O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Factos do Porto - Atlético

O Porto conclui a campanha no Grupo B com a recepção ao Atlético, com ambos na luta pelo segundo lugar e o Milan à espreita.

Marcos Llorente (à esquerda), do Atlético, e Luis Díaz, do  Porto, em acção durante o jogo da primeira volta, em Madrid
Marcos Llorente (à esquerda), do Atlético, e Luis Díaz, do Porto, em acção durante o jogo da primeira volta, em Madrid Getty Images

O Porto conclui a campanha no Grupo B com a recepção ao Atlético de Madrid, com ambos na luta pelo segundo lugar e tendo o Milan à espreita de um deslize.

• Com o Liverpool a liderar com dez pontos de vantagem, fruto de cinco vitórias seguidas, o Porto está em segundo, com cinco, mais um do que Milan - que recebe o vencedor do grupo na sexta jornada - e Atlético, que perdeu as últimas três partidas, o primeira vez que isso aconteceu na UEFA Champions League.

• Assim, o Porto apura-se se vencer ou se empatar e o Milan não vencer. O Atlético passa se vencer e o Milan não.

Faça alterações na sua equipa do Fantasy Football

• O encontro da primeira jornada, em Espanha, terminou sem golos.

• A derrota do Porto por 2-0 em casa do Liverpool, na quinta jornada, foi a sua 67ª na UEFA Champions League, da fase de grupos até à final - um recorde da competição, mais um do que o Olympiacos.

Confrontos anteriores

Resumo: Atlético 0-0 Porto

• Os sete duelos anteriores entre os dois clubes aconteceram na UEFA Champions League, com cada um a somar duas vitórias, mas o Porto a marcar oito golos, mais dois que o Atlético.

• Os espanhóis venceram os dois encontros com o Porto na edição de 2013/14. Os golos marcados no segundo tempo por Diego Godín (58) e Arda Turan (86) valeram um triunfo por 2-1 em Portugal na segunda jornada, isto depois de Jackson Martínez ter dado vantagem ao Porto aos 16 minutos. Raúl García (14) e Diego Costa (37) marcaram para o Atlético, que venceu o grupo, na sua antiga casa, o Vicente Calderón, na sexta jornada, um resultado que deixou o Porto no terceiro lugar do grupo.

• O Porto tinha levado a melhor quando as duas equipas ficaram no mesmo grupo na época de 2009/10, com os golos tardios de Radamel Falcao (75) – que depois seria jogador do Atlético – e de Rolando (82), a valerem o triunfo na segunda jornada no norte de Portugal. Falcao (14) voltou a marcar em Madrid, entre os golos de Bruno Alves (2) e Hulk (76), e o Porto terminou em segundo do grupo atrás do Chelsea. O Atlético foi terceiro, com três pontos, mas acabou por vencer a primeira edição da UEFA Europa League.

• A equipa portuguesa também bateu o Atlético nos oitavos-de-final de 2008/09, com Lisandro López a marcar dois golos (22, 72) num empate 2-2 na primeira mão em Madrid. O Porto seguiu em frente devido aos golos marcados fora de casa depois do segundo jogo em Portugal ter terminado sem golos.

Guia de forma
Porto

Grandes golos do Porto na Champions League

• Esta é a 25ª campanha do Porto na fase de grupos da UEFA Champions League, menos uma apenas que Real Madrid e Barcelona (ambos com 26).

• Os portugueses qualificaram-se para os oitavos-de-final nas quatro últimas campanhas na fase de grupos.

• Em 2020/21, o Porto foi segundo no Grupo C, atrás do Manchester City e à frente de Olympiacos e Marselha. Os “dragões” perderam por 3-1 na estreia em Manchester, mas depois não sofreram mais nenhuma derrota, nem mais golos, nos cinco desafios seguintes (4V 1E).

• Nos oitavos-de-final, o Porto bateu por 2-1 a Juventus na primeira mão em Portugal e apurou-se devido aos golos fora de casa após uma derrota por 3-2 no prolongamento em Turim, com Sérgio Oliveira a ser decisivo ao marcar de livre aos 115 minutos.

• Os dois jogos dos quartos-de-final com o Chelsea foram disputados em Sevilha, com o clube inglês a vencer a primeira mão por 2-0 e a seguir em frente apesar de ter sido batido por 1-0 na segunda mão.

• O Porto foi segundo na Liga portuguesa em 2020/21, a cinco pontos do campeão Sporting CP.

• O Porto perdeu sete dos últimos 17 jogos na UEFA Champions League propriamente dita (V7 E3), mas venceu oito dos dez jogos caseiros na fase de grupos da competição, perdendo apenas com o Liverpool, na segunda jornada (1-5).

• Antes da primeira jornada, o Porto não enfrentava adversários espanhóis desde a fase de grupos de 2014/15, quando derrotou o Athletic Club por 2-1 em casa - Héctor Herrera, agora no Atlético, marcou o primeiro golo - e por 2-0 em Bilbau. Essa foi a décima vitória em casa ante equipas espanholas em 22 jogos (E4 D8).

Atlético

Grandes golos do Atlético na Champions League

• Campeão da Espanha pela 11ª vez em 2020/21, o Atlético terminou com dois pontos de vantagem sobre o Real Madrid no final da Liga, garantindo o segundo título de campeão espanhol sob o comando de Diego Simeone, que também tinha levado os “colchoneros” ao título em 2013/14.

• Esta é a 12ª campanha do Atlético na fase de grupos da UEFA Champions League, está empatado com o Valência. Barcelona e Real Madrid (ambos com 26 participações) são as únicas equipas espanholas com mais participações.

• O Atlético só falhou por duas vezes a passagem à fase a eliminar em 11 campanhas na fase de grupos. Esta é a nona presença consecutiva na fase de grupos.

• Na época passada a equipa de Simeone terminou em segundo no grupo, atrás do campeão Bayern, com nove pontos. Foi a única equipa que não perdeu os dois jogos com o Bayern no Grupo A, ao empatar 1-1 em Madrid na quinta jornada terminou com a série recorde de 15 vitórias do clube alemão na UEFA Champions League.

• O Atlético perdeu depois por 1-0 com o Chelsea na primeira mão dos oitavos-de-final, um encontro disputado em Bucareste, antes de uma derrota por 2-0 em Londres.

• O clube madrileno atingiu pelo menos os quartos-de-final em cinco das últimas oito participações na UEFA Champions League, todas sob o comando de Simeone.

• Uma vitória por 2-1 em Milão, na segunda jornada, é uma de apenas seis vitórias do Atlético em 19 jogos europeus (E4 D9).

• O último encontro do Atlético com adversários portugueses antes desta temporada foi frente ao Sporting CP, nos quartos-de-final da campanha vitoriosa na UEFA Europa League 2017/18. Golos de Koke (1) e Antoine Griezmann (40) garantiram um triunfo por 2-0 na primeira mão, em Madrid, com a derrota por 1-0 em Lisboa a não impedir a qualificação da equipa de Simeone.

• O Atlético venceu nove dos 21 jogos europeus frente a clubes portugueses (E5 D7), mas apenas três dos dez em Portugal (E2 D5).

Ligações e curiosidades
• Felipe, que cumpre castigo após a expulsão na quarta jornada, fez 93 jogos na Liga portuguesa pelo Porto entre 2016 e 2019 antes de ingressar no Atlético, sendo campeão de Portugal em 2017/18.

• Herrera realizou 164 jogos na Liga pelo Porto entre 2013 e 2019, tendo marcado 26 golos, e também fez parte da equipa que venceu o campeonato em 2017/18 antes de assinar pelo Atlético.

• Felipe e Herrera tiveram no Porto como colegas de equipa Diogo Costa, Wilson Manafá, Pepe, Chancel Mbemba, Bruno Costa, Otávio, Sérgio Oliveira e Jesús Corona.

• Jogaram juntos:
Pepe e Marcos Llorente (Real Madrid 2015–17)

• Jogaram em Portugal:
Jan Oblak (Benfica 2010–14, Beira-Mar 2010 empréstimo, Olhanense 2010/11 empréstimo, União Leiria 2011/12 empréstimo, Rio Ave 2012/13 empréstimo)
João Félix (Benfica 2015–19)
Ivan Šaponjić (Benfica B 2016–19)

• Jogaram em Espanha:
Toni Martínez (Valência 2014–16, Valladolid 2017/18 empréstimo, Rayo Majadahonda 2018/19 empréstimo, Lugo 2019 empréstimo)
Pepe (Real Madrid 2007–17)
Iván Marcano (Racing Santander 2007–09, Villarreal 2009/10, Getafe 2010/11 empréstimo)

• Pepe fez parte da equipa do Real Madrid que ganhou a UEFA Champions League em 2013/14, 2015/16 e 2016/17, a SuperTaça Europeia em 2014 e o Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA em 2014 e 2016. Nos anos que jogou em Madrid também contribuiu para três títulos da Liga e duas Taças de Espanha.

• Colegas na selecção:
Pepe, Diogo Costa, Ótavio, Sérgio Oliveira e João Félix (Portugal)
Agustín Marchesín, Rodrigo de Paul e Ángel Correa (Argentina)
Jesús Corona e Hector Herrera (México)

• Pepe e o suplente Sérgio Oliveira ajudam Portugal empatar 2-2 com a França, de Antoine Griezmann, na terceira jornada do UEFA EURO 2020 a 23 de Junho.

• Os treinadores Simeone e Sérgio Conceição foram campeões da Serie A em 1999/2000 como colegas de equipa na Lazio.

Últimas notícias

Porto
• O Porto recuperou de desvantagem para vencer o Vitória SC por 2-1 em casa, a 28 de Novembro, com golos de Luis Díaz e Evanilson, antes do triunfo por 3-0 no terreno do Portimonense, com Otávio e Vitinha a marcarem os golos - os seus primeiros da época - após um autogolo.

• Esses resultados mantêm os Dragões na liderança da classificação, a par do Sporting, e invictos na Liga portuguesa desta época (V11 E2), com 33 golos, marcados e apenas oito sofridos em 13 jogos.

• O Porto vai receber o Benfica nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, a 23 de Dezembro, uma semana antes de se encontrar novamente no Dragão com as Águias na Liga portuguesa.

• Pepe sofreu uma recaída de uma lesão na perna na quinta jornada e foi substituído na primeira parte. Francisco Conceição, que entrou na segunda parte, sofreu uma lesão na anca no mesmo jogo. Nenhum deles jogou desde essa altura.

• A vitória sobre o Portimonense aumentou a invencibilidade do Porto na Liga para 41 jogos (V32 E9).

• Díaz, autor de oito golos nos últimos 13 jogos do Porto no campeonato, é o melhor marcador do Porto esta temporada, com 12 remates certeiros em todas as competições.

• Fábio Cardoso, contratado durante o Verão, estreou-se no campeonato pelo Porto frente ao Vitória SC, naquele que foi o seu 150º jogo na Liga portuguesa.

• Díaz e Mehdi Taremi foram nomeados para o Prémio Puskás da FIFA, que reconhece o Melhor Golo do Ano. Os dois tentos foram pontapés de bicicleta, o do colombiano contra o Brasil na fase de grupos da Copa América e o de Taremi contra o Chelsea nos quartos-de-final da UEFA Champions League de 2020/21, que foi escolhido como o Golo da Época do UEFA.com de 2020/21.

• Sérgio Oliveira foi eleito Jogador de Futebol do Ano e Francisco Conceição como Revelação do Ano na gala anual dos Dragões de Ouro do Porto.

• Pepe tornou-se no jogador mais velho a disputar um jogo oficial pelo Porto na primeira jornada da Liga portuguesa desta época. O capitão dos Dragões tinha 38 anos e 163 dias quando derrotou o Belenenses, a 8 de Agosto, superando o recorde do antigo guarda-redes Silvino.

• O triunfo sobre o Portimonense foi o 41º jogo consecutivo de Sérgio Conceição na Liga portuguesa sem derrotas, a terceira sequência mais longa de um treinador do Porto, atrás de Bobby Robson (53 jogos) e Vítor Pereira (43).

Atlético
• O próximo jogo de Ángel Correa na UEFA Champions League, da fase de grupos à final, será o seu 50º.

• José María Giménez disputou 49 jogos nas competições de clubes da UEFA.

• A série de sete jogos sem perder do Atlético na Liga (V4 E3) terminou com uma derrota por 2-1 em casa frente ao Maiorca, no sábado, apesar de Matheus Cunha ter marcado na sua estreia a titular o golo inaugural, o terceiro na liga esta época; os visitantes marcaram duas vezes nos dez minutos finais.

• Essa foi a segunda derrota do Atlético no campeonato (V8 E5), com a anterior um desaire por 1-0 no terreno do Alavés, a 25 de Setembro.

• Jan Oblak fez o seu 244º jogo no campeonato, ultrapassando o recorde anterior de Abel Resino na baliza, enquanto Correa tornou-se no 30º jogador a somar 300 jogos do Atlético em todas as competições.

• A equipa de Diego Simeone venceu por 4-1 em Cádiz a 28 de Novembro, a segunda vitória consecutiva na La Liga.

• Cunha marcou o quarto golo, enquanto o remate certeiro de Correa foi o seu primeiro pelo Atlético desde 22 de Agosto; havia marcado três nos primeiros dois jogos da temporada.

• Antoine Griezmann marcou cinco golos nas últimas nove partidas pelo Atlético.

• Apesar da derrota no final do sábado, o Atleti somou sete pontos nos últimos cinco minutos dos jogos do campeonato esta temporada, menos apenas do que o Osasuna (nove) na primeira divisão espanhola.

• O Atleti sofreu 16 golos nos primeiros 15 jogos na liga desta temporada; na mesma altura de 2020/21 tinha sofrido somente seis.

• O Atlético perdeu Stefan Savić devido a uma lesão madrugadora frente ao Maiorca, num jogo que Yannick Carrasco falhou devido a um toque.

• Kieran Trippier sofreu uma lesão no ombro que o obrigou a ser substituído precocemente frente ao Valência, a 7 de Novembro, não jogando desde então.

• João Félix regressou na condição de substituto utilizado desde a derrota de Portugal, por 2-1, com a Sérvia, na qualificação para o Campeonato do Mundo da FIFA, a 8 de Novembro, devido a um problema nos gémeos.

• Luis Suárez ficou em 17º na votação do prémio da Bola de Ouro revelada no dia 29 de Novembro.