O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Paris Saint-Germain - Real Madrid: Retrospectiva da UEFA Champions League, guia de forma, confrontos anteriores

O Paris tem um confronto de alto risco pela frente contra o Real Madrid na segunda vez que se enfrentam nos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

(
( ANP Sport via Getty Images

O Paris Saint-Germain tem um duelo de alto nível frente ao Real Madrid, com os dois semifinalistas vencidos da época passada a enfrentarem-se pela segunda vez nos oitavos-de-final da UEFA Champions League.

• O Real Madrid afastou o Paris nesta fase da UEFA Champions League de 2017/18 a caminho de vencer a competição pelo terceiro ano consecutivo, embora o clube francês tenha saído vencedor nas duas eliminatórias anteriores entre os dois clubes.

• Esta época, o Paris teve de se contentar com o segundo lugar no Grupo A atrás do Manchester City, finalista vencido de 2020/21, enquanto o Real Madrid terminou no primeiro lugar do Grupo D à frente do Inter.

Paris - Real Madrid: cobertura em directo
Resumo: Paris 3-0 Real Madrid
Resumo: Paris 3-0 Real Madrid


Confrontos anteriores

• O Paris de Thomas Tuchel levou a melhor sobre uma equipa do Real Madrid treinada por Zinédine Zidane na fase de grupos de 2019/20, tendo somado quatro pontos em dois jogos. Golos de Ángel Di María (14, 33), antigo médio do Real Madrid, e de Thomas Meunier (90+1) garantiram uma vitória no Parc des Princes na Jornada 1, por 3-0, antes de Kylian Mbappé (81) e Pablo Sarabia (83) resgatarem um ponto para o Paris no Santiago Bernabéu, na Jornada 5, depois do bis de Karim Benzema pelos espanhóis (17, 79).

• Quatro dos últimos dez jogos entre as duas equipas terminaram com vitória do Real Madrid – incluindo três seguidas antes da derrota de 2019 em França –, enquanto o Paris conseguiu três triunfos. No entanto, os franceses lideram nos golos marcados, com 14 contra 13.

• Este é o segundo confronto entre os dois clubes nos oitavos-de-final da UEFA Champions League. O Real, mais tarde vencedor do troféu, venceu por 3-1 em Espanha em 2017/18, num jogo em que Marcelo marcou após dois golos de Cristiano Ronaldo, e por 2-1 em Paris, com golos de Ronaldo e Casemiro para os Merengues.

• A caminhada do Real Madrid rumo à vitória na UEFA Champions League de 2015/16 teve também um triunfo sobre o Paris, por 1-0, em jogo da fase de grupos disputado no Santiago Bernabéu e no qual Nacho apontou o único tento. O encontro do Parc des Princes terminou sem golos.

• O Paris perdeu três dos cinco jogos fora frente ao Real Madrid, tendo a única vitória acontecido na primeira mão dos quartos-de-final da Taça dos Vencedores das Taças, em Março de 1994, quando George Weah marcou o único golo no Bernabéu numa eliminatória em que o Paris venceu por 2-1 no total.

• A equipa francesa conseguiu uma reviravolta memorável nos quartos-de-final da Taça UEFA de 1992/93, virando uma derrota por 3-1 em Espanha com uma vitória em casa por 4-1. Três dos quatro golos marcados no Parc des Princes aconteceram a partir dos 80 minutos: David Ginola (81) e Valdo (87) colocaram o resultado favorável ao Paris por 3-0 nessa noite e, apesar de Iván Zamorano ter empatado a eliminatória nos descontos, houve ainda tempo para Antoine Kombouaré assinar o tento que apurou os gauleses.

• A vitória do Paris a 18 de Setembro de 2019 é a única que conseguiu nos últimos sete jogos contra o Real Madrid (3E 3D).

• Marcelo marcou o golo do Real Madrid na derrota por 3-1 frente ao Paris num amigável realizado em Ohio, nos Estados Unidos, em 2016.

Ajuste a sua equipa do Fantasy Football!
Resumo: Paris 4-1 Club Brugge
Resumo: Paris 4-1 Club Brugge


Guia de forma

Paris

• O Paris somou 11 pontos na fase de grupos desta época, nove dos quais nos jogos em casa, onde venceu o Manchester City (2-0), o Leipzig (3-2) e o Club Brugge (4-1). Empatou em Bruges (1-1) e em Leipzig (2-2), e perdeu por 2-1 em Manchester, na Jornada 5, garantindo o segundo lugar.

• Derrotado na final da UEFA Champions League de 2019/20 pelo Bayern, quando perdeu por por 1-0 em Lisboa, o Paris voltou a chegar às etapas finais da competição da época passada.

• O Paris de Tuchel foi primeiro classificado no Grupo H, na época passada, tendo somado 12 pontos para terminar em igualdade com o Leipzig, mas em vantagem no confronto direto com o Manchester United em terceiro e o İstanbul Başakşehir em quarto. O Paris venceu quatro dos seus jogos na fase de grupos, tendo perdido em casa frente ao United e no terreno do Leipzig.

• Com Mauricio Pochettino a substituir Tuchel, o Paris levou a melhor sobre o Barcelona (4-1 f, 1-1 c) e o Bayern (3-2 f, 0-1 c) na fase a eliminar, antes de perder diante do Manchester City nas meias-finais(1-2 c, 0-2 f).

• O Paris esteve quatro jogos sem vencer na UEFA Champions League (1E 3D) antes de bater o Manchester City por 2-0 na Jornada 2. A vitória da Jornada 6 sobre o Club Brugge foi apenas um dos quatro triunfos conseguidos nos derradeiros 11 encontros(3E 4D).

• O Paris perdeu apenas seis dos últimos 64 jogos em casa nas competições europeias (V41 E17), embora quatro deles tenham ocorrido nos derradeiros 14 encontros no Parc des Princes, incluindo os dois anteriores à vitória sobre o City na Jornada 2.

• Esta é a décima campanha consecutiva da equipa francesa na UEFA Champions League e a 14ª no total, duas atrás do recorde nacional do Lyon.

• O primeiro golo de Mbappé, na Jornada 6, foi o 250º do Paris na UEFA Champions League, da fase de grupos à final.

• Embora não tenha conquistado o título da Ligue 1 apenas pela segunda vez em nove anos em 2020/21, ao terminar no segundo lugar a um ponto do campeão LOSC Lille, o Paris conquistou a Taça de França pela 14ª ocasião, registo recorde, e pela sexta vez em sete temporadas.

• O registo do Paris nos oitavos-de-final é de 6V 3D; a vitória da época passada contra o Barcelona foi a segunda consecutiva, enquanto a reviravolta de 2019/20 diante do Borussia Dortmund (1-2 f, 2-0 c) encerrou uma série de três eliminações consecutivas nessa fase que começou com um notável embate ante o Barcelona em 2016/17 (4-0 c, 1-6 f) e incluiu também um desaire frente ao Real Madrid em 2017/18.

• O registo do clube francês em eliminatórias a duas mãos frente a equipas espanholas é de 6V 4D, com a vitória da época passada frente ao Barcelona a terminar com uma série de quatro derrotas.

• A primeira mão frente ao Barcelona, na época passada, é uma das três únicas vitórias do Paris nos últimos 13 jogos frente a clubes espanhóis, em casa e fora (3E 7E).

• O Paris perdeu dois dos últimos seis jogos frente a clubes da Liga no Parc des Princes (2V 2E), onde o registo geral contra os visitantes espanhóis é de 8V 6E 3D.

• A vitória por 4-0 sobre o Barcelona na primeira mão, em 2017, é o único sucesso do Paris nas derradeiras seis partidas a eliminar com equipas espanholas no Parc des Princes (3E 2D).

In the Zone: A rotação posicional do Real Madrid
In the Zone: A rotação posicional do Real Madrid

Real Madrid

• O Real Madrid venceu cinco dos seis jogos que disputou no Grupo D, com excepção da inesperada derrota em casa, por 2-1, contra o estreante Sheriff, na Jornada 2, tendo terminado em primeiro no seu grupo pela terceira vez em quatro épocas. Não sofreu golos nos triunfos fora de casa: Inter (1-0), Shakhtar(5-0) e Sheriff (3-0).

• Sob o comando de Zidane, o Real Madrid também terminou em primeiro lugar no seu grupo em 2020/21, tendo somado seis dos seus dez pontos frente ao Inter e selando o apuramento como vencedor do grupo com uma vitória em casa sobre o Mönchengladbach, por 2-0, na Jornada 6.

• O Real Madrid venceu as duas mãos frente à Atalanta nos oitavos-de-final (1-0 f, 3-1 c) antes de eliminar o Liverpool nos quartos-de-final (3-1 c, 0-0 f). Perdeu depois diante do Chelsea, mais tarde campeão, mas meias-finais (1-1 c, 0-2 f).

• O Real Madrid venceu oito dos últimos 14 jogos fora na UEFA Champions League (2E 4D).

• Zidane foi substituído no Verão pelo antigo treinador do Paris, Carlo Ancelotti, técnico italiano que guiou o Real Madrid à conquista da sua décima Taça dos Campeões em 2013/14.

• A equipa espanhola ficou em segundo lugar na La Liga de 2020/21, a dois pontos do vizinho Atlético.

• Tendo chegado às meias-finais ou mais adiante em oito épocas consecutivas entre 2010/11 e 2017/18, o Real Madrid foi eliminado nos oitavos-de-final pelo Ajax em 2018/19 e pelo Manchester City na época seguinte. A vitória da campanha passada frente à Atalanta fez o seu registo total nesta fase passara para V10 D8.

• A derrota em Paris na Jornada 1 de 2019/20 é a única do Real Madrid nos últimos 13 jogos frente a adversários franceses (8V 4E), desde o desaire em Lyon, por 1-0, na primeira mão dos oitavos-de-final de 2009/10 (1-2 no total).

• Os "merengues" sofreram apenas dois golos em sete jogos frente a equipas francesas, antes de encaixarem cinco nos dois encontros frente ao Paris, há duas épocas, tendo marcado 15 golos nesse período (V6 E1).

• O registo do Real Madrid em jogos fora diante de clubes da Ligue 1 é de 6V 3E 7D.

• Embora o Real tenha perdido duas das três eliminatórias a duas mãos com o Paris, o sucesso em 2017/18 fez com que o registo total de eliminatórias frente a clubes franceses seja de 4V 4D.

Messi, Hulk, Tévez e mais: Grandes golos nos oitavos-de-final
Messi, Hulk, Tévez e mais: Grandes golos nos oitavos-de-final

Ligações e curiosidades

• Ancelotti foi treinador do Paris entre 30 de Dezembro de 2011 e 19 de Maio de 2013, tendo conquistado o título da Ligue 1 na sua única época completa no comando da equipa.

• Sergio Ramos marcou 101 golos em 671 jogos pelo Real Madrid em todas as competições entre 2005 e até rumar ao Paris em 2021. Dois deles aconteceram em vitórias na final da UEFA Champions League contra o Atlético em 2014 e 2016, mas Ramos também participou nos triunfos das finais de 2017 e 2018. O defesa espanhol ganhou igualmente a Supertaça Europeia em 2014, 2016 e 2017 e o Mundial de Clubes da FIFA em 2014, 2016, 2017 e 2018, além de cinco títulos da Liga e a Taça de Espanha em 2011 e 2014.

• Keylor Navas foi o guarda-redes do Real Madrid em três vitórias consecutivas na UEFA Champions League entre 2016 e 2018; fez 162 jogos pelos Merengues entre 2014 e ingressou no Paris em 2019, tendo conquistado o título da Liga em 2016/17, duas vezes a Supertaça Europeia(2014, 2017) e o Mundial de Clubes da FIFA em quatro ocasiões (2014, 2016, 2017, 2018).

• Di María disputou 124 jogos na Liga espanhola pelo Real Madrid entre 2010 e 2015, tendo marcado 22 golos pelo clube; foi eleito o Melhor em Campo quando os “merengues” conquistaram o seu décimo título europeu em 2014 graças a uma vitória por 4-1 sobre o vizinho Atlético.

• Ferland Mendy passou pelas camadas jovens do Paris entre 2004 e 2012.

• Achraf Hakimi disputou 17 jogos pelo Real Madrid em 2017/18, incluindo dois na campanha vitoriosa do clube na UEFA Champions League.

• Lionel Messi marcou 672 golos em 778 jogos pelo Barcelona antes de se transferir para o Paris no Verão passado, tendo vencido a UEFA Champions League em 2006, 2009, 2011 e 2015, três Supertaças Europeias e três Mundiais de Clubes. O astro argentino conquistou igualmente dez títulos da Liga espanhola e ganhou sete vezes a Taça de Espanha.

• Vinte e seis dos golos apontados por Messi no Barcelona aconteceram em 45 jogos diante do Real Madrid, frente ao qual o seu registo foi de 19V 11E 15D. Nenhum jogador marcou mais golos no “Clásico".

• Messi bisou na vitória do Barcelona sobre o Real Madrid, por 2-0, na primeira mão das meias-finais da UEFA Champions League de 2010/11, resultado que depois garantiu aos Blaugrana um triunfo total por 3-1.

• Também jogaram em Espanha:
Neymar (Barcelona 2013–17)
Juan Bernat (Valência 2011–14)
Ander Herrera (Saragoça 2008–11, Athletic 2011–14)

• O registo de Neymar pelo Barcelona frente ao Real Madrid foi de 4V 1E 3D, com três golos marcados.

• Mauro Icardi jogou em Espanha ao serviço de Sarratea, Vecindario e nas camadas jovens dos Barcelona.

• Jogaram juntos:
Juan Bernat e David Alaba (Bayern 2014–18)
Éder Militão e Danilo (Porto 2018/19)

• Benzema defrontou sete vezes o Paris durante a sua passagem em França pelo Lyon(4V 2E 1D), tendo feito parte da equipa que bateu o Paris por 1-0 na final da Taça da França em Maio de 2008.

• Também jogaram em França:
Ferland Mendy (Le Havre 2015–17, Lyon 2017–19)
Eduardo Camavinga (Rennes 2019–21)
Mariano Díaz (Lyon 2017/18)
Eden Hazard (LOSC Lille 2005–12)

• Colegas de selecção:
Marquinhos, Neymar e Éder Militão, Casemiro, Marcelo, Rodrygo, Vinícius Júnior (Brasil)
Presnel Kimpembe, Kylian Mbappé, Laywin Kurzawa e Ferland Mendy, Karim Benzema, Eduardo Camavinga (França)
Colin Dagba e Eduardo Camavinga (França Sub-21)
Sergio Rico, Juan Bernat, Sergio Ramos, Ander Herrera e Dani Carvajal, Nacho, Marco Asensio, Isco, Lucas Vázquez (Espanha)
Julian Draxler, Thilo Kehrer e Toni Kroos (Alemanha)

• Mbappé marcou a Thibaut Courtois na vitória da França sobre a Bélgica, por 3-2, nas meias-finais da UEFA Nations League, em Turim, a 6 de Outubro.

• Pochettino, treinador do Paris, teve duas passagens por Espanha como jogador do Espanhol, tendo defrontado o Real Madrid em 16 ocasiões (5V 2E 9D) e marcado um golo. Como técnico do Espanhol, entre 2009 e 2012, perdeu os sete encontros realizados com os Merengues.

• Pochettino também era o treinador quando o Tottenham empatou 1-1 com o Real Madrid na fase de grupos da UEFA Champions League de 2017/18, antes do clube inglês vencer em casa por 3-1.

• Draxler fez parte da equipa do Wolfsburgo que bateu o Real Madrid por 2-0 na primeira mão dos quartos-de-final de 2015/16 e também esteve presente depois na reviravolta da segunda mão, em Espanha, quando os Merengues ganharam por 3-0.

App da Champions League!