O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

As melhores habilidades na história da UEFA Champions League?

A iniciativa das 30 Épocas de #UCLFeeling recorda algumas das mais memoráveis habilidades na história da UEFA Champions League.

A UEFA Champions League reúne os melhores jogadores do Mundo e é natural que surjam habilidades em todos os jogos, mesmo que por vezes pareçam impossíveis.

Vote e ganhe aqui!

Assinalamos as 30 Épocas de #UCLFeeling e gostaríamos de saber qual a sua habilidade favoritva na história da competição.

Ao longo de 2021/22, a UEFA está a pedir aos adeptos que votem nos momentos mais icónicos desde a reformulação da Taça dos Clubes Campeões Europeus, no início dos anos 90. Assim, as 30 Épocas de #UCLFeeling dará aos adeptos a oportunidade de votar em tudo, desde golos a celebrações memoráveis, reviravoltas inesquecíveis, habilidades sensacionais e defesas impossíveis.

Os três toques de Karim Benzema

30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Benzema
30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Benzema

Atlético 2-1 Real Madrid (total: 2-4)
10/05/2017, segunda mão das meias-finais

O "timing", posicionamento e finalização de Karim Benzema têm sido os seus cartões de visita ao longo de uma carreira de sucesso no Real Madrid, mas este exemplo fenomenal de agilidade de pés mostrou uma faceta diferente do francês neste jogo. Maravilhe-se com a forma como ele consegue fazer uma série de toques rápidos junto à linha, deixando para trás três defesas antes de assistir Toni Kroos para o golo que acabou com as hipóteses de recuperação do Atlético.

"Foi brilhante", reconheceu o técnico da equipa da casa, Diego Simeone, enquanto o treinador do Real Madrid, Zinédine Zidane, não ficou menos surpreendido: "Perguntei a Benzema como ele fez aquilo e nem ele sabe!"

O toque de Lionel Messi

30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Messi
30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Messi

Barcelona 3-1 Arsenal (total: 4-3)
08/03/2011, segunda mão dos oitavos-de-final

O passe de Andrés Iniesta para Messi no primeiro golo frente ao Arsenal foi um momento de rara beleza, mas o toque com que o argentino picou a bola por cima de Manuel Almunia vai directamente para a galeria dos notáveis.

A glória do AC Milan, Paolo Maldini, resumiu o toque de Messi desta forma: "Ele faz coisas incríveis, a uma velocidade irreal". Raúl González, do Real Madrid, concordou: "No outro dia vi um dos seus jogos. Ele corria com a bola a toda a velocidade, não sei quantos toques deu, talvez cinco ou seis, mas a bola estava colada para o pé. É praticamente impossível."

O "elástico" de Ronaldinho

30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Ronaldinho
30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Ronaldinho

Várias vezes, no Barcelona e no Milan

O aspecto mais notável sobre o "elástico" de Ronaldinho é o facto de que o brasileiro conseguia fazer essa habilidade com muita frequência.

“Sem esforço, descontraído, sempre com um sorriso no rosto, ele é um génio com a bola nos pés”, disse David Beckham, e Neymar concorda, acrescentando: “Ninguém se compara a Ronaldinho. Lembro-me das suas jogadas, dos seus dribles. Lembro-me de o ver ganhar tudo em Camp Nou."

Outras habilidades:

A "colher" de Mesut Özil

30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Özil
30 Épocas de #UCLFeeling: Habilidades - Özil

Ludogorets 2-3 Arsenal
01/11/2016, fase de grupos

Magia de Rodrigo Taddei

Olympiacos 0-1 Roma
18/10/2006, fase de grupos

O momento de Jay-Jay Okocha

Fenerbahçe 0-0 Manchester United
16/10/1996, fase de grupos

Vote e ganhe aqui!