes, e todos tentaram copiar isso. Quando brincamos com os amigos no jardim, tentamos fazer as mesmas coisas que eles. Depois conheci essa pessoa na vida real e comecei a jogar contra ele – eu não cheguei a jogar com ele – e, de repente, algo irreal torna-se real.

Os melhores golos de Ibrahimović

Não esquecer as raízes

Aconteça o que acontecer comigo – sucesso, dinheiro, fama, seja o que for –, eu serei ainda a mesma pessoa. Não vou mudar. Ou se gosta de mim ou não se gosta – não nasci para convencer as pessoas a gostarem de mim.

Jogar na Champions League com 40 anos

Eu jogo com muita emoção pelo Milan porque é um clube que me deu felicidade e muitas outras coisas. Foi bom [regressar à UEFA Champions League com o clube esta época]. Depois de alguns anos a lutar e a não chegar à Champions League, todas as pessoas estavam entusiasmadas e muito felizes por estarmos de volta.

Acho a prova incrível. Marquei alguns golos de que gostei e tive a oportunidade de jogar contra as melhores equipas e os melhores jogadores da Europa. Como me sinto sobre o facto de que nunca ter ganho? De duas maneiras. Ganhar seria incrível. Não ter ganho não me muda como jogador. Se a ganhar, não significaria que seria melhor jogador porque eu sou o melhor jogador. Isto está comprovado; o melhor jogador não ganha tudo.

Que troféus ganhou Zlatan?

1 UEFA Europa League (Manchester United, 2016/17*)
1 SuperTaça Europeia da UEFA (Barcelona, 2009)
1 Mundial de Clubes (Barcelona 2009)
11 campeonatos (Ajax 2001/02 2003/04, Inter 2006/07 2007/08 2008/09, Barcelona 2009/10, AC Milan 2010/11, Paris 2012/13 2013/14 2014/15, 2015/16
3 taças nacionais (Ajax 2001/02, Paris 2014/15 2015/16)

*falhou a final devido a lesão

O futuro

O futuro está ainda por ser escrito. Eu não faço planos. Vamos ver o que acontece. Não quero arrepender-se de parar de jogar futebol e depois dizer que poderia continuar porque me arrependeria para o resto da vida. Quero jogar enquanto eu puder. A realidade é que vou jogar até ver que alguém é melhor do que eu, por isso vou continuando…

Zlatan Ibrahimović celebra um golo pelo Milan nesta edição da Serie A
Zlatan Ibrahimović celebra um golo pelo Milan nesta edição da Serie ANurPhoto via Getty Images

Sei que um dia vou parar, e não vou sentir mais aquela adrenalina. Este é um problema para todos os jogadores de futebol porque temos adrenalina quando se joga futebol, a adrenalina de que nunca se vai conseguir fazer outra coisa porque estamos programados. Todos os dias fazemos a mesma coisa.

Acordamos, preparamo-nos, treinamos, comemos e descansamos. No dia seguinte, é a mesma coisa. Durante 20 anos, fazemos as mesmas coisas e tiramos adrenalina disso. Por isso, quando de repente temos de parar e não temos mais essa agenda, deixamos de sentir essa adrenalina. E quando paramos, é preciso começar do zero e tentar algo novo.

Conselhos aos jovens jogadores

Penso que o chavão quando se diz "Que conselho você daria a uma criança?" [é] "Acredite em si próprio, seja feliz, nunca desista". É fácil dizer essas coisas, mas passar por isso é a parte mais difícil. Cercar-se de pessoas positivas, de energia positiva, ajuda muito porque transforma tudo num ambiente que facilita as coisas. Quando se tem pessoas negativas ao nosso redor, elas arrastam-nos para baixo. É como se eles não quisessem que tivéssemos sucesso. Por isso, o meu conselho seria: "É fácil e tudo é possível, mas depende de ti.