O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
Para a melhor experiência possível recomendamos a utilização do Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

UEFA Champions League: época 2020/21 em números

Cristiano Ronaldo, Josep Guardiola, Olivier Giroud, Erling Haaland e Kylian Mbappé estão entre as 30 melhores estatísticas escolhidas pelo UEFA.com para ilustrar mais uma época brilhante.

Erling Haaland teve uma campanha sensacional
Erling Haaland teve uma campanha sensacional Getty Images

1 Quando o Paris eliminou o Bayern nos quartos-de-final, foi a primeira vez na história da UEFA Champions League que o finalista vencido da época anterior eliminou o campeão na fase a eliminar.

2 Josep Guardiola e Thomas Tuchel tornaram-se no sétimo e oitavo treinadores a alcançarem a final da UEFA Champions League com duas equipas diferentes, imitando o feito de Ottmar Hitzfeld, Louis Van Gaal, José Mourinho, Jupp Heynckes, Carlo Ancelotti e Jürgen Klopp.

4 Pela primeira vez na história da UEFA Champions League, quatro treinadores do mesmo país (Alemanha) disputaram os quartos-de-final na mesma época: Edin Terzić (Dortmund), Klopp (Liverpool), Tuchel (Chelsea) e Hansi Flick (Bayern). Graças a Tuchel, pela terceira vez consecutiva um treinador alemão sagrou-se campeão.

4 O triunfo do Paris em casa do Manchester United, a 2 de Dezembro, foi a primeira vez que os primeiros quatro jogos entre as mesmas equipas foram ganhos pelos visitantes.

5 A goleada por 5-0 do Liverpool à Atalanta foi a maior de um clube inglês em casa de um adversário italiano nas competições europeias.

Resumo: Atalanta 0-5 Liverpool
Resumo: Atalanta 0-5 Liverpool

6 Ronald Koeman, do Barcelona, tornou-se no quinto treinador a orientar pelo menos seis equipas na UEFA Champions League, após Ancelotti (oito), Claudio Ranieri, Mourinho e Rafael Benítez (todos com seis).

8 Guardiola, treinador do Manchester City, disputou as meias-finais da UEFA Champions League pela oitava vez – um recorde na competição, partilhado com Mourinho.

11 As 11 vitórias do Manchester City esta época na UEFA Champions League igualaram o melhor registo numa única campanha desde a introdução do actual formato, em 2003/04. Real Madrid (2013/14), Barcelona (2014/15) e Bayern (2019/20) foram as outras equipas a somar 11 triunfos - tirando o City, todas foram campeãs.

13 O Barcelona tinha disputado os quartos-de-final da UEFA Champions League 13 vezes consecutivas, um recorde na competição, antes de ser eliminado pelo Paris nos oitavos-de-final. Também tinha vencido o seu grupo em 13 épocas até esta época, quando uma derrota frente à Juventus, na sexta jornada, o relegou para o segundo posto.

Resumo: Barcelona 1-4 Paris
Resumo: Barcelona 1-4 Paris

13 Antes de bater o Olympiacos por 2-1 na quinta ronda, o Marselha tinha fixado o recorde para mais derrotas seguidas na UEFA Champions League (13).

15 O Bayern fixou uma nova marca no que a vitórias consecutivas na UEFA Champions League diz respeito, somando 15 antes de empatar com o Atlético de Madrid na quinta jornada. Actualmente, a formação bávara detém o recorde de jogos seguidos sem perder fora (18).

17 Na ronda inaugural, Jude Bellingham (17 anos e 113 dias) tornou-se no mais jovem jogador inglês a participar num jogo da UEFA Champions League, ultrapassando Phil Foden (17 anos e 192 dias). Na primeira mão dos oitavos-de-final, o médio do Dortmund (17 anos e 233 dias) também se tornou no jogador inglês mais jovem a ser titular num jogo da fase a eliminar, novamente batendo um recorde de Foden.

17 Nos oitavos-de-final, Karim Benzema e Lionel Messi (ambos entre 2005 e 2021) igualaram o recorde de Raúl González (1995–2011), marcando na UEFA Champions League em 17 anos civis consecutivos.

Veja todos os golos de Benzema na Champions League
Veja todos os golos de Benzema na Champions League

18 O primeiro golo de Kevin De Bruyne na primeira mão dos quartos-de-final, frente ao Dortmund, signifcou que o Manchester City tinha apontado 18 golos desde o último tento sofrido na UEFA Champions League – a série mais longa sem sofrer golos na história da competição. O empate, apontado por Marco Reus, terminou essa série.

20 Erling Haaland (20 anos e 231 dias) tornou-se no jogador mais jovem a marcar 20 golos na UEFA Champions League, quebrando o recorde fixado por Kylian Mbappé (21 anos e 355 dias), ao facturar na segunda mão dos oitavos-de-final, frente ao Sevilha. Também precisou de apenas 14 jogos para conseguir esse feito – menos dez do que Harry Kane, anterior detentor desse recorde.

20 Neymar tornou-se no primeiro jogador na história da Taça dos Clubes Campeões Europeus/UEFA Champions League a marcar 20 golos por duas equipas diferentes (Barcelona e Paris).

22 O golo de Mohamed Salah frente ao Midtjylland, na sexta jornada, foi o seu 22º pelo Liverpool na competição (da fase de grupos até à final), ultrapassando Steven Gerrard como o melhor marcador do clube na Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League.

Veja todos os golos de Salah pelo Liverpool na Champions League
Veja todos os golos de Salah pelo Liverpool na Champions League

25 Na segunda mão dos oitavos-de-final, frente ao Barcelona, Mbappé (22 anos e 80 dias) tornou-se no mais jovem jogador a marcar 25 golos na UEFA Champions League, quebrando o recorde de Messi (22 anos e 286 dias).

26 Na sexta ronda, Youssoufa Moukoko (16 anos e 18 dias), avançado do Dortmund, tornou-se no mais jovem jogador a disputar um jogo da UEFA Champions League. O recorde anterior, pertença de Céléstine Babayaro (16 anos e 87 dias) durou mais de 26 anos.

27 Marcus Rashford tornou-se no quinto jogador na história da UEFA Champions League a apontar um "hat-trick" após entrar a meio de um jogo. Foi na recepção ao Leipzig, com os 27 minutos que demorou a marcar a ser o menor tempo entre os cinco jogadores que alcançaram esse feito.

30 O Real Madrid disputou as meias-finais da competição pela 30ª vez – mais dez do que qualquer outro clube – sendo que foi a 14ª vez que o fez na UEFA Champions League, algo que aconteceu pela primeira vez. O Bayern atingiu os quartos-de-final da UEFA Champions League pela 19ª vez, um recorde, enquanto o Real Madrid qualificou-se para a fase a eliminar nas 25 temporadas em que disputou a UEFA Champions League.

34 Na quinta jornada, frente ao Sevilha, o francês Olivier Giroud (34 anos e 63 dias) tornou-se no jogador mais velho a apontar um "hat-trick" na UEFA Champions League, e o mais velho na Taça dos Campeões Europeus desde Ferenc Puskás (38 anos e 173 dias), do Real Madrid, frente ao Feyenoord, em Setembro de 1965. Foi também a 17ª vez que um jogador marcou quatro ou mais golos num jogo na era da UEFA Champions League.

Veja o "hat-trick" de Giroud frente ao Sevilha
Veja o "hat-trick" de Giroud frente ao Sevilha

38 Joshua Kimmich, do Bayern, ganhou 38 dos seus primeiros 50 jogos na UEFA Champions League games – o maior número de triunfos nessa fase na história da competição.

42 O Manchester City tornou-se no 42º clube a disputar a final da Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League, e o terceiro estreante em épocas consecutivas, após Tottenham (2019) e Paris (2020). É também o nono clube inglês diferente a participar no jogo decisivo – nenhum outro país forneceu mais do que seis finalistas diferente, com Alemanha e Itália a serem os mais próximos, com seis.

48 Na história da Taça dos Campeões Europeus/UEFA Champions League, existiram 48 ocasiões em que uma equipa inglesa venceu a primeira mão de uma eliminatória – apuraram-se sempre.

Resumo: Paris 1-2 Manchester City
Resumo: Paris 1-2 Manchester City

73 Robert Lewandowski passou a somar 73 golos na UEFA Champions League – ultrapassando Raúl González como o terceiro melhor marcador de sempre do torneio, atrás de Cristiano Ronaldo e Messi. Benzema (71) está agora no quarto posto, em igualdade com Raúl, antigo colega no Real Madrid.

75 Na primeira jornada, Mircea Lucescu, do Dynamo Kiev, tornou-se no treinador mais velho a participar num jogo da UEFA Champions League, com 75 anos e 83 dias.

94 Ivan Rakitić marcou o golo mais rápido do Sevilha na UEFA Champions League (três minutos e 52 segundos) e Munir marcou o golo mais tardio (94 minutos e dez segundos), ambos no triunfo por 2-1 sobre o Krasnodar, na quarta jornada.

133 O "hat-trick" de İrfan Can Kahveci pelo İstanbul Başakşehir frente ao Leipzig, na quinta ronda, foi o 133º na competição, mas apenas a terceira vez que o autor dessa proeza perdeu o jogo, após Ronaldo, pelo Real Madrid frente ao Manchester United em Abril de 2003, e Gareth Bale, pelo Tottenham frente ao Inter em Outubro de 2010. foi também o primeiro "hat-trick" com golos fora da área desde o apontado por Wayne Rooney, do Manchester United, frente ao Fenerbahçe em Setembro de 2004.

750 Cristiano Ronaldo apontou o 750º golo da carreira, por clubes e selecção, frente ao Dynamo Kiev, na quinta jornada. Foi também o seu primeiro golo na UEFA Champions League frente a esse adversário desde 7 de Novembro de 2007 (há 13 anos e 25 dias) – o intervalo maior entre golos de um jogador frente a uma determinada equipa na história da UEFA Champions League.