O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Nuno Gomes: "É como uma final para as duas equipas"

O antigo avançado das "águias" acredita que pode voltar a haver surpresa quando as equipas se reencontrarem, esta terça-feira, em Camp Nou.

Jogo de máxima exigência na visita do Benfica ao Barcelona, na quinta jornada, mas Nuno Gomes, colunista do UEFA.com, acredita que a sua antiga equipa tem tudo para contrariar as probabilidades em Camp Nou.

Este é um jogo que pode fazer muita diferença. Uma vitória do Barcelona e o Benfica fica fora dos oitavos-de-final, mas acredito que o Benfica tem hipóteses em Camp Nou, apesar de ser um jogo difícil. É como uma final para as duas equipas, dadas as suas ambições na UEFA Champions League. Se o Benfica conseguir vencer, ultrapassa o Barcelona no segundo lugar à entrada para a última jornada, quando recebe o Dínamo Kiev e o Barcelona visita o Bayern Munique.

Veja Nuno Gomes marcar por Portugal
Veja Nuno Gomes marcar por Portugal

A grande questão é se o Benfica vai mudar a sua táctica, já que não pode contar com o defesa-central Lucas Veríssimo, que está lesionado. Pode fazer alinhar na mesma três centrais, mas o treinador pode não estar seguro em fazer isso sem o Lucas.

Mais à frente, o Benfica espera aproveitar espaço existente nas costas da defesa do Barcelona, por isso Rafa Silva, Darwin Núñez e Everton podem ser importantes, bem como Roman Yaremchuk. Sendo assim, não faltam opções ofensivas a Jorge Jesus. Vejo-o a apostar num trio com Rafa, Darwin e Everton, mas vamos ver o que acontece, pois o Jorge Jesus costuma surpreender às vezes na escolha do "onze", mas mesmo assim não me parece que faça mudanças muito drásticas em relação às escolhas nos últimos jogos.

Resumo: Benfica 3-0 Barcelona
Resumo: Benfica 3-0 Barcelona

Ainda estamos a tentar perceber como o Barcelona se vai adaptar a Xavi Hernández, o seu novo treinador. Provavelmente vai querer incutir na sua equipa a forma de jogar a que estava habituado enquanto jogador, dominando os adversários, com posse de bola e pressão alta. Não creio que a equipa já esteja nesse ponto; ainda exibe algumas fragilidades que o Benfica pode explorar.

Além disso, não é fácil para um treinador pegar numa equipa a meio da época e transmitir novas ideias aos jogadores. O Barcelona é uma equipa em transição, mas isso também pode ser vantajoso para eles. Os jogadores farão questão de mostrar ao novo treinador o que podem fazer. O Barcelona vai jogar para ganhar, mas devido à derrota por 3-0 em Lisboa sabe que o Benfica é uma equipa que pode causar-lhe problemas.

Jogue o Fantasy Football da UEFA Champions League