O UEFA.com funciona melhor noutros browsers
A partir de 25 de Janeiro, o UEFA.com já não vai suportar o Internet Explorer.
Para obter a melhor experiência possível, recomendamos que use Chrome, Firefox ou Microsoft Edge.

50 para o futuro: jogadores a seguir em 2021

Nuno Mendes, David Carmo e Fábio Vieira estão entre os 50 jovens que podem dar que falar neste novo ano.

Nuno Mendes durante um jogo da UEFA Europa League frente ao Aberdeen
Nuno Mendes durante um jogo da UEFA Europa League frente ao Aberdeen Getty Images

Pedimos à equipa de repórteres, correspondentes e editores do UEFA.com, espalhada um pouco por todo o continente, para escolher algumas das estrelas em ascensão na Europa. Deixamos em baixo 50 nomes de jogadores para seguir de perto em 2021, entre quais estão três internacionais jovens portugueses: Nuno Mendes (Sporting), David Carmo (Braga) e Fábio Vieira (Porto).

Esta lista foi seleccionada por repórteres, correspondentes e editores do UEFA.com e não pretende rivalizar com prémios mais consagrados.

Paulos Abraham (SWE, 18 – AIK)
Veloz e com boa leitura do jogo, Abraham é titular no meio-campo do AIK após ter deixado a renomada fábrica de talentos de Brommapojkarna.

Veja o golo de Adams nos quartos-de-final
Veja o golo de Adams nos quartos-de-final

Tyler Adams (USA, 20 – Leizpig)
Produto da academia dos New York Red Bulls, Adams é uma figura cada vez mais central no Leipzig. Deu nas vistas ao marcar o golo da vitória tardia sobre o Atlético nos quartos-de-final da época passada na UEFA Champions League.

Sergio Arribas (ESP, 19 – Real Madrid)
Elemento-chave da equipa do Real Madrid que conquistou de forma impressionante a UEFA Youth League na temporada passada, Arribas estreou-se na UEFA Champions League frente ao Mönchengladbach na sexta jornada.

Mitchel Bakker (NED, 20 – Paris)
O antigo defesa do Ajax está a viver uma época marcante em Paris, após a estreia na campanha anterior. O holandês alto e loiro tem o perfil físico de um defesa-central, mas tem estado em destaque como lateral-esquerdo. Pode estrear-se pela selecção principal dos Países Baixos em 2021.

Jude Bellingham (ENG, 17 – Dortmund)
O Birmingham City, clube da cidade natal de Bellingham, retirou a camisola 22 em sua homenagem quando deixou o clube, com apenas 17 anos. Ganhou destaque no Dortmund e tornou-se no jogador inglês mais jovem a actuar na UEFA Champions League, tendo ainda feito a estreia internacional. Tem sido comparado várias vezes com Patrick Vieira.

Jens Cajuste (SWE, 21 – Midtjylland)
Mudou-se para a China com a família aos seis anos e foi lá que começou a jogar futebol antes regressar a Gotemburgo. Desde então, Cajuste tornou-se num médio-defensivo a ter em conta, tendo-se estreado pela Suécia no Outono de 2020.

Riccardo Calafiori (ITA, 18 – Roma)
Estreou-se a marcar como profissional num golaço no seu segundo jogo na UEFA Europa League – nada mal para um defesa-esquerdo! Fez o primeiro jogo na Serie A na última jornada de 2019/20.

David Carmo tem sido aposta constante no Braga
David Carmo tem sido aposta constante no BragaGetty Images

David Carmo (POR, 21 – Braga)
Defesa-central com capacidade de liderança, Carmo é particularmente forte em situações de um-para-um e tem sido titular habitual no Braga, apesar da sua relativa inexperiência.

Charles De Ketelaere (BEL, 19 – Club Brugge)
Figura crucial da equipa do Club Brugge que ameaçou desafiar as probabilidades no seu grupo da UEFA Champions League, o médio-ofensivo De Ketelaere jogou pela primeira vez na selecção principal da Bélgica em Novembro.

Yusuf Demir (AUT, 17 – Rapid Viena)
Este jovem médio talentoso é considerado a maior promessa da Áustria e já causou enorme no Rapid. Marcou o seu primeiro golo na UEFA Europa League nesta temporada.

Amad Diallo (CIV, 18 – Atalanta)
Apontado como possível reforço do Manchester United em Janeiro, Diallo já participou na UEFA Champions League pelo clube italiano, isto após ter impressionado na UEFA Youth League marcado o seu primeiro golo na Serie A em 2019/20.

Mohammed Diomande (CIV, 18 – Nordsjælland)
Diomande é um jogador enigmático que está na Dinamarca há menos de um ano, mas já é temido por qualquer adversário que tenha a tarefa de marcá-lo. Organizador de jogo, pode actuar no centro do meio-campo ou descaído para a esquerda.

Igor Diveev, do CSKA, em campo pela Rússia
Igor Diveev, do CSKA, em campo pela RússiaGetty Images

Igor Diveev (RUS, 21 – CSKA Moscovo)
Diveev, defesa-central, tornou-se num dos jogadores-chave do CSKA em 2020. Estreou-se pela Rússia e foi eleito jovem jogador do ano na Premier League russa.

Jeremy Doku (BEL, 18 – Rennes)
Visto por muitos como o novo Eden Hazard, Doku já soma cinco internacionalizações pela Bélgica. O seu ritmo, drible explosivo e panóplia de habilidades fazem-no destacar; o Rennes pagou uma verba recorde no clube para o contratar ao Anderlecht.

Radu Drăgușin (ROU, 18 – Juventus)
Há dois anos na Juventus, o imponente capitão da seleção jovem da Roménia fez recentemente a sua estreia na Serie A e na UEFA Champions League. Alto, forte e habilidoso, é um nome a ter em conta na fase final do EURO Sub-21 de 2021.

Roman Evgenyev (RUS, 21 – Dínamo Moscovo)
Capitão do Dínamo Moscovo, Evgenyev é sólido na defesa e perigoso na grande área do adversário. Estreou-se pela selecção principal da Rússia em Novembro.

Wahidullah (Wahid) Faghir (DEN, 17 – Vejle)
Faghir tornou-se parte vital do ataque a Vejle, apesar de ter feito 17 anos apenas em Julho. Bem desenvolvido fisicamente, finaliza com potência e qualidade. O seu talento e enorme autoconfiança renderam-lhe um apelido óbvio: "o próximo Zlatan".

Wesley Fofana, do Leicester
Wesley Fofana, do LeicesterGetty Images

Wesley Fofana (FRA, 19 – Leicester)
Boa aposta do Leicester, Fofana esbanjou classe no coração da defesa dos Foxes desde que deixou o Saint-Étienne. Pode tornar-se "um dos melhores centrais do mundo", segundo o seu treinador, Brendan Rodgers.

Gianluca Frabotta (ITA, 21, Juventus)
O técnico Andrea Pirlo usou-o com frequência nesta temporada como lateral-esquerdo, dando confiança ao jovem nas competições internas e na Europa.

Amine Gouiri (FRA, 20 – Nice)
Formado pela academia do Lyon, Gouiri marcou 45 golos em 52 partidas pelas selecções jovens de França e teve uma estreia goleadora no Nice desde que foi contratado, em Julho. Marcou quatro tentos em cinco jogos na fase de grupos da UEFA Europa League.

Ryan Gravenberch (NED, 18 – Ajax)
Amplamente apontado como a mais recente maravilha do do Ajax, Gravenberch desperta já a cobiça de vários dos maiores clubes da Europa. Comparado no estilo de jogo a Paul Pogba, tem outro francês como modelo: "O meu exemplo é Zinédine Zidane."

Joško Gvardiol (CRO, 18 – Dínamo Zagreb, emprestado pelo Leipzig)
Gvardiol preenche todos os requisitos do defesa-central moderno: rápido, forte fisicamente e com a capacidade de sair a jogar. Ajudou o Dínamo a sofrer apenas um golo na fase de grupos da UEFA Europa League e vai chegar ao Leipzig no final da temporada por um valor recorde para um jovem croata.

Jens Petter Hauge, do Milan
Jens Petter Hauge, do MilanGetty Images

Jens Petter Hauge (NOR, 21 – Milan)
O norueguês está a impressionar na sua primeira época na UEFA Europa League, com seis golos marcados em oito jogos (fase de qualificação incluída). Hauge estreou-se também na Serie A e marcou o seu primeiro golo na primeira divisão italiana, ajudando os "rossoneri" a terem o melhor arranque de temporada em muitos anos.

Ísak Bergmann Jóhannesson (ISL, 17 – Norrköping)
Nascido em Inglaterra – quando o seu pai Joey Guðjónsson jogava no Aston Villa, da Premier League –, Jóhannesson é já um pilar no meio-campo do clube sueco que disputa o campeonato principal do país e teve a estreia internacional precisamente contra a selecção inglesa, em Novembro.

Curtis Jones (ENG, 19 – Liverpool)
Os problemas Liverpool com lesões permitiram maior utilização na equipa principal do que Jones provavelmente esperaria, mas o médio mostrou-se mais do que à altura da tarefa. Centrocampista de estilo "box-to-box" – as comparações com Steven Gerrard são inevitáveis –, Jones mostrou inteligência de jogo fora do comum.

Boubacar Kamara (FRA, 21 – Marselha)
Chegou ao Marselha quando tinha cinco anos e foi capitão de muitas equipas jovens do clube gaulês. Estreou-se profissionalmente aos 17 anos e é agora titular no centro da defesa ou no meio-campo da equipa do sul de França.

Orkun Kökçü (TUR, 19 – Feyenoord)
Kökçü jogou pelos Países Baixos no escalão Sub-19, mas é agora internacional sénior pela Turquia. No ano passado, renovou contrato com o Feyenoord até 2025 e tornou-se cada vez mais influente sob o comando de Dick Advocaat.

Ladislav Krejčí (CZE, 21 – Sparta Praga)
Médio com presença habitual no Sparta, Krejčí espera ainda pela primeira internacionalização, algo que não estará longe de acontecer depois de ter marcado na bem-sucedida campanha de qualificação da República Checa para o EURO Sub-21.

Takefusa Kubo, Villarreal
Takefusa Kubo, VillarrealGetty Images

Takefusa Kubo (JAP, 19 – Getafe, emprestado pelo Real Madrid)
Já internacional sénior pelo Japão, o avançado despertou a atenção no Villarreal, onde esteve por empréstimo, ao marcar no triunfo sobre o Sivasspor na UEFA Europa League, em Outubro, isto antes de rumar ao Getafe em Janeiro, num empréstimo válido até ao final da temporada. É apontado como uma futura estrela do Real Madrid.

Marash Kumbulla (ALB, 20 – Roma)
Kumbulla ingressou nas camadas jovens do Verona aos oito anos. Defesa-central alto e forte, é admirador de Giorgio Chiellini; ingressou na Roma em Setembro e rapidamente ganhou espaço na equipa da capital italiana.

Stanislav Magkeev (RUS, 21 – Lokomotiv Moskva)
Antigo praticante de taekwondo, Magkeev pode ser utilizado em várias posições: no centro da defesa, como lateral ou como médio-defensivo.

Daniel Maldini (ITA, 19 – Milan)
O apelido não precisa de introdução. No caso de ficar na dúvida, é mesmo o filho de Paolo Maldini e neto de Cesare Maldini. No entanto, contrariando a tradição familiar, é médio-ofensivo e não defesa. Esta é a sua primeira época na UEFA Europa League, depois de se ter estreado na época passada na Serie A.

Giorgi Mamardashvili (GEO, 20 – Locomotive Tbilisi)
Titular da selecção Sub-21 da Geórgia, Mamardashvili está a dar nas vistas depois de ter impressionado na fase de qualificação da UEFA Europa League.

Nuno Mendes (POR, 18 – Sporting)
Defesa-esquerdo ágil com uma incrível capacidade para o ataque, Nuno Mendes tem na velocidade e versatilidade os seus principais atributos. Sente-se à vontade numa defesa a quatro ou numa posição mais avançada integrado num sistema de 3-5-2.

Youssoufa Moukoko (GER, 16 – Dortmund)
Moukoko é o mais jovem sempre a marcar na UEFA Champions League, quando o fez na estreia com apenas 16 anos e 18 dias, na sexta jornada, e é também o mais novo a actuar e a marcar na história da Bundesliga.

Yunus Musah (USA, 18 – Valência)
Internacional jovem pela Inglaterra, antes de optar por representar o país onde nasceu como sénior, Musah tornou-se no mais jovem não espanhol da história do Valência a marcar um golo, aos 17 anos e 338 dias, no empate de Novembro frente ao Getafe.

Jamal Musiala em campo pelo Bayern na UEFA Champions League frente ao Lokomotiv Moscovo, em Dezembro
Jamal Musiala em campo pelo Bayern na UEFA Champions League frente ao Lokomotiv Moscovo, em DezembroGetty Images

Jamal Musiala (ENG, 17 – Bayern)
Internacional Sub-21 por Inglaterra, o médio-ofensivo Musiala nasceu na Alemanha, mas cresceu em Londres. Chegou ao Bayern vindo do Chelsea, tendo participado em alguns jogos e até marcado golos. "Às vezes joga como nº6, outras vezes como nº8 ou nº10", afirmou Lothar Matthäus, lenda do Bayern.

Noah Okafor (SUI, 20 – Salzburgo)
A crescente reputação de Okafor deu mais um salto em frente esta época graças a um "hat-trick" em Outubro e também a muitas outras evidências sobre a sua aptidão de passe. Confortável a jogar nos flancos pelo meio do terreno.

Marcus Holmgren Pedersen (NOR, 20 – Molde)
Lateral-direito, Pedersen ingressou no Molde proveniente do Tromsø em Fevereiro de 2020 e é um pilar da equipa, tendo feito três partidas na fase de grupos da UEFA Europa League.

Resumo: Barcelona 5-1 Ferencváros
Resumo: Barcelona 5-1 Ferencváros

Pedri (ESP, 18 – Barcelona)
Assinou pelo Barça neste Verão depois de se ter destacado no Las Palmas, clube de infância, e as boas exibições obrigaram Ronald Koeman a incluí-lo nos seus planos.

Abdallah Sima, (SEN, 19 – Slavia Praga)
O extremo ou avançado impressionou na UEFA Europa League com três golos que ajudaram o Slavia a chegar à fase a eliminar. Sima é rápido com a bola no solo e excelente nos landes pelo ar; marcou duas vezes na vitória do dérbi da cidade sobre o Sparta, em Dezembro.

Kamaldeen Sulemana (GHA, 18 – Nordsjælland)
O jovem ganês do Nordsjælland conquistou adeptos na Liga dinamarquesa e não só. Habitual lateral-esquerdo, é um driblador nato e tem faro para fazer golos e assistências; já é internacional sénior.

Ravil Tagir (TUR, 17 – İstanbul Başakşehir)
Defesa-central esquerdino, o jovem internacional turco mudou-se para o Başakşehir, proveniente do Altınordu, em Setembro de 2020. Está a ser integrado aos poucos na equipa principal, mas já representa o seu país nos Sub-21.

Malick Thiaw (GER, 19 – Schalke)
A evolução do alto, polivalente e rápido jovem de 19 anos foi comparada aos primeiros tempos de Joël Matip, jogador do Liverpool.

Veja a grande defesa de Trubin pelo Shakhtar
Veja a grande defesa de Trubin pelo Shakhtar

Anatolii Trubin (UKR, 19 – Shakhtar)
Guarda-redes alto, ágil e com óptimos reflexos, Trubin foi titular em cinco dos seis jogos do Shakhtar na UEFA Champions League desta temporada e em três deles não sofreu golos.

Christos Tzolis (GRE, 18 – PAOK)
Extremo rápido e goleador, o jovem de 18 anos impressionou esta temporada na UEFA Europa League, com três tentos e duas assistências. Estreou-se pela selecção principal da Grécia em Outubro de 2020 em assinou o seu primeiro golo internacional um mês depois.

Fábio Vieira festeja após marca ao Olympiakos na fase de grupos da presente Champions League, em Outubro
Fábio Vieira festeja após marca ao Olympiakos na fase de grupos da presente Champions League, em OutubroPOOL/AFP via Getty Images

Fábio Vieira (POR, 20 – FC Porto)
Elemento-chave na campanha do Porto rumo à brilhante conquista da UEFA Youth League em 2019, Fábio Vieira tem somado minutos na equipa principal e já abriu a sua conta pessoal na UEFA Champions League.

Owen Wijndal (NED, 21 – AZ)
Lateral-esquerdo talentoso e ofensivo, Wijndal não deve tardar a deixar os Países Baixos depois de ter impressionado pelo AZ em 2020. Já internacional sénior, deve chegar a titular habitual da selecção "laranja" antes ou depois do UEFA EURO 2020.

Florian Wirtz (GER, 17 – Leverkusen)
Já titular na equipa principal do clube da Bundesliga, Wirtz é um caso de sucesso. Sabe driblar, bater com facilidade os adversários, escolher a preceito os companheiros de equipa a quem passar a bola e também possui um excelente remate de longa distância. Pode jogar em qualquer posição atrás do ponta-de-lança ou mais num papel mais recuado de organizador de jogo.

Illia Zabarnyi (UKR, 18 – Dínamo Kiev)
O defesa-central estreou-se pelo Dínamo em Setembro e disputou todos os minutos dos oito jogos desta campanha na UEFA Champions League (incluindo a fase de qualificação); alinhou também em três encontros da Ucrânia na UEFA Nations League no Outono.

Confira as nossas escolhas para os 50 jogadores a seguir, feitas no início de 2020.