O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Sporting 0-5 Manchester City: Bis de Bernardo Silva ajuda a afundar "leões"

O Manchester City marcou cinco golos pela terceira vez nesta Champions League para derrotar o Sporting.

Veja como um bis de Bernardo Silva e um soberbo remate de Raheem Sterling valeram ao Manchester City uma impressionante goleada ante o Sporting na primeira mão dos oitavos-de-final.
Resumo: Sporting 0-5 Man. City

Bernardo Silva exibiu-se a grande nível e marcou por duas vezes, com o Manchester City a vencer sem grandes problemas o Sporting nesta primeira mão.

Momentos-chave

7': Mahrez encosta para o primeiro, VAR confirma o golo
17': Bernardo Silva aumenta vantagem do City com disparo fulminante
32': Foden assinala150º jogo pelo City com terceiro golo
44': Bernardo Silva bisa na partida em cima do intervalo
52': VAR anula "hat-trick" a Bernardo Silva
58': Sterling fecha contabem com remate em arco fantástico

O jogo em poucas palavras: City cinco estrelas

Phil Foden festeja o terceiro golo
Phil Foden festeja o terceiro goloManchester City FC via Getty Ima

O Manchester City marcou cinco golos pela terceira vez na UEFA Champions League esta época ao derrotar o Sporting numa primeira mão de sentido único em Lisboa.

Riyad Mahrez abriu o marcador com um golo que começou por ser anulado por fora-de-jogo, mas que o VAR validou, antes de Bernardo Silva rematar para o fundo das redes para o 2-0 com um disparo fulminante que ainda bateu na trave antes de entrar.

Phil Foden marcou o terceiro e Silva bisou ainda antes do intervalo, com o City a dar mais um passo para decidir desde já a eliminatória ainda no quarto de hora inicial da segunda parte. Raheem Sterling marcou o quinto – com o melhor dos golos da noite – e conferiu uma vantagem ainda mais confortável para a partida da segunda mão, no próximo mês.

Melhor em campo PlayStation®: Bernardo Silva (Manchester City)

"Não só marcou dois golos – um dos quais fantástico – como realizou uma exibição brilhante no regresso a Lisboa. Avançou para ser um falso 9 após a saída de Foden e continuou a ser uma ameaça. Um excelente desempenho"
Painel de observadores técnicos da UEFA

Como tudo aconteceu: Sporting 0-5 Man. City


Carlos Machado, repórter a acompanhar o Sporting

O Sporting sabia que este seria um desafio muito complicado e percebeu-o rapidamente, sofrendo logo aos sete minutos e depois o segundo dez minutos mais tarde, num remate magistral de Bernardo Silva. Com Pedro Porro e Ricardo Esgaio bem algemados por Cancelo e Stones, o plano de Guardiola frustrou o jogo ofensivo do Sporting e, depois, a classe mundial dos jogadores do City fez o resto. Tal como disse ontem o treinador Rúben Amorim, o City está na universidade e o Sporting no jardim-de-infância..

Matthew Howarth, repórter a acompanhar o Man. City

Bernardo Silva bisou no encontro
Bernardo Silva bisou no encontroGetty Images

O City costuma ser uma equipa agradável para quem a vê jogar, mas nem sempre se mostra tão eficaz a marcar golos. Esta noite, em Lisboa, mostrou-se mortífero na finalização. Guardiola disse antes do jogo que não queria pensar além dos oitavos-de-final, mas certamente pode começar a planear já aquela que será a quinta presença consecutiva nos quartos-de-final, depois de uma exibição de classe..

Reacções

Rúben Amorim, treinador do Sporting: "Acabámos por sofrer um golo cedo, mas penso que começámos bem. O Manchester City foi lá a primeira vez e marcou. Nós desligámos nessa jogada porque achámos que havia fora-de-jogo e não se pode fazer isso. Depois, com o segundo golo, não senti o desespero que senti com o Ajax, a equipa está mais madura. Tínhamos que ir atrás do resultado, mas não podíamos fazer o que fizemos com o Ajax e ainda tínhamos isso na cabeça. Jogámos contra uma equipa muito experiente, que venceu bem, por uma grande margem.."

O desalento de Ricardo Esgaio
O desalento de Ricardo EsgaioGetty Images

Pep Guardiola, treinador do Manchester City: “Alguns jogadores tiveram desempenho abaixo do que podem. Perdemos algumas bolas fáceis, mas hoje fomos muito eficazes. Nos primeiros sete minutos vimos como o Sporting é bom. A diferença entre as equipes – acreditem – não é 0-5. Eles são uma equipa fantástica. São campeões em Portugal e eu sei como eles são bons. Têm uma boa equipa. Diria que estou muito satisfeito porque demos um passo incrível para seguir para a próxima ronda. .”

Bernardo Silva, médio do Manchester City: “Foi um desempenho muito bom da nossa parte. Sinceramente, até acho que no primeiro tempo não fomos bons o suficiente para sair a vencer por 4-0. Acho que, por vezes, fomos algo descuidados, mas fomos muito eficazes a finalizar e a marcar em praticamente todas as oportunidades. Vencer fora de casa por 5-0 é um grande resultado.”

Rio Ferdinand, BT Sport

"Foi um futebol devastador por parte do City. Naqueles primeiros 45 minutos, marcou quatro golos, foi eficaz e teve controle absoluto. Esta é uma equipa no topo de seu jogo."

Estatísticas-chave

• O golo de Raheem Sterling foi o 200º que o Manchester City marcou na UEFA Champions League (da fase de grupos até à final).

• Riyad Mahrez já marcou dez golos na UEFA Champions League com mais de 30 anos. Apenas Cristiano Ronaldo, com 16, marcou mais a partir dessa idade.

• O Sporting não conseguiu marcar qualquer golo apenas pela segunda vez em todas as competições esta época, sendo a outra a derrota frente ao Dortmund na segunda jornada.

Melhores no Fantasy

Bernardo Silva – 19 pontos
Raheem Sterling – 12 pontos
Riyad Mahrez – 11 pontos

Equipas

Sporting: Adán; Ricardo Esgaio, Coates, Gonçalo Inácio; Pedro Porro (Lúis Neto 82), João Palhinha, Matheus Nunes, Mathues Reis; Sarabia (Bruno Tabata 75), Paulinho (Slimani 75), Pedro Gonçalves (Ugarte 50).

Man. City: Ederson; Stones (Zinchenko 61), Rúben Dias, Laporte (Aké 84), João Cancelo; Bernardo Silva (Delap 85), Rodri, De Bruyne; Mahrez, Foden (Gündoğan 61), Sterling.