O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

Factos do Atlético - Porto

O Atlético e o Porto têm ultrapassado a fase de grupos nos últimos anos, mas sabem bem a importância de entrar bem no competitivo Grupo B.

Alex Sandro, do Porto, entre Óliver Torres de Javi Manquillo, do Atlético, na sexta jornada da fase de grupos da UEFA Champions League de 2013/14
Alex Sandro, do Porto, entre Óliver Torres de Javi Manquillo, do Atlético, na sexta jornada da fase de grupos da UEFA Champions League de 2013/14 AFP via Getty Images

O Atlético de Madrid e o Porto têm ultrapassado a fase de grupos da UEFA Champions League nos últimos anos, mas sabem bem a importância de entrar bem na edição de 2020/21.

Já fez a sua equipa do Fantasy?


• Com Liverpool e Milan a completarem o Grupo B, Atlético e Porto querem começar da melhor forma no 2020/21 naquele que é o primeiro encontro entre os dois emblemas desde 2013.

Confrontos anteriores

Resumo de 2009: Atlético 0-3 Porto
Resumo de 2009: Atlético 0-3 Porto

• Os seis duelos anteriores entre os dois clubes aconteceram na UEFA Champions League, com cada um a somar duas vitórias, mas o Porto a marcar oito golos, mais dois que o Atlético.

• Os espanhóis venceram os dois encontros com o Porto na edição de 2013/14. Os golos marcados no segundo tempo por Diego Godín (58) e Arda Turan (86) valeram um triunfo por 2-1 em Portugal na segunda jornada, isto depois de Jackson Martínez ter dado vantagem ao Porto aos 16 minutos. Raúl García (14) e Diego Costa (37) marcaram para o Atlético, que venceu o grupo, na sua antiga casa, o Vicente Calderón, na sexta jornada, um resultado que deixou o Porto no terceiro lugar do grupo.

• O Porto tinha levado a melhor quando as duas equipas ficaram no mesmo grupo na época de 2009/10, com os golos tardios de Radamel Falcao (75) – que depois seria jogador do Atlético – e de Rolando (82), a valerem o triunfo na segunda jornada no norte de Portugal. Falcao (14) voltou a marcar em Madrid, entre os golos de Bruno Alves (2) e Hulk (76), e o Porto terminou em segundo do grupo atrás do Chelsea. O Atlético foi terceiro, com três pontos, mas acabou por vencer a primeira edição da UEFA Europa League.

• A equipa portuguesa também levou a melhor sobre o Atlético nos oitavos-de-final de 2008/09, com Lisandro López a marcar dois golos (22, 72) num empate 2-2 na primeira mão em Madrid. O Porto seguiu em frente devido aos golos marcados fora de casa depois do segundo jogo em Portugal ter terminado sem golos.

Guia de forma

Grandes golos do Atlético na Champions League
Grandes golos do Atlético na Champions League

Atlético
• Campeão da Espanha pela 11ª vez em 2020/21, o Atlético terminou com dois pontos de vantagem sobre o Real Madrid no final da Liga, garantindo o segundo título de campeão espanhol sob o comando de Diego Simeone, que também tinha levado os “colchoneros” ao título em 2013/14.

• Esta é a 12ª campanha do Atlético na fase de grupos da UEFA Champions League, está empatado com o Valência. Barcelona e Real Madrid (ambos com 26 participações) são as únicas equipas espanholas com mais participações.

• O Atlético só falhou por duas vezes a passagem à fase a eliminar em 11 campanhas na fase de grupos. Esta é a nona presença consecutiva na fase de grupos.

• Na época passada a equipa de Simeone terminou em segundo no grupo, atrás do campeão Bayern, com nove pontos. Foi a única equipa que não perdeu os dois jogos com o Bayern no Grupo A, ao empatar 1-1 em Madrid na quinta jornada terminou com a série recorde de 15 vitórias do clube alemão na UEFA Champions League.

• O Atlético perdeu depois por 1-0 com o Chelsea na primeira mão dos oitavos-de-final, um encontro disputado em Bucareste, antes de uma derrota por 2-0 em Londres.

• O clube madrileno atingiu pelo menos os quartos-de-final em cinco das últimas oito participações na UEFA Champions League, todas sob o comando de Simeone.

• O Atlético perdeu seis dos últimos 14 desafios europeus (5V 3E).

• Os “colchoeiros” alcançaram duas finais da UEFA Champions League e três da UEFA Europa League nas últimas 12 temporadas.

• A derrota por 2-1 com o Chelsea na segunda jornada de 2017/18 é o único desaire do Atlético nos últimos 29 desafios europeus no seu estádio (22V 6E).

• O último encontro do Atlético com adversários portugueses aconteceu nos quartos-de-final da campanha vitoriosa na UEFA Europa League de 2017/18. Os golos de Koke (1) e Antoine Griezmann (40) permitiram o triunfo por 2-0 sobre o Sporting na primeira mão, em Madrid, resultado que valeu a qualificação da equipa de Simeone, apesar da derrota por 1-0 no segundo jogo, em Lisboa.

• O Atlético venceu nove dos 20 jogos nas competições da UEFA frente a clubes portugueses (4E 7D) e seis dos dez encontros em Madrid (2E 2D).

Porto

Grandes golos do Porto na Champions League
Grandes golos do Porto na Champions League

• Esta é a 25ª campanha do Porto na fase de grupos da UEFA Champions League, menos uma apenas que Real Madrid e Barcelona (ambos com 26).

• Os portugueses qualificaram-se para os oitavos-de-final nas quatro últimas campanhas na fase de grupos.

• Em 2020/21, o Porto foi segundo no Grupo C, atrás do Manchester City e à frente de Olympiacos e Marselha. Os “dragões” perderam por 3-1 na estreia em Manchester, mas depois não sofreram mais nenhuma derrota, nem mais golos, nos cinco desafios seguintes (4V 1E).

• Nos oitavos-de-final, o Porto bateu por 2-1 a Juventus na primeira mão em Portugal e apurou-se devido aos golos fora de casa após uma derrota por 3-2 no prolongamento em Turim, com Sérgio Oliveira a ser decisivo ao marcar de livre aos 115 minutos.

• Os dois jogos dos quartos-de-final com o Chelsea foram disputadas em Sevilha, com o clube inglês a vencer a primeira mão por 2-0 e a seguir em frente apesar de ter sido batido por 1-0 na segunda mão.

• O Porto foi segundo na Liga portuguesa em 2020/21, a cinco pontos do campeão Sporting.

• O Porto não defronta adversários espanhóis desde a fase de grupos de 2014/15, quando bateu o Athletic Club por 2-1 em casa – com Hector Herrera, que agora joga no Atlético, a marcar o primeiro golo – e por 2-0 em Bilbau. Esta foi a sexta vitória em 22 jogos no reduto de adversários espanhóis (2E 14D).

Ligações e curiosidades
• Felipe fez 93 jogos na Liga portuguesa pelo Porto entre 2016 e 2019 antes de ingressar no Atlético, sendo campeão de Portugal em 2017/18.

• Hector Herrera realizou 164 jogos na Liga pelo Porto entre 2013 e 2019, tendo marcado 26 golos, e também fez parte da equipa que venceu o campeonato em 2017/18 antes de assinar pelo Atlético.

• Felipe e Herrera tiveram no Porto como colegas de equipa Diogo Costa, Wilson Manafá, Pepe, Chancel Mbemba, Bruno Costa, Otávio, Sérgio Oliveira e Jesús Corona.

• Jogaram juntos:
Pepe e Marcos Llorente (Real Madrid 2015–17)

• Também jogaram em Portugal:
Jan Oblak (Benfica 2010–14, Beira-Mar 2010 empréstimo, Olhanense 2010/11 empréstimo, União Leiria 2011/12 empréstimo, Rio Ave 2012/13 empréstimo)
João Félix (Benfica 2015–19)
Ivan Šaponjić (Benfica B 2016–19)

• Também jogaram em Espanha:
Toni Martínez (Valência 2014–16, Valladolid 2017/18 empréstimo, Rayo Majadahonda 2018/19 empréstimo, Lugo 2019 empréstimo)
Pepe (Real Madrid 2007–17)
Iván Marcano (Racing Santander 2007–09, Villarreal 2009/10, Getafe 2010/11 empréstimo)

• Pepe fez parte da equipa do Real Madrid que ganhou a UEFA Champions League em 2013/14, 2015/16 e 2016/17, a SuperTaça Europeia em 2014 e o Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA em 2014 e 2016. Nos anos que jogou em Madrid também contribuiu para três títulos da Liga e duas Taças de Espanha.

• Colegas nas selecções:
João Félix e Pepe, Diogo Costa, Ótavio, Sérgio Oliveira (Portugal)
Agustín Marchesín e Rodrigo de Paul, Ángel Correa (Argentina)
Hector Herrera e Jesús Corona (México)

• Pepe e o suplente Sérgio Oliveira ajudam Portugal empatar 2-2 com a França, de Antoine Griezmann, na terceira jornada do UEFA EURO 2020 a 23 de Junho.

• Os treinadores Simeone e Sérgio Conceição foram campeões da Serie A em 1999/2000 como colegas de equipa na Lázio.

Últimas notícias

Atlético
Transferências de Verão

Resumo de 2009: Atlético 0-3 Porto
Resumo de 2009: Atlético 0-3 Porto

Entradas: Rodrigo de Paul (Udinese), Marcos Paulo (Fluminense), Benjamin Lecomte (Mónaco, empréstimo), Matheus Cunha (Hertha Berlin), Antoine Griezmann (Barcelona, empréstimo)
Saídas: Álvaro Morata (Juventus, empréstimo prolongado), Darío Poveda (Getafe), Vitolo (Getafe, empréstimo), Nicolás Ibáñez (Pachuca), Axel Werner (dispensado), Manu Sánchez (Osasuna, empréstimo), Ivo Grbić (LOSC Lille, empréstimo), Marcos Paulo (Famalicão, empréstimo), Nehuén Pérez (Udinese, empréstimo), Santiago Arias (Granada, empréstimo), Saúl Ñíguez (Chelsea, empréstimo)

• O Atlético continua invicto na Liga desta época (V3 E1) e, no domingo, venceu por 2-1 após uma reviravolta no terreno do Espanhol graças aos golos de Yannick Carrasco (79') e Thomas Lemar (90+9').

• A equipa de Diego Simeone ganhou por 2-1 no terreno do Celta na primeira jornada antes de triunfar por 1-0 na recepção ao Elche.

• Os “colchoneros” empataram por 2-2 na recepção ao Villarreal, a 29 de Agosto, graças a um autogolo no quinto minuto de compensação.

• Antoine Griezmann, que regressou ao Atlético no último dia da janela de transferências, marcou três golos em três jogos pela França em Setembro na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2022. O avançado marcou no empate 1-1 na recepção à Bósnia e Herzegovina, a 1 de Setembro, e bisou no triunfo por 2-0 na recepção à Finlândia, seis dias depois.

• Ángel Correa, autor de três golos em quatro jogos pelo Atlético esta época, também marcou pela Argentina no triunfo por 3-1 na recepção à Venezuela, a 2 de Setembro.

• Kieran Trippier participou em cinco jogos de Inglaterra, incluindo a final, no UEFA EURO 2020.

• Koke foi titular nos seis jogos de Espanha no UEFA EURO 2020. Marcos Llorente também participou na caminhada até às meias-finais, tendo disputado quatro jogos.

• Luis Suárez sofreu uma lesão num joelho no empate com o Villarreal mas foi titular no domingo.

• João Félix estreou-se esta época no domingo, tendo sido suplente utilizado após recuperar de uma lesão num tornozelo; Héctor Herrera (lesão muscular) ainda não jogou na presente temporada, embora tenha estado no banco no fim-de-semana.

Porto
• Transferências de Verão

Entradas: Pepê (Grémio), Fábio Cardoso (Santa Clara), Bruno Costa (Portimonense), Wendell (Leverkusen)
Saídas: Moussa Marega (Al Hilal), Mamadou Loum (Deportivo Alavés, empréstimo), Shoya Nakajima (Portimonense, empréstimo), Diogo Leite (Braga, empréstimo)

• O Porto continua invicto na Liga portuguesa desta época (3V 2E), tendo marcado nove golos e sofrido apenas três em cinco jogos. Os Dragões empataram 1-1 no terreno do campeão Sporting, no sábado, com Luis Díaz a marcar o golo da igualdade antes do cartão vermelho visto por Toni Martínez na parte final.

• A equipa de Sérgio Conceição bateu o Belenenses por 2-0 em casa na primeira jornada, antes de ir vencer por por 2-1 a Famalicão graças ao bis de Toni Martínez.

• Os “dragões" empataram 1-1 com o Marítimo, a 22 de Agosto, antes de regressarem às vitórias ao ganharem por 3-0 na recepção ao Arouca.

• O guarda-redes Agustín Marchesín foi operado ao joelho direito a 19 de Agosto e deverá ficar afastado dos relvados durante, pelo menos, um mês.*

• Pepe tornou-se no jogador mais velho a disputar um encontro oficial pelo Porto na primeira jornada da Liga portuguesa desta época. O capitão dos “dragões” tinha 38 anos e 163 dias de idade no triunfo sobre o Belenenses, a 8 de Agosto, superando o recorde que pertencia ao antigo guarda-redes Silvino.

• O empate no campo do Sporting foi o 33º desafio consecutivo de Sérgio Conceição sem derrotas na Liga portuguesa, a terceira série mais longa de um técnico do Porto atrás de Bobby Robson (53 jogos) e Vítor Pereira (43).*

• Otávio estreou-se por Portugal com um golo no triunfo sobre o Qatar, por 3-1, a 4 de Setembro.

• Fábio Vieira marcou o único golo, de grande penalidade, no triunfo de Portugal na recepção à Bielorrússia, a 6 de Setembro, no jogo de estreia na qualificação para o Campeonato da Europa de Sub-21 da UEFA de 2023.

• Mehdi Taremi marcou o segundo golo do Irão no triunfo por 3-0 no Iraque, a 7 de Setembro. O avançado, que também fez uma assistência, já marcou quatro tentos na qualificação para o Campeonato do Mundo de 2022.

• Díaz sofreu o penálti que permitiu à Colômbia adiantar-se contra o Chile antes de marcar o terceiro golo da sua equipa no triunfo por 3-1 em jogo de apuramento para o Mundial de 2022 disputado a 9 de Setembro.

• Díaz foi fundamental para a Colômbia conseguir o terceiro lugar na Copa América disputada no Brasil entre Junho e Julho ao marcar dois golos na vitória por 3-2 sobre o Peru, incluindo o remate decisivo nos descontos.

• Jesús Corona fez o golo do México no empate 1-1 no Panamá, a 9 de Setembro, na qualificação para o Campeonato do Mundo.